Arcanjo Miguel - Somos Dependentes da Tecnologia

Atualizado: Jan 7

Queridos! EU SOU O ARCANJO MIGUEL!


Espero a cada dia, não apenas, passando broncas como vocês falam, pelas atitudes de vocês. Não é esta a minha intenção. A minha intenção é exatamente mostrar à vocês os pontos onde vocês têm que melhorar; esse é o objetivo. Não estou aqui, como vocês costumam dizer, apontando o dedo para ninguém, acusando ninguém, julgando ninguém; estou apenas relatando, mostrando, tudo aquilo que vocês foram envolvidos, e que se habituaram a viver de acordo com o meio. Eu entendo, que muito do que vocês vivem hoje foi acalentado durante muito tempo, justamente pelo aumento cada vez mais, dos sentimentos de baixa vibração.


Tudo muito bem orquestrado; tudo muito bem montado, planejado, por aqueles que queriam que vocês perdessem totalmente a força dos sentimentos de alta vibração. O que acontece se todos vocês começam a vibrar alto? Muitas coisas; evolução; acontece a evolução. Então isto não era permitido. Vocês não podiam evoluir porque não era o momento, não era a hora, e nem era interessante para eles, que vocês evoluíssem. Aí, nós vamos voltar a falar sobre aquele tempo, em que nós permitimos, e que foi decidido por nosso Deus Pai/Mãe, que este fosse um planeta escola.


E cada vez mais vocês foram se aprofundando nesses sentimentos, baseados naquilo que era apresentado à vocês. Entendo que muitas vezes para vocês é complicado, quando nós falamos que temos que respeitar o livre-arbítrio de vocês. Muitos entendem que nós simplesmente cruzamos os braços e ficamos olhando, vendo tudo acontecer, sem tomar nenhuma atitude; mas, posso dizer à vocês que é essa mesma a nossa posição; cruzarmos os braços e esperar que vocês acordem, e vibrem alto, para que possamos ajudar.


Então é desta forma que a sociedade chegou aonde está hoje. Sim, o planeta tinha que ressoar em Terceira Dimensão, então vocês tinham que viver todos esses sentimentos que estão aí; que vocês vivem hoje, e aliás vocês vivem com nota 10, porque vocês conseguem ressoar esses sentimentos em sua totalidade. Vocês já experimentaram todos; e muitos vocês gostam de experimentar, como os vícios. Esses trazem prazer, trazem conforto, um falso conforto de que ali vocês esquecem da vida, negando as consequências futuras.


Mas vocês se deixaram levar. Mais uma vez, vocês continuam se deixando levar por uma falsa esperança de melhora. Muitos de vocês não aprenderam aquela lição; aquela grande lição onde tudo isso começou. A grande maioria continua achando que pode fazer determinadas coisas sem nenhum prejuízo, nem à si e nem ao próximo.


Então vocês caíram novamente na armadilha. Deixamos que a própria evolução da espécie tomasse conta do meio, ou seja, vocês foram se tornando cada vez mais dependentes de tudo aquilo que foi criado; e a dependência é um sentimento muito ruim, muito baixo. Mas vocês caíram na armadilha, novamente. Muitos têm consciência, do grau de dependência que vocês estão da tecnologia. Muitos não; muitos acham que tudo é normal e que não estão doentes. Mas a grande maioria já está, porque vocês já amanhecem o dia com os aparelhos nas mãos.


Não, eu não vou nem citar aqui a energia que é emanada dele. Acho que vocês já estão cansados de saber que ali é um aparelho eletrônico, e todo aparelho eletrônico emite energias más; emite energias ruins. Quanto mais esse, que fica muito próximo de todos vocês. Muitos carregam perto do coração; péssima ideia, porque vocês estão alterando as ondas do órgão principal do corpo de vocês. Muitos carregam na mão, próximo do Chakra que tem na palma da mão; também nada aconselhável.


