Arcanjo Miguel - Perg e Resp 55

Queridos! EU SOU O ARCANJO MIGUEL!

Vamos hoje a mais um grupo de perguntas e respostas. Antes de iniciar, gostaria de deixar um pequeno recado: Muitos de vocês estão fazendo inúmeras perguntas referentes aos seus Mestres. A resposta será única aqui: não adianta vocês mandarem perguntas... porque viu A e viu B, mas achava que era C ou D. O que vocês estão esperando, que eu diga, que é A ou B? Essa é uma jornada individual. Cada um deverá buscar o seu Mestre. Eu tenho repetido isso muitas vezes aqui.

Então todas as perguntas que chegaram e que chegarão, me falando sobre Mestres, simplesmente serão ignoradas. Não adianta vocês mandarem. Não adianta. Se eu for responder o entendimento de cada um, não responderei mais nada. Então este assunto está encerrado aqui, definitivamente. Então qualquer pergunta deste tipo, não será mais respondida. A caminhada é de cada um. Ouçam os vídeos e vocês terão as suas respostas. Vocês não ouvem e ficam perguntando aquilo que já foi dito. Então é apenas um aviso. Vamos iniciar.

Pergunta: Eu poderia dizer que esse fractal nosso, aqui em Terceira Dimensão, seria o último nosso, em baixa vibração?

Arcanjo Miguel: O que você entende como o último? Existem várias interpretações. Aqui neste momento no planeta, não existem mais fractais em dimensões mais baixas. Este é um ponto. Dizer para você que este é o seu último fractal em Terceira, não, não posso afirmar. Porque você poderá ascender para a Quinta e não permanecer lá e voltar para a Terceira. Como também você poderá não ir para a Quinta e permanecer em Terceira. Então nada posso lhe afirmar.

Pergunta: Quando criança tinha o terceiro olho desenvolvido. Com 8 anos vi um irmão em sofrimento, me assustei e fui aconselhada a pedir para não ver mais. Agora então se pedindo com sinceridade, tudo voltaria?

Arcanjo Miguel: Este é um ponto interessante e que pode estar acontecendo, com muitos de vocês que fizeram este decreto: “Eu não quero ver mais!”. E como eu já disse aqui, isto é respeitado. Agora vocês querem voltar a ver. Muito bem. Não existe uma receita, não existe um procedimento. Existe sim um pedido do fundo do coração, com muito amor, com muita humildade, explicando o porquê que vocês fizeram. Neste seu caso; você era uma criança, não tinha ainda a mentalidade de tomar as suas próprias decisões. Então não será difícil você recobrar. Apenas peça com muito amor, com muito entendimento do que está acontecendo. Então cada caso, será um caso. E cada caso, será analisado de acordo com cada caso.

Pergunta: O que pode dizer a respeito de médiuns, que possuem a mediunidade como missão de vida, a fim de resgatar carmas de vidas passadas? Vindo a ser sacerdote de Umbanda, trabalhando em terreiro de Umbanda junto aos guias, incorporando, trabalhando com desobsessão entre outros trabalhos espirituais. É realmente algo que o espírito escolheu fazer antes de encarnar? Ou ele tem escolha de mudar o caminho quando encarnado, e equilibrar seus carmas de outra forma?

Arcanjo Miguel: Você misturou duas coisas aí. Um ponto é a sua ação; a sua alma escolheu participar disso, porque foi orientada a isso. Não vou entrar mais nesse assunto. Vocês foram ensinados a ajudar outras almas dessa forma. Isto também já foi explicado aqui. Se existe outra forma de quebrar os carmas das pessoas, de vidas passadas? Atualmente sim, muitas outras. Depende da evolução de cada um; aonde cada um busca a cura dos seus problemas, seja dessa vida ou de vidas passadas. Então aí existe uma grande mistura, entre crenças e religião. Nada é definitivo. Existem muitas formas de chegar ao mesmo lugar. Como chegar lá? Depende da escolha de cada um. Quanto ao espírito mudar de caminho enquanto encarnado, é decisão dele. O livre-arbítrio é dele, não existe obrigação de nada.

Pergunta: Em vários rituais, como o ritual de cura do Arcanjo Rafael e no procedimento para Retirada de Chips e Implantes, alguns decretos são repetidos sete vezes. Qual a importância do número 7 para o Universo?

Arcanjo Miguel: Dentro do conceito de vocês, tudo tem início e tudo tem fim. Para nós não existe início e fim; para nós existe o momento. Nada começa e nada acaba, tudo se transforma e tudo continua. Mesmo uma energia que é eliminada, ela é dissolvida no Universo e se transforma em outra coisa. O número 7 podemos dizer, que é um ciclo completo, mas não de início e fim. É um ciclo, em que quando o último no conceito de vocês acaba, o próximo já está se iniciando. Por isso que usamos tanto o número 7 e o número 9. Eles estão muito presentes em toda a Geometria Sagrada do Universo. Então podemos dizer à vocês que é o equilíbrio, é um ciclo completo. Apenas isso.

Pergunta: Numa mensagem postada, o Arcanjo comenta que a verdade está escrita na Terra e guardada por humanos, que sabem onde ela está. E que essas verdades aparecerão e tudo será revelado, na sua mais perfeita origem. Sendo assim podemos considerar, que ainda existem outras verdades, para além daquelas reveladas pelas Cartas de Cristo?

Arcanjo Miguel: Eu diria para você começar a se atualizar no seu mundo. O seu mundo não são só as Cartas de Cristo. Ali é um caminho espiritual que Sananda está propondo, à cada um de vocês. As demais verdades, não podem estar ali. Porque são muito sujas, são muito aterrorizantes para estarem num livro tão maravilhoso. Busque a verdade. Acho que você está um pouquinho desatualizado.

