Sananda - O que Vocês Esperam deste Encontro

Queridos filhos e filhas, deste lindo planeta Terra!

Estou hoje aqui, trazendo um pouco mais de sabedoria e um pouco mais de orientação, para cada um de vocês. Não se esqueçam que eu estive neste planeta, durante uma boa existência. E vivi e senti, uma boa parte do que é a dualidade da Terceira Dimensão. Então para mim, é fácil muitas vezes, entender exatamente o que se passa na mente de cada um de vocês. A minha estada aqui no planeta, durante o tempo em que meu corpo físico existiu, me fez conhecer exatamente em profundidade, aquilo que nosso Deus Pai/Mãe queria que todos vocês soubessem; e também me fez ver, como que nem sempre as nossas palavras, mesmo que sejamos instrumentos de Deus Pai/Mãe, não são plenamente ouvidas e entendidas.

Afirmo aqui, que a grande maioria dos que estão aqui, agora, ouvindo, ouvem por curiosidade. Não ouvem com sentimento, não ouvem como um ensinamento. Alguns até diria por curiosidade...“Vamos ver o que será dito hoje, qual a bobagem que será dita hoje!” Pensem o seguinte: vocês têm um local em que vocês tratam de pessoas, o que vocês chamam de hospitais. Existem aqueles pacientes graves, existem pacientes que já estão quase na cura. Então os médicos, quando atendem estes pacientes, têm ou pelo menos deveriam, ter um cuidado maior, com aqueles que estão em estado grave. Porque aqueles que já estão praticamente curados, já passaram pelo pior, já aprenderam o que tinham que aprender ou talvez não.

Então os médicos, se concentram mais, naqueles pacientes que estão mais doentes. Aí acontece algo muito interessante: Aqueles pacientes, que já estão curados quase, não gostam; porque perderam a atenção daquele médico. E aí começam a reclamar, que aquele médico não lhes dá mais atenção. E aquele médico que até dias atrás, foi o Deus, foi o salvador, foi aquele que conseguiu tirá-lo daquele estado grave; passa a ser outra pessoa; passa a ser uma pessoa ruim, passa a ser uma pessoa desnaturada, simplesmente, porque não lhe dá mais atenção como estava dando antes. Ah, e está dando atenção, a irmãos que precisam mais. O que quero dizer com essa parábola? Que vocês nunca estão satisfeitos, vocês querem sempre tudo para si, não pensam no outro; raramente vocês pensam num irmão.

O que quero dizer aqui hoje: é que a grande maioria, uma boa maioria, simplesmente está passando ao largo de tudo que é dito aqui, infelizmente. Acham que isso tudo é uma grande bobagem. Interessante, ouvem todos os dias, para descobrirem qual será a bobagem do dia, mas não perdem um dia. Mas para o seu ego imenso, não aceitam nada do que é dito ali como verdadeiro. Mas por uma estranha coincidência, algumas vezes se pegam fazendo aquilo que escutaram. Ou seja, admitir que o que está sendo dito ali é verdadeiro, que ali realmente é a fala e a energia de um ser de luz, é inadmissível. Porque estaria demonstrando a sua loucura, perante os seus amigos, perante aqueles que rodeiam.

Então escondido, sem que ninguém saiba, acredita naquilo. Mas quando alguém pergunta... “Não, isso tudo aí é palhaçada, é mentira!” Filhos e filhas eu passei por isso. Eu tive apóstolos que morreram por mim. Tive apóstolos que me negaram. Então isto para mim, não é novidade. Este sentimento eu já senti e como vocês costumam dizer; eu senti na carne, eu senti vivo, não no espírito como sou hoje. Então, a quem vocês pensam que enganam? A quem vocês acham, que estão dando as costas? À uma voz que está falando ali? Porque muitos acham, que não somos nós que falamos. Que é uma pessoa que resolveu falar e começou a ditar diariamente uma série de vídeos. Que ali por trás não há ninguém. Olha, eu diria que esta pessoa, teria de ser extremamente inteligente, para dizer exatamente aquilo que nós queremos. E tudo saindo da mente dela. Nenhum humano é capaz disso.

