Arcanjo Miguel - Uma Nova Caminhada

Queridos! EU SOU O ARCANJO MIGUEL!

Vamos iniciar mais uma semana. E nesta semana iniciaremos uma nova caminhada. Vamos fazer algumas meditações, algumas proposições de caminho. Mas peço à cada um de vocês que faça aquilo que for do seu coração. Ninguém é obrigado a nada. Apenas, vamos trabalhar esta semana, e possivelmente a outra, o equilíbrio energético de cada um de vocês.

Já expliquei aqui, que cada alma tem como objetivo a evolução. Cada alma tem como objetivo, subir entre as dimensões e se tornar luz, um ser de pura luz. À medida que a alma evolui, ela perde a roupagem física. Ela passa ter uma roupagem sutil. Ela pode ainda ter uma forma, mas não a forma como vocês conhecem: este corpo, estritamente de Carbono que vocês têm. É uma outra roupagem, que não necessita mais de nada do que vocês precisam hoje. Apenas se manterem luz.

Cada alma não nasce indiscriminadamente; ela nasce dentro de um planejamento, dentro de uma proposição de nosso Deus Pai/Mãe. Não, não entendam com isso, que Deus Pai/Mãe passa o dia dele/dela pensando quantas almas ele vai criar. Não é isso. Todas as funções do Universo são divididas. Cada um toma conta de um quadrante, cada um toma conta de uma sessão, cada um toma conta de uma galáxia, cada um toma conta de um planeta, e por aí vai. Cada um tem a sua atribuição; e é atribuição daqueles que regem os planetas ou orbes, a criação das almas, o planejamento de criação das almas.

As almas não são criadas todas ao mesmo tempo. Os seus astrônomos subdividiram os seus céus em doze constelações, gerando assim os signos que vocês conhecem. Dentro deste conceito, foi criado o calendário que vocês têm; explicando a rotação do seu planeta, as fases da lua, os signos e os meses. Então vocês se viram divididos numa linha de tempo, em que a menor partícula é o segundo e suas subdivisões. Você já chegam a contabilizar os milissegundos. Muito bem.

Então cada alma é criada de acordo com a posição do planeta, em relação àquela constelação. Então, por isso que as almas, cada uma encarna num dia diferente. Então aí temos dois conceitos: temos a criação da alma e temos a relação daquela encarnação da alma, com a linha de tempo. Não vou aqui falar sobre astrologia, porque nada do que vocês entendem de astrologia é real. Isso tudo foi criado. Não vou dizer que a posição do planeta, no dia da encarnação da alma é claro que tem influência, mas não da forma que é colocada para vocês.

Se todos de um mesmo signo, tivessem que cumprir o mesmo trajeto, no mesmo dia, seria bastante estranho não? Sim, nos astros existem muitas respostas. Para quem faz o que vocês chamam de Mapa Astral, ali tem respostas. Agora não a astrologia que vocês conhecem diária. Isso é absurdo. Isto não existe. Mas não vou falar aqui sobre astrologia. O foco aqui é a criação da alma. Eu já disse para vocês que existem Sete Raios. Já falamos sobre isso. Já comentei dos raios que compõem o arco-íris. Já falei daqui de cada mestre, que estaria preso àqueles raios. Só que vocês têm que entender, que dentro do Universo existem vários tipos de raios. Eu tenho o Raio Planetário, eu tenho Raio do Universo, eu tenho vários tipos de raios. Então quando eu comentei da outra vez, muitos ficaram achando que eu enlouqueci. Porque não era nada daquilo que eles haviam aprendido.

Aqueles raios que eu ensinei à vocês, é um tipo dos raios deste planeta. Então agora nós vamos passear pelos raios, digamos assim, mais importantes do planeta. É como se fossem raios sobre raios. Esses raios se compõem de Sete Raios. Cada um regido por uma dupla de Elohim, Mestres Ascensos, também em dupla e Arcanjos. Não vão aqui entrar no detalhe de arcanjos novamente. Vocês verão que eu estarei no raio azul, como um Arcanjo. Não importa a denominação que me dão. Que isso já tenha ficado claro na mente de vocês. Continuarei sendo Arcanjo até o fim, nada irá mudar. A verdade vocês já sabem. Então pronto.

