Uriel - Os Preconceitos na Quinta Dimensão

Atualizado: 11 de abr.

Queridas energias do planeta Terra! SOU O ARCANJO URIEL!


Por que chamá-los de energias? Porque é isso que vocês são. Nós não percebemos essa estrutura física que vocês têm. Nós apenas vemos energia, porque ver a energia é ver a alma, é ver o quanto de energia a sua alma está vibrando. Cada dimensão que uma alma passa é um aprendizado diferente, é um contexto diferente de evolução. A Terceira Dimensão permite que vocês possam ressoar dentro dela em uma roupagem física, porque nela impera a materialidade. Tudo é material, no sentido que vocês podem ver, ouvir, tocar, sentir. Mas para nós, esta roupagem humana, nada mais é que o produto de cruzamentos genéticos, nada mais.


A roupagem humana de cada um de vocês, não os torna melhores, nem piores. O conceito do belo, do feio, do alto, do baixo, magro, gordo, agradável de ser visto ou não, vem das suas consciências. Cada roupagem física envelopa uma alma, e muitas vezes a roupagem física traz características desta alma. É como se a alma se acomodasse ali, na melhor forma possível, pois a alma não tem o tamanho da sua roupagem física; ela é muito maior que isso. Mas ela precisa de um espaço para poder existir. Quando os corpos nascem é bastante difícil para a alma ficar ali dentro. Por isso nenhum bebê nasce falando, nem pensando, nem tomando decisões e atitudes; porque a alma não está totalmente incorporada na consciência daquele ser. Ela vai se incorporando aos poucos na consciência, e tomando seu lugar dentro daquele invólucro, daquele casulo.


Por que estou dizendo tudo isso? Na Nova Era não haverá discriminação, não haverá preconceito, porque não haverá julgamento, não haverá crítica; todos serão iguais. Aliás, na verdade a frase tem que ser: todos são iguais, perante Deus Pai/Mãe. Apenas nesta dimensão vocês não veem assim. Vocês criam castas, grupos, seitas, comunidades, e se isolam uns dos outros. E cada pequeno grupo é contra os demais, como por um instinto de defesa ou de sobrevivência; “Neste grupo estamos seguros, qualquer coisa lá fora é inimigo”. E é desta forma que vocês vêm vivendo, cada vez mais formando castas, formando grupinhos – a separação.


Na Quinta Dimensão nada disso existirá. Não haverá bairro pobre, bairro rico, cidade evoluída, cidade pobre; não haverá distinção, não haverá separação. Aqueles que são ricos hoje, poderão conviver e viverão ao lado de quem foi extremamente pobre; e isto será o normal. Da mesma forma que aquele que tinha mais estudo, terá ao seu lado, alguém que nada tinha. E caberá à este, evoluir aquele que está ao lado. A passagem para a Quinta Dimensão, não tornará a todos inteligentes da noite para o dia. Não mudará determinados pontos de suas consciências. O grau de conhecimento e de inteligência que vocês têm aqui, será levado para lá. E quem não tem, também será levado da mesma forma, com a única diferença que lá, todos terão a oportunidade de estudar, de aprender e de evoluir. Sem que haja distinção, sem que haja separação.


A forma de pensar, de viver, para muitos de vocês será um problema. Porque mesmo vocês evoluindo e fazendo o máximo para retirar esses preconceitos, esses sentimentos de suas mentes e corações, ao chegar lá e se deparar com uma nova realidade, isso tudo aflorará novamente. Dizer em alto e bom som: “Eu não sou preconceituoso, eu aceito à todos igualmente!” E morar num bairro rico, onde todos à sua volta ressoam com a mesma capacidade financeira de quem está falando, é muito fácil. Aí chega na Quinta Dimensão, esta mesma alma, se deparará com um ser que pela fisicalidade, pela roupagem física, esta alma reconhecerá que era um pobre. E este pobre morará ao lado, conviverá diariamente com aquele que se dizia que não tinha preconceito contra ninguém. Mas ao olhar para aquele ser, que era sabidamente pobre, o preconceito não voltará com carga total? A superioridade não voltará? “Como assim eu vou viver do lado dele? Eu quero viver ao lado dos meus, daqueles que ressoam com que eu era!”.


Então posso lhes afirmar que isto será muito comum. Só que para cada um de vocês, a passagem para a Quinta Dimensão, será cheia de testes, será cheia de pequenas surpresas, em que tudo isso que vocês hoje abrem a boca e falam que fazem, talvez vocês não tenham o mesmo comportamento. E aí, o que acontecerá?


Muitos estão achando que passar para a Quinta Dimensão será um parque de diversões, onde se terá tudo que se quer, porque se cocria instantaneamente. “Então, eu posso pensar no que eu quiser: um carro do ano, uma casa maravilhosa, muito dinheiro na conta...” Isto tudo será possível, sim. Mas vou lhe dizer, que aí tem um sentimento, e o sentimento, é o que será observado na Quinta Dimensão. E tenham certeza, não que vocês receberão uma coleira, ou uma tornozeleira, ou terão um guarda ao seu lado todo tempo, observando suas ações; isso não existe. Mas a própria vibração da dimensão, mostrará à vocês que aquilo está errado, que não é desta forma que vocês têm que pensar.


Vocês poderão cocriar sim, terão capacidade e poder para isso. Mas nunca pensando apenas em si, com egoísmo. O pensamento terá que ser para si e para o Todo. O que aquilo traz de benefício para o Todo? Então “o meu carro”, “a minha casa”, “as minhas coisas”, começam a perder sentido. Você poderá cocriar sim, um carro belíssimo, mas este carro ficará ali parado, e quem quiser usar, poderá usar. É assim que funciona, nada é de ninguém, por isso existirá a igualdade. E não pensem que isso será o caos que vocês vivem aqui, onde um invadirá a casa do outro porque quer morar ali. Isto não será permitido.


Então comecem a pensar, exatamente até onde vocês bradam em alto e bom som, que vocês já estão livres desses sentimentos mesquinhos da Terceira Dimensão. Realmente vocês estão? Realmente vocês criarão coisas lindíssimas e permitirão que qualque