Arcanjo Miguel - Somos Almas Poderosas

Atualizado: 6 de mai.

Queridos! EU SOU O ARCANJO MIGUEL!

Retomando o nosso assunto de ontem e enfatizando o que disse ontem no nosso encontro ao vivo. Hoje eu quero falar um pouco, sobre, como cada um de vocês se enquadra nesse processo todo. Eu gostaria que cada um de vocês, a partir de agora deste momento, que você está ouvindo este áudio, que você repetisse para você mesmo: 3 vezes: EU SOU UMA ALMA PODEROSA! EU SOU UMA ALMA PODEROSA! EU SOU UMA ALMA PODEROSA! E eu gostaria que cada um de vocês, acreditasse nisso que está dizendo. Não dizer apenas como: “Eu gosto de banana!”. Porque aí não tem efeito nenhum, tem que ser dito com muita convicção, acreditando no que vocês estão dizendo.

O que eu quero com isso? Dizer para cada um de vocês que... sim, vocês são almas poderosas. Todas vocês sem exceção! Não importa se são almas que vêm da Décima, da Nona, da Oitava, da Sétima, da Sexta, da Quinta, da Terceira; todas têm poder! Este poder ao qual me refiro, é o poder inerente de cada alma, é o poder inato de cada alma. Então não importa a dimensão em que a alma está, ela tem este poder. E qual seria este poder? Ser exatamente o que ela quer ser!

Quando a alma decide algo, ela vai acreditar naquilo, vai pensar naquilo, vai querer aquilo, e terá o poder de transmutar tudo à sua volta, para que aquilo aconteça. Este é o poder de cada alma; de todas as almas. Como vocês podem perceber, é um assunto que podemos desmembrá-lo em meses, falando aqui. Tentarei ser o mais sucinto. O mais importante neste ponto é que nenhuma alma é criada para o mal. Nenhuma alma é criada para ter poder sobre outra alma. Esta não é intenção de Deus Pai Mãe. As almas sempre são criadas com um quantum de amor 100%.

Mas o que acontece? A alma sofre todo tipo de testes, exatamente para que a alma evolua. Então é como eu disse para vocês, uma alma de Primeira, de Segunda, sofre muito. Porque ela não conhece nada, ela nunca viveu nada, ela está como um cego tateando no escuro, a respeito do que terá para fazer. É como se ela aprendesse na tentativa e erro; e posso dizer à vocês, que os erros são muitos; pouco sucesso; muitos erros. Então algumas almas deixam aquele amor 100% nortear o seu caminho, definir a sua estratégia de caminhada. E por mais que ela fracasse, por mais que ela erre, ela sempre continua acreditando que tudo aquilo é para sua evolução.

Podemos dizer que a alma também tem instinto, exatamente como os animais. Ela sabe que está em evolução, ela sabe o que tem que fazer para se manter viva, para se manter evoluindo. Não tentem aqui ligar alma e corpo físico; eu estou falando de alma. Então a alma faz a sua caminhada de evolução. Da mesma forma do exemplo anterior, que a alma deixou o amor sobressair e guiar o seu caminhar, existem aquelas que se revoltam.

Aí vocês podem perguntar: “Mas de onde vem este sentimento, se ela é 100% amor?”. Todas as almas vêm providas de todos os sentimentos; elas não são simplesmente 100% amor, porque senão, não haveria evolução, haveria acomodação. Porque tudo que acontecesse para a alma estaria ótimo, tá tudo certo, tudo tranquilo. E ela iria ficando naquilo ali. Ela apenas não deixa que aquele sentimento que surgiu ali, de raiva, de insatisfação, de fracasso, prepondere sobre a sua caminhada.

Mas todas as almas vêm com o pacote completo, com todos os sentimentos que vocês conhecem. Apenas, como as almas tratam esse sentimentos, é que traça o caminhar daquela alma. Então algumas almas, não encaram as lições com amor, encaram tudo aquilo com muita raiva. “Por que eu estou passando por isso? Eu sou poderosa, por que eu preciso passar por isso?”. Não entende que isto é a evolução. E aquela alma, começa a se tornar um pouco revoltada. Aquele quantum de amor 100%, já está começando a baixar dos 50. Então ela já não vibra mais amor, ela vibra qualquer outro sentimento negativo, e o amor, vai ficando esquecido. Ela toma uma trilha de sentimentos negativos, desde o seu início. E é claro nenhuma alma viva só. As almas não são largadas nos orbes para viverem só. As almas são sempre colocadas próximas uma das outras, exatamente para poder também viverem outros sentimentos: do amor ao próximo, da solidariedade, do companheirismo, do egoísmo, da maldade, da inveja, do ódio, do ciúme. Esses sentimentos nenhuma alma teria sozinha, ela tem que ter junto de outra.

Então o próprio meio em que a alma vive, vai também criando a sua condição de caminhada. Vai criando a sua perspectiva de caminhada. Então é dessa forma meus irmãos, que as almas se tornam más, no sentido da palavra que vocês conhecem; se tornam malignas. Vocês podem perceber que existe aí, uma figurinha que vocês já conhecem, que é o ego. Existe a questão da sobrevivência e o ego vem dela. Então podemos dizer que o ego está em toda a parte. O ego não é um sentimento. Ele é aquele bichinho que fica cutucando a alma o tempo todo, para que ela faça alguma coisa. É como se você tivesse dentro de você um bichinho chato, que fica cutucando o que vocês têm que fazer a todo momento. Esse bichinho está ligado àa consciência humana. Aí eu já estou falando de almas reencarnadas. Então vou voltar um pouco.

A alma já estava naquele caminho de indignação, insatisfação, fracasso. Mas ela seguia sua caminhada, apenas delineando as lições que teria que seguir. E ela vai passando por lições, para que seja modificado aquele caminhar, para que ela volte a ter aquele quantum de amor elevado. Aí chega o momento, daquela alma assumir uma roupagem. Aí é aonde a coisa complica, porque dentro desta roupagem aparece uma coisa nova: a consciência. Porque aquela roupagem, não é simplesmente uma roupa, é uma roupa que pensa. Então é como se a alma estivesse dentro de um robô, com inteligência artificial. Ou seja, o robô absorveu tudo que a alma trouxe. Quando a alma assumiu aquele robô; ele aprendeu tudo que a alma sabia; só que a partir daquele momento, ele passa a comandar; porque ele pensa.

Então a consciência