Então a cada dia desta semana, não hoje, vocês estarão sendo levados a caminhar por um raio. Qual o objetivo disso? Muitos de vocês fazem algumas continhas, e se descobrem, daquele ou daquele outro raio. O que é a palavra raio? Precisamos aqui tirar o conceito geométrico que vocês têm. Não são raios concêntricos. É raio, porque a palavra raio pode significar muita coisa: como um raio que cai do céu por exemplo, como uma medida geométrica.

Então chamamos de Raios, a divisão das cores entre eles. Então vamos lá! Deixa eu tentar explicar para vocês: essa associação do raio com as suas almas, depende estritamente do Mestre. Alguns Mestres são bem conhecidos, dentro de cada raio. São aqueles que comandam aquele raio. E aí vocês vão ouvir falar de muitos Mestres Ascensos, que não estão vinculados à raio nenhum. E aí como fica? À que raio vocês pertencem?

Então vocês percebam que determinados conceitos, que foram apresentados há tempos atrás, começam a cair por terra. É como se a verdade mais profunda, começasse a aparecer. Então não existe essa delimitação, que cada um de vocês só pode pertencer a um dos sete Raios. E os outros Mestres, em que raio estão? Ninguém fala. Parem para pensar. É o que sempre digo aqui: estamos cada um em um raio, e estamos em todos! Não existe esta delimitação específica que vocês entendem, como uma linha dividindo um raio do outro, e ninguém pode botar um pezinho fora do seu raio. Isto para nós não existe. Somos capazes, todos, de transitar por todos os raios. Apenas alguns, digamos que são mais específicos daquele raio. Mas todos podem estar em todos.

Então vocês poderão fazer essas suas continhas de data de nascimento, se descobrirem em um raio e o seu mestre ser de outro. E aí o que vocês vão fazer? “Ah, então esse não é meu Mestre. Então está tudo errado!”. É desta forma que vocês pensam, vocês pensam dentro das caixinhas. Saiu da caixa tá errado. Então volto a lembrar uma coisa importante: o mestre não está ligado à encarnação de vocês, o mestre está ligado à alma.


Então vocês podem sim, por uma coincidência, cair no raio do seu mestre, como poderão não. E aí está tudo errado? Não, não está. Os conceitos que vocês têm de delimitação é que estão errados. Vocês podem coincidir ou não, com a data de nascimento da sua encarnação nesta era, neste momento. Então ao ser criada àquela alma é atribuído um Mestre. Não existe um Mestre para cada encarnação. O Mestre Espiritual é da alma, não do corpo físico. Aqueles que cuidam deste corpo físico aqui, são os seus guias espirituais, não seus Mestres.

Então meus irmãos, não fiquem tentando fechar, puxando conta para fechar com o Mestre que vocês têm. E como é atribuído o Mestre àquela alma? Eu já falei superficialmente sobre isso aqui. Depende para que aquela alma foi criada, porque existem almas com funções específicas. São aquelas almas que contêm um ingrediente a mais, para a evolução do Universo. São almas sábias, almas que são desde pequenas, preparadas para a sabedoria, para o ensinar, para o passar conhecimento. Existe um conceito que... Vocês podem ficar se imaginando, os próprios Mestres Ascensos. Todos foram encarnados no planeta e naquele momento, daquela encarnação antes deles ascenderem, eles eram Mestres de alguém? Eram, porque eles já tinham fractais lá no alto; aquela era apenas uma encarnação deles. E as outras, e os outros fractais, que já estavam evoluindo e já estavam lá em cima?