Então, se vocês me perguntarem: “Aonde vamos carregar o aparelho?”; em lugar nenhum. Era essa a minha resposta, é a resposta correta. Mas preciso entender que o mundo de vocês hoje só funciona dessa forma; é assim que vocês se falam. Vocês não se encontram mais; vocês só se falam pelos aparelhos. Aquele abraço, de Feliz Aniversário, aquela comemoração, aquele almoço, aquele jantar, já não cabe mais; agora tudo são mensagens, figurinhas, vídeos; o que vocês puderem mandar por ali vocês mandam, e está muito bom.


Ninguém lembra mais o aniversário de ninguém; deixam pela máquina lembrar; se ela não lembrar, acabou. Antigamente vocês tinham todos anotados numa grande agenda e vocês ficavam sempre aguardando o dia certo para desejar parabéns; para abraçar aquela pessoa; para desejar-lhe coisas boas. Hoje, vocês aguardam os aparelhos avisarem. E aí vocês mandam toda sorte de mensagens. Estar presente, estar ao lado, dar um abraço, mostrar que aquela pessoa importante, isso não é mais importante. Vocês deixaram isso de lado.


É meus irmãos, foi uma grande cilada; foi uma grande invenção; que realmente trouxe a maior separação que poderia acontecer no planeta. Jogada de mestre. Reconhecemos; foi uma grande jogada. Mas dizer para vocês, para que todos hoje abandonem os seus aparelhos, é impossível, pois toda a sua vida é dependente dele. Tudo foi feito para que vocês se tornassem totalmente dependentes deles; não há mais como vocês viverem sem ter esses aparelhos na mão. É trabalho, colegas, amigos, tudo está ali; e como eu já disse, até as suas crianças já estão sendo habituadas a ter um destes na mão. Grande absurdo, pois elas já estão sendo contaminadas com energias ruins, desde pequeninas.


Olhem o que vocês estão fazendo com suas crianças. “Ah, mas é um jeito delas ficarem quietas”. Realmente, vocês não têm mais paciência para brincar com as suas crianças; para esgotar a energia delas. Então vocês compram aparelhos e deixam a criança lá, só, brincando sozinha. Eu já falei sobre isso, não vou repetir. Mas percebam como vocês caíram numa grande cilada de novo. Apesar de vocês estarem muito próximos, porque os aparelhos permitem isso, vocês falam com alguém do outro lado do mundo em questão de segundos; vocês estão cada vez mais afastados uns dos outros, e possa até afirmar que muitas vezes dentro das suas casas, vocês já não se fala mais. Quando têm que falar manda mensagem pelo aparelho.


Olha a que ponto vocês chegaram! E depois reclamam que as famílias estão se dissolvendo; que as famílias não existem mais; que não existe mais o sentido de família; claro, porque o grande sentimento que movia isso tudo era o amor, a união, a amizade, que hoje só existe pelos aparelhos; não pessoalmente. Casos raros quando existe ao vivo. Então meus irmãos, e vocês se dizem prontos para irem para a Quinta Dimensão. “Ah, meu Arcanjo, mas assim você está cada dia desanimando mais a gente”. Não, eu não estou desanimando; eu estou mostrando a verdade. De que adiantaria eu não falar nada, e lá na frente, na hora “h”, eu dizer para vocês: “Olha, você não ganhou a passagem porque você era dependente de um aparelho”; e aí você vai dizer: “Poxa, mas por que que você não me disse isso antes?”; pois é.


Então eu estou aqui sendo o mais verdadeiro e o mais franco possível, para que vocês possam saber exatamente aonde têm que melhorar; aonde têm que mudar. Eu entendo, que simplesmente dizer para vocês: “Deixem os aparelhos de lado”; vocês não conseguirão, porque muitos usam para trabalho; e é desta forma que vocês se comunicam. Muito bem. Mas vamos tentar pelo menos, naqueles momentos, em que vocês não estão usando aparelho a trabalho; vamos tentar se policiar um pouco, vamos tentar tirar a dependência.