Então muitos de vocês, se deixam levar pela falsidade. Ouvem, até acreditam, mas na hora que alguém pergunta, negam, falam mal, são contra. O que vocês acham que acontece, com a caminhada de vocês, cada vez que vocês fazem isso? Passa impune? É como se fosse aquele Deus, que vocês gritam que amam, mas quando alguém pergunta, vocês blasfemam contra ele. Tudo isso passa impune, tudo isso passa sem que ninguém veja? Porque vocês acham, que aquele momento em que vocês negaram tudo, vocês estão fingindo. Então como é fingimento, nada acontece. E eu diria, que vocês seriam capazes de jurar, que nunca disseram aquilo.

Então posso dizer à vocês, que nada neste mundo, nenhuma palavra passa impune. Nenhuma palavra é deixada de lado. Cada palavra, cada pensamento chega à algum lugar; ela não se perde ao vento, não se perde no espaço; porque aquela palavra, aquele pensamento, foram sentidos. Que seja com fingimento, mas o sentimento de negar algo que vocês acreditam, de nada vale, de nada importa? Aí muitos agora aqui, estão se perguntando, porque estou dizendo isso tudo, não estão entendendo nada. Porque não negam as minhas palavras, não fazem nada disso que eu estou dizendo. Que bom se para você, isso tudo não ressoa, parabéns para você; você está no caminho. Agora posso garantir, que uma grande maioria, tudo que disse aqui, ressoou.

Para quem leu as minhas cartas ou está lendo, sabe a diferença, entre as ovelhas e as cabras. E com certeza, hoje o número de cabras é bem maior. Por quê? Porque vocês apenas se preocupam, com coisas fúteis, com relacionamentos, com conhecer muitas pessoas. Não digo que isto seja ruim, não, não é. Desde que haja um sentimento positivo por trás disso tudo. Quando os grupos aqui foram criados, eu e Miguel, tínhamos todo o planejamento, de como esses grupos seguiriam. Tivemos que mudar muita coisa no início, e os grupos, se tornaram o estudo das minhas Cartas. Por quê? Porque nas minhas cartas, estão as respostas, que muitos de vocês ainda não encontraram. Ali estão as verdades que suas religiões não disseram.

Mas o que acontece? Vocês estão muito presos a crenças, à condições que lhes foram impostas desde novos, desde pequenos; não importa o tempo. E é melhor não saber a verdade, é melhor ficar na ilusão..., “É melhor acreditar naquilo que eu vejo, mesmo sendo errado, eu estou vendo. Então é melhor acreditar no que eu vejo”. Então para muitos, as minhas Cartas não ressoaram, porque parecia uma sucessão de pequenos textos, que faziam vocês pensarem muito. Muitos não entendiam, porque não queriam entender, porque eu estava ali, do lado. Eu acompanho cada um que lê as Cartas, dando intuições, respondendo as dúvidas. Isso seria então, pior ainda...“Como assim, me ter ao lado, isso é um absurdo!” Então muitos, não concordaram em ler as Cartas.

Não estou aqui dizendo, que vocês são obrigados, a estarem nos grupos; mas isto também é um aprendizado. Por quê? Por que ouvir a opinião alheia, e descobrir que aquele irmão, está certo e você errado, muitos não gostam. “Não, eu não vou conversar com ninguém; o que eu entendi está entendido. Não vou discutir com ninguém!” Só que você entendeu tudo errado, e você não se deu a chance, de ouvir o que os outros entenderam, para fazer você pensar.

Então muitos usam da desculpa: “Ah, eu não gosto disso.” Não gosta, porque não quer expor suas ideias e talvez, elas estejam erradas; e você descobrir isso. O ego não permite. “Não, o que eu entendi é meu, ninguém precisa saber!” E lá no fundo, mas bem lá no fundo, você sabe que não entendeu corretamente, e não se dá nem o trabalho, de nem falar nada; só olhar o que os outros disseram, para ver como que eles entenderam. Para talvez você repensar e admitir, que estava errado. Não, jamais! Admitir que está errado, jamais! O ego é imenso. Então vocês usam a velha desculpa: “Não, não gosto de participar.” Se nós achássemos, que seria ruim, não teríamos criado. Muito bem.