Exatamente o que vai acontecer com a maioria de vocês agora, que irá ascender. Vocês já têm fractais em dimensões mais altas. Então o Mestre de vocês, não é aquele encarnado aqui. É aquele que está lá em cima, ele é o seu Mestre, porque ele já ascendeu. Ele já está em dimensões superiores. Muito bem. Agora não queiram entender com isso, como se subdividem os Mestres em relação às almas. “Ah, o Mestre tal pega a alma tal.”, “Mestre tal pega a alma tal”. Não, não, não, não. Não é assim. Não é assim.

Vamos colocar apenas de uma seguinte forma: ninguém é mais poderoso que ninguém; nenhum Mestre Ascenso que já foi encarnado é mais poderoso que o outro. Todos têm a mesma capacidade, todos. E todos atuam dentro dos seus raios específicos, como nos outros. Muito bem. Vou dar o meu exemplo: eu não sou um Mestre Ascenso, nunca encarnei e nunca encarnarei. E eu sou Mestre de muitas almas. Por quê? Este caso eu posso explicar: cada alma que eu sou Mestre, tem uma missão importante junto ao Universo. Foram almas criadas com essa finalidade, com a finalidade de fazer a diferença, de atuar dentro da missão dela. Cada uma tem uma missão.

Então seriam almas muito fáceis de serem combatidas. Então é como se a proteção, tivesse que ser um pouquinho maior. Não que os outros Mestres Ascensos não protejam as almas, protegem. Mas existem níveis e níveis de proteção. Então todos vocês, que sabem que sou seu Mestre, tenham certeza, suas almas são extremamente conhecidas no Universo. Seus nomes já são conhecidos. Exatamente por causa disso, vocês sofrem bastante, muitos ataques; porque são almas que vêm com missões de mudar o mundo. De mexer com certos conceitos, que se tornam obsoletos ao longo do tempo. Então são almas perseguidas; são almas extremamente atacadas todo tempo. Então precisam de um aparato de proteção, um pouquinho maior. E aí elas são designadas à mim.

Entendam meus irmãos, cada alma que tem uma missão importante a cumprir, cumprirá se quiser. O livre-arbítrio é sempre respeitado. Se uma alma que eu sou Mestre disser para mim: “Eu não quero cumprir missão alguma, eu só quero evoluir!”. Muito bem, é isso que você terá; você não é obrigado a nada. Apenas digo, que a sua alma foi criada com este objetivo, e um dia você não poderá mais dizer não, porque este é o seu caminhar de alma. Aqui você tem livre-arbítrio e ele é respeitado, mas nas dimensões superiores isso deixa de existir; porque não tem esse sentimento do medo, para não assumir a missão. Porque isto é puro medo e aí você cumprirá. Então aceitamos tranquilamente o seu não, e respeitamos.

Da mesma forma os outros arcanjos. Muitos de vocês têm como Mestre, Rafael, Gabriel e Uriel. Não, eles não são comandantes como eu. Mas também têm uma função de proteção, um pouquinho maior, que os demais. Porque somos energia, não somos encarnados, nem fomos encarnados, nem temos fractais. Agora é muito importante, que fique muito claro aqui, que não quero ninguém com superioridade sobre o outro. Cuidado com os sentimentos: “Ah, o meu mestre é melhor que o seu!”. Ninguém é melhor que ninguém. Então pensem por outro lado. Pensem que aquela alma que tem um Mestre Ascenso diferente de nós, não tem missões arriscadas, não corre o risco de morrer? Porque eu já disse que uma alma morre. Sim, uma alma pode morrer. Já as outras, correm esse risco todos os dias. Então cadê a soberba? Cadê o orgulho de se sentir melhor que o outro? Isto não existe.

Então a definição do Mestre Espiritual de cada alma, tem a ver com a sua função, com aquilo que ela irá cumprir como objetivo de alma; e quando aquela alma encarna, aí ela ganha uma nova data: uma data da encarnação e o Mestre continua sendo o mesmo, independente da data. Aí muitos vão dizer: “Ah, mas eu fiz as contas e bateu certinho com o raio do meu Mestre!”. Sim, pode acontecer. Digamos que em vez de vocês virem como raios concêntricos, vejam como pedaços de uma torta. Mas não com a ponta no centro. Imaginem o planeta e os pedaços além do planeta; dividam isso em 7. Então dentro da linha do tempo de vocês, aquele raio está atuando naquele dia. Mas nada impede de uma alma nascer, num outro raio diferente do Mestre. Nada impede. Tudo depende das conjunções que estejam ativas no momento.