“Ah, mas é que às vezes a gente recebe mensagens importantes, urgentes, e se nós deixarmos de lado a gente não vê”. Muito bem. É, as razões são inúmeras. Vocês vão ficar aqui me listando um monte de razões para mudar a minha opinião. Eu não vou mudar. Vocês estão doentes; vocês estão totalmente dependentes. Esta é a verdade; a mais pura verdade. Criou-se uma dependência total desses aparelhos. Aí eu pergunto para vocês: “Como vocês farão, se um dia, toda essa tecnologia acabar? O que vocês farão? Será que vocês conseguirão saber o nome dos milhares de seguidores, como vocês chamam, que vocês têm em suas redes sociais, ou vocês saberão apenas o nome dos amigos, pelo menos aqueles que vocês consideram como amigos? Amigos reais, não amigos imaginários; porque aquele amigo que é ali apenas um nome, ele é um amigo imaginário; que vocês tinham quando criança, que vocês conversavam com ele, mas ele não existia.


Para vocês aquele é um amigo imaginário. Você não o conhece; nunca o viu pessoalmente; então é imaginário. O que vocês farão? Creio que será o desespero no mundo; e ouso até dizer, que vocês ficariam mais desesperados em perder os seus aparelhos, do que por exemplo, começar a faltar luz. “Ah, a luz, a gente dá um jeito”. Muito bem. Mesmo esquecendo todas as vantagens que a Luz traz à vida de vocês; mas os aparelhos não, esses não podem faltar. Por que vocês vão se sentir o quê? Vocês irão se sentir como? Sós.


Cadê os amigos? Tem algum aí ao seu lado? Não, não tem, porque todos estavam no aparelho. E aí você terá que se deslocar para poder ver cada um, ou então, voltar para aquele antigo aparelho, em que vocês se falavam, mas que não andava junto com vocês. Mas cadê o número? Como você vai ligar para uma pessoa que você não sabe o número? Complicado, não.


É meus irmãos, foi isso que vocês se tornaram; totalmente dependentes das máquinas. Se as máquinas acabarem vocês acabam junto. Pensem a respeito; pensem profundamente a respeito. Vocês não sabem qual tecnologia vocês terão no Mundo Novo. Será que vocês terão esses aparelhos nas mãos? Posso adiantar que não; porque não haverá vícios; não haverá dependência de nada. É claro que vocês terão comunicação, e muito avançada, mas não com dependência. As comunicações serão de outra forma. Como vocês vão reagir a isso? Vão ficar deprimidos porque vão perder aqueles milhares de “amigos”, que vocês tinham? Aqueles que têm milhões de pessoas, que ficam bisbilhotando a sua vida o dia inteiro, como vão se sentir? Em não poder se exibir para mais ninguém, em não poder ficar se mostrando a sua vida íntima para mais ninguém.


Meus irmãos, comecem a mudar. O mundo está mudando. O seu mundo irá mudar. Comecem a perder um pouco esta dependência, ou vocês vão sentir muito; vocês vão ficar totalmente perdidos; totalmente fora do ar. Então pensem a respeito. O que vocês podem fazer hoje, para estar com seus amigos ao vivo? Não através do aparelho. Viver as amizades ao vivo, com todos os sentimentos que elas trazem: alegria, tristeza, discussões, pontos de vista diferentes, gostos diferentes, aprendizados diferentes. Isto é uma amizade ao vivo.


Acho que vocês estão perdendo até a capacidade de conversar com o outro, ao vivo; porque por trás de um aparelho, vocês falam o que vocês querem; vocês se tornam poderosos; e ao vivo, vocês têm que pensar duas vezes, antes de falar. Interessante. É uma forma interessante de ver a vida.