Então agora, o objetivo deste encontro é solidificar o aprendizado; solidificar o entendimento; solidificar tudo aquilo que vocês já sentiram e já descobriram. É como se fosse uma grande prova, de como vocês estão, em relação às cartas. Vocês acreditam 100% no que eu disse ali ou vocês ainda duvidam? O que se passa no coração de vocês? Então este encontro, que nós chamamos de batismo em Gaia; muitos não entendem, por que batismo em Gaia?

Então eu direi: quando fui ao rio Jordão, pedir a João Batista que me batizasse, eu sabia de alguma forma eu sabia, que ali, seria uma mudança no meu ser, na minha vida. E efetivamente foi. Foi o meu despertar. O que posso dizer, quando falamos em batismo em Gaia? Ninguém será molhado, ninguém entrará em nenhum rio, mas vocês serão conhecidos integralmente, pelo próprio planeta; por aquele que lhes deu os elementos necessários, para que vocês hoje estivessem vestindo esta roupagem que vocês vestem. Este batismo, efetivamente e profundamente falando, é como um abraço ao planeta. É como um abraço, à tudo que vocês acreditam. É como um abraço, à todas as verdades, que estão ditas ali, naquele livro.

Não esperem aqui, que eu vá proibir ninguém de participar. Não, não irei. Não sou um ditador, nem autoritário para isso. Apenas eu quero que vocês reflitam: Qual o sentimento que vocês estão, neste alarde todo, para participarem? É uma forma de se redimirem, por tudo que vocês não fizeram? É uma forma de acharem, que quem participar ali, estará pronto integralmente para a Quinta Dimensão? Qual o sentimento que está levando você, que nunca deu uma atenção às minhas Cartas? À você que deu de ombros, quando alguém lhe pediu para ler e você disse: “Isso tudo aí eu não acredito!” Então porque, você está indo à este batismo? Porque, se você não acredita em nada do que está nas minhas Cartas o que você estará fazendo lá? Querendo se redimir dos seus erros?

Então eu lhe garanto, que isso não acontecerá. Vocês estão fazendo, uma grande caminhada de iniciações, dentro de cada raio. E foi dito, que nem todos seriam iniciados. Por quê? “Ah, mas se eu estou fazendo tudo correto, porque eu não fui iniciado?” Pense. É o momento de você fazer uma autoanálise. Você efetivamente estaria pronto, para uma iniciação dessa? Você realmente se despiu de todas as crenças que lhe impedem de ir para frente? Você realmente cumpriu, todos os requisitos, para ser iniciado? Então eu digo e afirmo, que quem não for ou não foi; é porque falta alguma coisa.

Da mesma forma, eu vou fazer um paralelo à esse encontro. Quem estiver preparado, quem está seguindo o caminho corretamente, receberá o batismo de Gaia. Agora quem está indo, sem nunca ter se preparado com nada, sem nunca ter feito nada por si mesmo; apenas pelo intuito de estar junto; e para amanhã, espalhar nas suas redes sociais, que você esteve lá? Sinto lhe dizer, que você perderá tempo, porque Gaia não lhe batizará.

Então estou vindo aqui hoje, para fazer uma grande pergunta e vou deixar esta pergunta no ar: Qual o sentimento, que você está colocando, em ir à este encontro? Qual o sentimento? É o sentimento real, de uma alma que está caminhando, que está se modificando, que está se preparando, que está fazendo tudo o que é possível e o impossível, para estar lá na Quinta Dimensão? E que este será apenas mais um acontecimento, nessa sua caminhada; ou não? Ou você é aquele que nunca fez nada, nunca se preparou para nada, mas agora quer ir lá ser batizado.

Acho que vocês não entenderam muito bem, o que temos tentado dizer aqui, todo este tempo. Volto a repetir: não proíbo ninguém de ir. Se lhe fará bem, você estar com outras pessoas, apenas para tirar uma foto, colocar para os seus amigos, muito bem, seja feliz. Mas não espere o batismo de Gaia.

