Arcanjo Miguel - Você Acredita Profundamente ou Mais ou Menos

Atualizado: 30 de mai.

Queridos! EU SOU O ARCANJO MIGUEL!

Mais uma semana se iniciando. Então esta semana, voltamos tudo ao normal. Amanhã, teremos perguntas e respostas novamente, para que voltemos ao equilíbrio de antes. Eu ainda tenho alguns assuntos para passar para vocês, mas eu gostaria hoje de falar algumas coisas importantes, sem que seja um assunto específico. Hoje eu me dirijo, principalmente, à pessoas que estão chegando aqui, que começaram a pouco tempo a seguir aqui as mensagens; encontram-se um pouco perdidas, sem saber como como lidar; o que fazer.

Então cabe aqui alguns esclarecimentos. Vamos imaginar que vocês estão numa longa estrada e que essa estrada, começou lá atrás, e...há mais de um ano atrás. Naquele início de caminhada, vocês praticamente não encontravam nada para apoiá-los. O que quero dizer com apoio? Vocês não tinham um lugar para descansar, vocês não tinham comida fácil, vocês não tinham água fácil. Então aquele trecho da caminhada foi muito difícil, estava sendo muito difícil para muitos de vocês.

E aí nós começamos a fazer os procedimentos. O primeiro foi realmente uma grande discussão. Muita gente não entendeu, mas eu já sabia que seria assim. Vocês costumam atacar, tudo aquilo que vocês não entendem, e depois se arrependem; porque veem que não era nada daquilo que vocês imaginavam. Então com a caminhada do primeiro procedimento, é como se vocês iniciassem o primeiro quilômetro daquela estrada. Tivessem chegado ao quilômetro 1 e começassem a trilhar este trecho.

Então neste trecho vocês já tinham um pouco mais de suporte; de vez em quando já aparecia alguém que lhes oferecia o que comer; mais à frente tinha água, não em abundância ainda, mas pelo menos um pouco de água; uma pequena cuia com água, para que vocês pudessem se sentir menos sedentos e continuarem a caminhada. Então a cada quilômetro atingido, vocês iniciavam um outro; e era um outro procedimento. E vale ressaltar que quando vocês entraram nesta caminhada, vocês estavam assim..., não vou dizer sujos, mas vocês estavam cheios de roupas.

Não vocês não sentiam calor com tantas roupas, mas vocês foram se habituando a vestir essas roupas para proteção. Então digamos que a cada quilômetro que vocês andavam, a cada procedimento, algumas roupas iam ficando no meio do caminho. Porque vocês começaram efetivamente a sentir calor, e não entendiam bem porque estavam com tanta roupa. Mas vocês iam tirando e iam se sentindo melhor. E a cada quilômetro, mais roupas saiam; algumas tinham maior dificuldade para sair. Era como se elas estivessem grudadas no corpo, mas a partir do momento em que vocês faziam os procedimentos, parecia que a roupa se descolava e vocês conseguiam tirar.

Da mesma forma mais pessoas oferecendo água, mais pessoas oferecendo comida, e a caminhada parecia que ia se tornando um pouco mais agradável. E vocês continuaram essa caminhada e chegaram até aqui. Hoje vocês estão praticamente sem roupa, mas não sem roupa, pelados, como vocês vieram no mundo. Mas vocês compreenderam, que aquele monte de roupas que vocês usavam, eram proteções para livrá-los daqueles sentimentos que vocês não queriam ver.

Então cada roupa que ia saindo, ia expondo um sentimento ou mais que deveria ser tratado. E aí vocês iam tratando e as roupas iam ficando pelo caminho. Então esta é uma metáfora, do que aconteceu, com todos aqueles que iniciaram lá, ainda em 2018. E estão aqui hoje, quase pelados. Mas volto a repetir, ainda tem algumas roupinhas agarrada aí; alguns pedaços de pano que vocês não conseguem tirar da pele, porque se vocês tirarem sangra, de tão colado que está. Então calma, não se preocupem, isto terá um momento certo de se descolar do seu corpo.

Então voltando àquelas pessoas que entraram agora; Como vocês perceberam, eu fui dizendo que a medida que os quilómetros iam avançando, mais suporte vocês tinham, mais água, mais comida e até lugar para descansar. Isso corresponde a quê? Corresponde ao apoio espiritual e energético que vocês estão tendo hoje. Quando eu falo apoio espiritual, não me refiro a espíritos, eu me refiro ao apoio à sua alma. Que hoje vocês têm todo o apoio que vocês precisam para caminhada; coisa que nos quilômetros para trás, vocês ainda não tinham. Então qual a diferença de quem está entrando agora e olha lá para trás e fica vendo: “Mas por que tanta coisa foi feita e eu não preciso fazer mais nada? Por quêe?”.

Então vamos lá: à medida que vocês foram caminhando naquela estrada, a cada quilômetro é como se vocês se aproximassem mais e mais do Sol. Então no início da caminhada, vocês ainda sentiam frio, muito frio, muitas roupas para protegê-los do frio. E a cada quilômetro alcançado, vocês começavam a se desfazer das roupas, porque começaram também a se sentir muito quente, sentir calor. Então vocês tinham que tirar aquela roupa de qualquer maneira, senão vocês passavam mal. Então posso dizer que a perda de cada roupa durante o trajeto, foi um conjunto de ações do próprio Sol e dos procedimentos que fizemos. Então vamos entender aí este sol, como o grande Sol Central de Alcyon, que foi se aproximando cada vez mais de vocês.

Então voltando: quem está entrando agora, não está lá no