Então meus irmãos, dizer para vocês larguem os seus aparelhos, eu reconheço que eu não posso; porque vocês têm toda uma vida aí dentro; mas procurem, procurem ir se desapegando aos poucos; procurem ir se afastando; imponham determinados tempos no dia longe dele; afastem-se dessa energia por um tempo durante o dia. Não durmam com ele em suas camas. Isto é um absurdo; além de perigoso, vocês estão recebendo toda a carga de energia, e posso dizer uma coisa para vocês, esses aparelhinhos não foram criados por seres de luz. Então eles têm toda uma tecnologia própria para envolver vocês. Se vocês dormem com eles, o que acontece? O seu sono já está invadido. Deixe-os o mais distantes possível de vocês durante o sono; não perto. Usem próximo ao corpo, o menos tempo possível, não andem com eles nas mãos; vocês tem os Chakras nas palmas das mãos, que são invadidos por essa energia; desequilibrados. Use-os o mais longe possível do corpo. Se pudesse usar no pé, seria interessante; não na sola, mas não próximo ao corpo; muito menos perto do coração.


É meus irmãos, eu não estou sendo alarmista. Eu estou mostrando uma verdade que todos vocês conhecem. Nada do que eu disse aqui, é novidade para vocês. Só que vocês não querem aceitar. Mas a escolha é de vocês. Vocês querem realmente se preparar para ir para a Quinta? Ótimo, então comecem a tomar as posturas corretas. Vivam a vida ao vivo, não através dos aparelhos. Vocês têm que viver, interagir, olho no olho; vocês estão se tornando medrosos e audaciosos. Medroso, porque não conseguem mais encarar ninguém de frente, e audaciosos porque fazem o que querem por trás dos aparelhos, achando que nada tem resultado, nada tem consequência. Ambos estão errados.


Livrem-se deste vício meus irmãos; usem os aparelhos; eu sei que vocês têm que usar; mas não de uma forma dependente. Não de uma forma em que vocês não possam ficar sem eles um minuto. Usem-os, de forma consciente; e principalmente tentem conhecer os seus amigos; os tais, aqueles, que vocês colocam nas suas redes sociais. Conheçam gente nova; aprendam a conviver com novas formas de pensar, ao vivo. E quando vocês estiverem se divertindo, avisem aos seus responsáveis: “Vou ficar ausente por um tempo. Estou aqui me divertindo e deixem o celular de lado”.


Todos saberão que você está ali; está se divertindo. Não fiquem olhando, de um minuto em um minuto, para ver quem lhe mandou mensagem. Quem mandou, vai esperar. Vocês têm que dar satisfações, muitas vezes, quando vocês são jovens, aos seus responsáveis. Então fale: “Estou aqui. Se quiser falar comigo, ligue”. Porque até isso vocês estão perdendo. Vocês não ligam mais para ouvir a outra voz do outro lado, como faziam antigamente quando estavam distantes. Mas pelo menos você ouvia a voz da pessoa; você ouvia a alegria dela de ouvir a sua voz também.


Então combinem isso. “Quem quiser falar comigo, urgente, ligue; porque mensagem eu vou responder, quando eu puder”. Pronto. Comecem a impor um limite, até nos seus amigos. E vocês vão ver, como que as coisas vão ficar muito mais interessantes, e vocês terão tempo de viver; terão tempo de conversar, olho no olho, cara a cara, e vão perdendo essa dependência que vocês estão.

Lembrem-se, vocês caíram na cilada novamente.


EU SOU O ARCANJO Miguel! Estou aqui, trazendo a verdade; aquilo que não é bonito de se ouvir, mas que é necessário nesta etapa da evolução de vocês.


201 visualizações
  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook Social Icon

CNPJ - 29.898.085/0001-59 - Anjos e Luz Terapias - RJ

Copyright 2016 - Anjos e Luz Terapias - Todos os Direitos Reservados à www.anjoseluz.com