A condição do batismo de Gaia, não, não é estar nos grupos, não é ler as Cartas; isto seria um adicional, e muito forte, na sua caminhada. Mas você poderá até não fazer isso, mas estar se preparando, estar pronto, cumprindo todos os preceitos necessários, para a Quinta Dimensão. Muito bem, Gaia verá a sua energia. Então eu posso garantir, a cada um de vocês: nem todos serão batizados. Aqueles que nunca fizeram nada, nunca se manifestaram a favor de nada que seja para a sua evolução; estão indo porque é um grande evento e gostam de participarem de eventos. Então vá, participe do evento, mas você não ganhará nada em troca. Porque vocês podem enganar quem está ao seu lado. Você pode enganar à quem vocês quiserem, mas não à mim e não à Gaia.

Então mais uma vez, eu vou repetir: a energia de cada um de vocês, está estampada no corpo de cada um. Da mesma forma, que nós vemos a energia de cada um de vocês, Gaia também sente. Então ela não se deixará enganar. Então não esperem presentes, se vocês não fizeram por onde. É como se, para aqueles que estão na caminhada, que estão se preparando, que estão praticamente prontos para a Quinta Dimensão, fosse uma formatura, em que eles ganharão o diploma, que será o batismo de Gaia. Agora aqueles que nunca cursaram nada, não podem ganhar o diploma. Então pense bastante. Por que você vai participar de algo, que você nunca fez nada por onde? Eu não exijo que vocês leiam as minhas Cartas, apenas digo, que ali tem toda a verdade; e tem todo um caminho, que se vocês seguirem, vocês quebram todas as crenças que vocês têm e que limitam o caminhar de vocês.

Então posso dizer, que é o início da sua caminhada, para a Quinta Dimensão. Mas você não quer ler, você não quer se livrar de nada do que você acredita, muito bem. Então você está realmente, fazendo parte do grupo das cabras. Aquelas que vivem desesperadas, tentando encontrar apoio em alguma coisa; porque querem evoluir, mas não sabem como. Enquanto as ovelhas, aquelas que escutam, aquelas que têm coragem, para se despedir de tudo aquilo que acreditavam de errado, estão lá na caminhada, e vão ganhar o diploma de formatura.

Então, com minhas palavras hoje, peço à vocês, que repensem muito, com que sentimento, vocês estão indo à este encontro. Não pensem que vão enganar à quem quer que seja, porque não irão. Gaia não lhes dará nada, essencialmente nada. A ideia não é o encontro, para um piquenique; a ideia é uma formatura, daqueles que efetivamente estão caminhando, estão estudando, estão fazendo tudo de si, para evoluírem. Não proíbo ninguém de participar, vocês têm o direito de ir e vir, e são livres para fazerem o que quiserem. Só não esperem retorno, só não esperem que serão abençoados com a formatura, porque não serão. Não estamos fazendo as coisas por fazer, tudo tem um motivo. Vocês acham que não, mas tudo tem um motivo. Esta data não foi escolhida do nada, tem um porquê. Então repensem, repensem muito, o que efetivamente vocês querem deste encontro. Porque, não esperem presentes, apenas por estarem ali.

Meus irmãos, o ego é algo essencial à vida de vocês, porque os mantém vivos. Mas neste momento da caminhada, deixar o ego falar em primeiro lugar é perigoso, muito perigoso. E simplesmente vocês se retiram cada vez mais, do caminho certo. Então encerro esta minha fala aqui hoje, com esta pergunta: Qual o sentimento, que vocês estão levando para este encontro? Qual o sentimento? Pensem bastante a respeito.

EU SOU SANANDA! E efetivamente, eu gostaria que todos, todos os que estão neste desespero, para entrarem nos grupos, já estivessem lá, mostrando que estão se preparando; estão efetivamente prontos, para algo. Outros encontros virão, só que o próximo, será diferente. Ou vocês participam do que está sendo proposto aqui e efetivamente, abrem mão dos seus egos, para escutarem a opinião do outro, ou vocês não participarão de mais nada. É como se este primeiro encontro, tivesse sido uma experiência. Então estejam certos, o próximo será bem diferente.


768 visualizações1 comentário

CNPJ - 29.898.085/0001-59 - Anjos e Luz Terapias - RJ

Copyright 2020 - Anjos e Luz Terapias - Todos os Direitos Reservados à www.anjoseluz.com