Então quem define o Mestre Espiritual? É quando a sua alma e para que a sua alma nasceu. Não o dia do seu nascimento, aqui nesta encarnação. Porque não é você encarnando, que mudará o seu Mestre. Ele é o Mestre da sua alma. Então não importa, quando você encarnou aqui nesta dimensão, não muda o Mestre por causa disso.

Então muitos estão tendo dificuldades de aceitar outros mestres, porque ficam fazendo continhas: “Ah, não, não pode ser esse porque está fora da minha data de nascimento!”. Você só nasceram essa vez aqui né? E as outras encarnações? Vocês nasceram sempre no mesmo dia? Ora meus irmãos, vamos parar de pensar na caixinha. Quem define o Mestre não é a data de nascimento desta encarnação; pode coincidir ou não.

Então qual é o objetivo desse passeio pelos raios? É mostrar a cada um de vocês, o poder de cada raio. Então percebam, vocês têm um mestre, por exemplo, vou me dar como exemplo: vocês têm a mim como mestre; “Então eu sou do raio azul”; vocês são do raio Azul. Muito bem. Vocês não podem transitar pelo raio Rosa? “Ah, não. Eu sou do raio Azul, não posso andar no raio Rosa”. Por que não? Tem que bater na porta e pedir para entrar? Isto não existe.

O que são as cores? São as diferentes frequências da Luz, que vêm do Sol. Elas vibram de formas diferentes; então se expõem com cores diferentes. Mas vocês podem transitar por todas as cores. Então é isto que faremos, faremos uma caminhada sobre cada raio. E qual a finalidade disso? Muito bem. Vocês sabem que o raio Verde é o raio da Cura; Hilarion, é o mestre deste raio. Vocês estão doentes. “Ah, mas o meu Mestre do raio Azul!” E qual o problema de vocês entrarem na casa de Hilarion e pedir ajuda à ele? Qual o problema? As portas estão sempre abertas.

Então é exatamente esta caminhada que faremos pelos sete Raios. Cada um com a sua meditação específica, para que vocês possam no momento da necessidade, fazer aquela meditação; e se envolver naquele raio; receber aquela frequência; receber aquela ajuda. E mais uma vez, não quero meditações globais, não quero meditações em grupo. Entenderam? Cada um fará a sua!

Então vou deixar claro aqui o porquê de eu não querer meditações globais, onde existem muita gente junta. Por quê? Meus irmãos, a caminhada está se tornando mais difícil. E a cada momento, cada um de vocês tem que encontrar as próprias forças; não se apoiar na bengala do outro. Se eu digo para vocês: “Façam todo mundo junto”; o que acontece? Muitos vão segurar aquela meditação; e outros vão participar pensando no almoço do dia seguinte: “Porque eu tô participando, então está tudo bem! Eu estou recebendo também o raio”. Porque fica contando com os outros.

Então meus irmãos, daqui para diante, é cada um por si. Não tem mais amiguinho, para carregar você pela mão. É cada um por si. Então cada um vai entrar e vai fazer a sua meditação. Aí já estou ouvindo um monte de gente falando: “Ah, mas eu não sei meditar!” Se de todo esse tempo que eu venho falando para vocês aprenderem, você ainda não aprendeu; então você está com problema muito sério. Porque não é de hoje que eu falo isso. Muito já foi dito aqui sobre meditação. E vocês continuam repetindo, que não conseguem meditar? É, enquanto vocês repetem isso, realmente o Universo está entendendo que é um decreto. E vocês não conseguirão.

