Maria - Os Corações Precisam Ser Limpos

Atualizado: 28 de mar.

Queridos filhos e filhas do planeta Terra! SOU MARIA!


Sempre é bom vir até aqui para acalmar os seus corações. Vejo muitos ansiosos, e posso até dizer, um pouco apavorados em relação ao que virá. Vocês estão passando por momentos difíceis, e estes momentos serão substituídos por outros momentos. Tudo está sendo monitorado e acompanhado por todos nós, principalmente em relação ao Brasil. Entendam, como meu filho sempre diz: vocês colhem aquilo que plantam. E vocês agora estão fazendo uma grande colheita. Não há porque haver revolta, não há porque blasfemar contra Deus. Para aqueles que acham que Deus Pai/Mãe esqueceu deste povo, não confia nele; apenas aprendeu a vê-lo como aquele Deus punitivo e vingativo, que tanto o meu filho prega o contrário.


Então, enquanto todo este povo vibrar contra Deus Pai/Mãe, como se ele fosse o único responsável pelo que estão passando, nada melhorará. Cada vez as lições se tornarão mais difíceis. O que temos insistentemente dito aqui? Interiorizem-se, busquem o seu interior. Muitos acham que não sofrer o sofrimento do outro é egoísmo, é abandonar um irmão. Digo à todos vocês, cada alma tem um caminho. Vocês estão no tempo das colheitas, tudo que suas almas fizeram está vindo à tona. Não é cobrança, não é vingança, não é castigo; é limpeza, é aprendizado, é evolução.


Então sofrer o sofrimento daquele outro irmão, neste momento, de nada adiantará. Porque aquele irmão está colhendo o que ele plantou. Como você também colherá o que você plantou. Não estamos aqui pregando o egoísmo, estamos pregando um momento especial na caminhada das almas deste planeta. É o momento da evolução, é o momento de arrancar as ervas daninhas, arrancar tudo aquilo que vocês plantaram de errado na Terra. É como se todos hoje, cada um de vocês, tivesse um pedacinho de terra, e ao olharem este pedaço de terra, vocês só veem parasitas, folhagens indefinidas, muita coisa morta; de tal forma, que vocês olham para aquele pedaço de terra por qualquer ângulo e nada veem de bonito. Só veem tristeza, só veem algo que aos olhos não lhes parece bom. É como se a vida ali, tivesse sido extinguida.


Então, este é o momento de cada um de vocês cuidar da sua plantação. Não queiram cuidar da plantação do outro, porque nem todas estão do mesmo jeito. Não adianta você olhar para a plantação do vizinho e ver que a dele está verde, florida, bonita, e querer ir ajudá-lo a tirar as poucas ervas daninhas. E a sua, você está com preguiça de limpar, você está desanimado para limpar, você está com medo do que você irá encontrar quando limpar tudo? Então eu digo para vocês, quem é alma da Luz, ao fazer esta limpeza toda, ao arrancar tudo aquilo que não serve, que não presta; verá que dentro, lá no meio, tudo está verde, tudo está intacto, perfeito, esbanjando vida, esbanjando amor.


Então, não tenham medo da limpeza. Os espinhos do que vocês arrancarão, furarão suas mãos e vocês sentirão dor. E assim serão muitos sentimentos, que vocês terão que corrigir. Vai doer? Vai. Vai fazer sofrer? Vai. Mas tenham a certeza, que depois que vocês colocarem para fora e limparem, uma grande carga de luz e de leveza será aportada em vocês. Então não tenham medo dos cortes, não tenham medo das furadas dos espinhos, não tenham medo dos animais peçonhentos que vocês possam encontrar no caminho. Porque eles estarão lá, protegendo todos aqueles sentimentos de baixa vibração, que um dia você emanou; protegendo os pactos, protegendo os contratos, protegendo os acordos que vocês fizeram com eles. Eles estarão lá, impedindo que você desfaça tudo isso.


Mas quem tem fé, quem acredita, quem busca ajuda dentro de si, aos seus Mestres, aos seus guias, não terá medo. Simplesmente dirá, que aquilo faz parte do passado; e que este passado, você está destruindo agora, com muito amor, com muito perdão. Este é o sentimento. O sentimento jamais pode ser de raiva, por ter que destruir isso tudo. O sentimento tem que ser de muito amor, pela oportunidade que vocês estão tendo de limpar isso tudo; de quebrar tudo isso, de limpar aquele pequeno terreno que vocês têm.

E lhes garanto, cada raiz daninha que vocês arrancarem, a terra fechará aquele ponto, e esta mesma erva não nascerá mais; desde que você a elimine com amor. Porque se você elimina aquela erva com raiva, com angústia, ela sairá daquele ponto, mas renascerá com muito mais força em outro lugar; ela não será destruída.


Então meus filhos queridos, abram seus corações, permitam-se viver tudo aquilo que vocês querem tirar daí de dentro e não tinham coragem. Chegou o momento. Chegou o momento de limpar isso tudo com muito amor, com muito perdão. E tenham certeza que ao final, quando vocês terminarem todo este processo, não importa o tempo que dure, não importa... Vocês já começaram? Eu diria que vocês já estão atrasados. Poderá ser que dure um dia, um ano, não importa. O que importa é o sentimento que vocês estarão colocando neste processo.


Então, digam em voz alta para vocês mesmos: “Eu vou limpar tudo que tem dentro de mim e que merece ser limpo, que merece ser perdoado, que merece ser pedido o perdão para alguém. Emanem isso todo o tempo. Vocês já aprenderam várias técnicas de limpeza; façam, não tenham medo, vocês já as conhecem. Por que o medo? O medo de ter que tomar uma decisão, que você está simplesmente adiando por dezenas de anos em sua vida? Medo de ser você, medo de deixar de ser manipulado? Por que o medo?