Arcanjo Miguel - Temos que Decidir

Atualizado: 14 de mai.

Queridos! EU SOU O ARCANJO MIGUEL!

Iniciando uma nova semana. Uma semana em que posso dizer, que mais bênçãos chegam à este planeta. O Portal de Leão está aberto. As energias estão chegando, cada vez com mais vontade, cada vez com mais intensidade, dando a oportunidade à cada um de vocês, de pegarem este pequeno atalho. Não, não é um atalho de alma, é um atalho de caminhada; em que vocês podem pegá-lo e chegar um pouco mais rápido, aonde vocês querem. Como disse aqui, a meditação do dia 08/08 foi feita na Quarta-feira. Eu sei porque fiz daquele jeito e tenham certeza, todos vocês passaram pelo Portal. Quem esteve comigo naquela Quarta-feira passou pelo Portal e já está dentro deste atalho, pegando este caminho, um pouquinho mais curto, para chegar aonde querem.

É meus irmãos, os acontecimentos estão bastante acelerados. Se muitos de vocês ainda acham que nada está acontecendo; muito bem, continuem pensando assim. Nada muda, apenas se você começar a emanar dúvida, aí a coisa começa a ficar complicada. Mas se você tem confiança e não está preocupado, se está acontecendo algo ou não, está tudo certo. Para quem é mais curioso, ou vou até dizer, para quem gosta de estar mais participante, sabe que muita coisa está acontecendo. As surpresas são inúmeras, as decepções imensas, e vocês não viram nada ainda.

Não adianta, nós simplesmente irmos para a mídia agora, e começar a expor as pessoas. Não. Muito ainda há, para ser feito. Quando tudo for finalizado, aí sim, poderemos ir para sua mídia, mostrar toda a verdade. Ainda não é o momento. Muitos ainda estão sendo pegos de surpresa, porque acham que isso tudo é invencionice; coisas totalmente sem sentido e quando se veem, estão sendo alcançados. Tenho pedido aqui, tenho reforçado sempre: que vocês não julguem, que vocês não condenem, que vocês não crucifiquem ninguém. Muitos dos que estão aqui, estão lendo as Cartas de Cristo. A crucificação dele foi feita exatamente, para atender aqueles que não podiam perder o poder. Um inocente foi levado as vias de fato, apenas pelo poder.

Então entendam, que o que está acontecendo agora; é que todos esses que matam pelo poder, estão sendo pegos, estão sendo..., não vou usar a palavra julgados; estão sendo tratados da forma que têm que ser. Muito está sendo dito por aí, para quem já está lendo sobre algumas ações. E muitos, têm levantado a voz e nos julgado. Não julguem o que vocês não sabem. Não julguem o que vocês não entendem. Nada é o que parece. Posso dizer para vocês que nós – quando eu falo nós, eu englobo todos os seres de luz, mestres ascensionados, irmãos galácticos; todos, entendemos a morte de uma outra forma. Não como a forma que vocês veem. Morte para nós; é quando a alma morre, isto é morte. A perda da roupagem física para nós, não é nada. Vocês foram ensinados a amar e entender, que o fim desta roupagem física, é o fim de tudo. E não é.

A concepção da roupagem física, é outra para nós. Não nos apegamos, a esta roupagem que vocês têm, por isso não as vemos. Nenhum de nós, vê a roupagem que vocês têm. Nós vemos cada um pela energia, é desta forma que analisamos vocês. Não corremos o risco do julgamento que vocês fazem pela aparência. É claro, que vemos vocês humanos como humanos; mas isso para nós não diz nada. Não temos preconceito, não rimos, não apontamos o dedo, porque aquilo ali é apenas uma roupa; igual a roupa que vocês despem, quando vão tomar banho. Literalmente uma roupa das suas almas, nada mais.

É isto que nós vemos.

Então não nos julguem. Não nos coloquem no mesmo pedestal que esses que estão aí, que mantiveram vocês subjugados; pelo poder das drogas, do tráfico de pessoas, do tráfico de mulheres e crianças; pela violência. Não nos coloquem no mesmo pedestal. Então mais uma vez, digo à vocês que cuidado com julgamentos. Vocês não sabem nada. Então não nos julguem.

Vocês têm uma mente limitada, dentro do conhecimento de você. Muita coisa vocês não entendem. Então não julguem aquilo, que vocês não entendem. Mais uma vez eu vou repetir aquela frase, que tenho dito aqui nos últimos tempos: ou vocês confiam ou não confiam. “Ah, eu confio nele e, isso, isso e isso” “Ah, mas nisso aqui eu não confio”. Então vocês não confiam. Não abram a boca e digam que confiam. Porque quem confia, confia em qualquer situação. É o que muitos de vocês hoje, mais amadurecidos e com um entendimento maior, sabem que nada do que acontece em seu mundo, é culpa de Deus. Mas ainda tem muitos de vocês, que quando veem algo catastrófico, bradam aos céus: “Meu deus, porque isso!”. Esquecem, que ele não tem culpa de nada. Vocês atraem inclusive, todos os cataclismas do seu próprio planeta. Não culpem Deus por nada.

Então vocês bradam à todos: “Não, entendemos que tudo é culpa nossa”. Mas quando acontece algo terrível, você jogam a culpa para o Alto: “Por quê, meu Deus?” Não, a pergunta não é essa. E nem tem que haver pergunta; não tem que haver por quê. Aquele foi o resultado, da caminhada daquelas almas. Então, o que vocês têm que pensar numa hora dessa: é emanar toda a sua luz, para cada uma daquelas almas que estão indo, para que elas tenham discernimento, e façam a escolha correta. Porque muitas já haviam feito a escolha, mas podem mudar no meio do caminho, e tentarem um novo caminho.

Então é isso que vocês têm que fazer: emanar luz para as almas que estão indo embora, e emanar luz para aquelas que ficaram, para que elas tenham força, para se recuperarem. De que? Do resultado das próprias escolhas. A culpa não é de Gaia, a culpa não é de Deus, a culpa é de cada um que emanou aquilo ali, e que recebeu de volta. Eu já disse para vocês: cada um está aonde tem que estar.