A atitude é: “Eu vou conseguir meditar! Eu vou fazer”. Muito bem. Então mostre ao Universo, que você está pronto para fazer. Domine a sua mente. Meus irmãos a caminhada está ficando mais difícil, se vocês não conseguem dominar a mente em uma meditação, a coisa tá ficando complexa. Então vocês serão aqueles que se deixarão levar pelo entorno. O entorno vai cair e você no alto do seu prédio, e você não conseguirá se manter de pé; porque você estará mais preocupada em ver o entorno caindo, do que acreditar que você será mantida de pé. A sua alma é forte, mas desde que você acredite nisso.

Eu tenho dito isso muitas vezes. O seu entorno vai cair e você está no alto daquele prédio. E você dirá: “Eu vou cair de pé!”. E o seu prédio poderá até cair e você cairá de pé! Agora isto vai depender muito da sua fé. Quem tiver fé, vai cair de pé. Poderá ter um joelho ralado, um cotovelo ralado, mas cairá de pé. Nada lhe acontecerá. Agora quem ficar preocupado: “Ai meu Deus o entorno está caindo!”; é você vai cair junto com ele e eu não vou garantir a sua sobrevivência; porque você teve medo, você não foi capaz de segurar a sua mente.

Então para aqueles que continuam afirmando, que não conseguem meditar, vocês estão muito atrasados. Porque vocês vão precisar disso. E aí o que vocês me respondem? Vão começar hoje? Espero que sim. Então essa desculpa de que eu não consigo meditar para mim, não estou ouvindo nada. Vocês já foram suficientemente avisados. Daqui para frente, cada dia será uma coisa diferente. E a tendência é serem cada vez coisas mais piores. Cadê a fé, cadê a crença de que estamos todos ali ao seu lado e nada lhe acontecerá? Vocês serão postos à prova, todos vocês. Dizer apenas: “Eu acredito”, é muito fácil, são duas palavras. Agora confiar... Ah, já tem outro significado. Quando vocês falam: “Eu confio!”, Opa! Aí a energia é outra. Acreditar é fácil, agora confiar... “Eu confio que o meu Mestre me protegerá!”. E se vocês se entregam, vocês serão protegidos.

Acreditar apenas é muito pouco. É preciso confiar. Então não cabe mais aqui, essa historinha de não consigo meditar. Sinto muito, se você ainda continua com esse problema, você está com um grave problema. Então, acelere seu passo. Então como eu disse: é cada um por si. Se vocês estivessem todos reunidos no mesmo local físico, aí eu diria: “Vocês se ajudarão”, mas não estão. Cada um está num ponto do planeta, então é cada um por si. Vocês têm que aprender a se virar sozinhos. Ninguém aqui é criança, para ter a mamãe e o papai, um em cada lado do corpo, segurando a mãozinha de vocês. Vocês são bem grandinhos e bem adultos. Então ajam como tal.

Então a partir de Quarta-feira, iniciaremos a caminhada pelos raios. Estejam prontos, pois será uma viagem muito interessante. E tenho certeza, que cada um de vocês, vai entender um pouquinho melhor o que são exatamente os raios. E ao passar pelo último raio, que é o Violeta, e voltarem ao ponto de partida, que é o Azul; porque não é uma linha, vocês estão num círculo. Então o Violeta faz fronteira com o Azul; vocês verão que na verdade tudo é uma coisa só. É um misto de amor, fraternidade, esperança, fé, coragem, força e muita luz. Nada mais do que isso. Então aguardem.

Peço à cada um de vocês, que tenha papel e lápis, durante a meditação. Tenham um papel e lápis. Não, não precisa comprar caderno. É uma folha de papel e lápis. Na Quarta-feira, vocês saberão para quê.

EU SOU O ARCANJO MIGUEL! Estou com cada um de vocês. Mesmo que eu não seja o seu Mestre Espiritual. Quem confia em mim, tem a minha fagulha dentro do seu peito, lhe dando coragem e força para seguir essa viagem adiante.


712 visualizações1 comentário

CNPJ - 29.898.085/0001-59 - Anjos e Luz Terapias - RJ

Copyright 2020 - Anjos e Luz Terapias - Todos os Direitos Reservados à www.anjoseluz.com