Pergunta: Ao exercer o amor incondicional no procedimento do Perdão, sinto que alguns ofendidos ou ofensores, não estão abertos para recebê-lo. E por vezes, me sinto um tanto desencorajada em continuar tentando. Devemos continuar mesmo assim? Ou é possível que tenhamos amor incondicional por nós mesmos, e que esse amor não seja oriundo somente do ego?

Arcanjo Miguel: Eu já disse isso aqui várias vezes. O perdão e o pedido de perdão, tem que vir do coração de vocês. Não importa o que acontece do outro lado. O que acontece do outro lado é problema do outro, não seu. O seu coração está pronto para eliminar aquilo. Então não existe isso de desanimar-se em efetuar esses procedimentos. Eu já disse isso aqui, perdoar não é amar o outro fervorosamente. É simplesmente numa próxima oportunidade, pensar nele com amor, sem qualquer tipo de ressentimento. Aí eu vou lhe dizer que o seu perdão funcionou, caso contrário, vocês não conseguiram atingir o ponto certo.

Pergunta: Que pode dizer sobre o nosso tempo, não ter mais 24 horas e sim 16 a 14 horas? Realmente sinto que o tempo está a passar muito rápido. Ouvi dizer que isso vai continuar até 2021.

Arcanjo Miguel: Sim, ali vocês caíram numa linha do tempo muito mais acelerada do que vocês estão acostumados. Só que os seus relógios, acompanham tal aceleração. É só isso.

Pergunta: Fiquei 15 anos numa filosofia de vida japonesa, no qual o homem é filho de Deus. Fomos ensinados que nossa prosperidade, depende da harmonia conjugal e culto aos nossos antepassados. Agora que conheci seus ensinamentos, acho que não depende disso, mas sim do nosso amor incondicional. Gostaria que falasse um pouco sobre isso, os nossos antepassados e nossa harmonia conjugal.

Arcanjo Miguel: A relação de vocês com seus antepassados é enorme. Pensem na árvore que vocês têm para trás. Ela é imensa, e vocês não teriam nem condições de montá-la, tamanho o número de vidas que vocês tiveram aqui. Eu já expliquei que vocês carregam pequenos pacotinhos, de todos aqueles que vieram para trás. E com certeza isso influencia na vida de cada um de vocês. Porque são culturas, crenças, pensamentos, que podem ajudar ou prejudicar. Como resolver isso? Mudando a sua consciência, não acreditando que aquilo que lhe foi dito, é o verdadeiro. Mudando a sua forma de pensar. Quanto a harmonia conjugal, eu não vou falar sobre isso especificamente. Eu apenas vou dizer, que uma casa harmônica, atrai luz, atrai amor, saúde, prosperidade, abundância. Atrai tudo que é bom, não apenas o casal. De que adianta o casal ser extremamente feliz, e entre os filhos não haver harmonia, o que adiantará? Então existe o Todo, não apenas dois. É só isso.

Pergunta: Lendo as Cartas de Cristo, nos deparamos com situações, onde encaixamos no nosso dia a dia, conosco ou com familiares. Isso seria, por que estamos iniciando uma conexão com a Consciência Universal? Ocorre uma conscientização do Todo? A leitura está fazendo essa conexão quando a aplicamos?

Arcanjo Miguel: Posso dizer a você o seguinte: as Cartas de Cristo contêm a energia de Sananda. Então quando vocês leem aquelas palavras, ou ouvem, a energia dele conecta vocês à realidade. Para que vocês consigam fazer um paralelo, entre o que ele está falando e o seu próprio mundo. E isto é maravilhoso, porque ele consegue exatamente isso que você falou; essa conectividade com o Todo, com a sua vida real. E assim vocês conseguem perceber e entender, mais profundamente o que ele está falando.

Pergunta: Ultimamente venho tendo muitos sonhos, que sinto serem regressões. Existe alguma possibilidade de eu ter enviado, uma maldição falada à pessoas da família numa vida passada? E desejar que ela pagasse o mal que estava me fazendo, naquele momento? E nesta encarnação atual, estas mesmas pessoas estarem muito doentes? Sinto que fui uma feiticeira das trevas. E praguejei contra minha mãe e meu irmão, que hoje estão muito doentes, e vi isso nos últimos sonhos. Gostaria de saber se é possível? E o que posso fazer para dar uma contribuição, para que eles consigam se libertar do mal que causei?

Arcanjo Miguel: Eu não vou entrar a fundo, sobre o problema que você apresentou. Eu diria que você está colhendo o que você plantou; o que a sua alma plantou. Apenas isso. Não vou afirmar, que aqueles seres que você fez lá atrás, são as mesmas almas que estão aqui agora. São outras almas, mas que receberam toda essa carga dessa lição, que você tem que passar. E eles por sua vez, têm alguma coisa a aprender com esta lição. Então o que você pode fazer? Peça perdão. Peça perdão à aquelas almas que você fez lá atrás, que você não sabe quem é. Mas peça perdão. Peça perdão por tudo que você causou. E nesta encarnação atual, o que você pode fazer pelos seus parentes? Envolva-os em luz e peça perdão à eles também. Se você fizer tudo isso de coração, o que for a causa para a sua lição, será terminada. Agora não quer dizer, que a doença deles sumirá, porque tem alguma lição para eles também.

Pergunta: O que é o dom das línguas pelo Espírito Santo? Falar uma língua estranha, da qual não percebo o quê estou a dizer? Pode falar mais sobre a língua estranha pelo dom do Espírito Santo?

Arcanjo Miguel: Meus irmãos, o que é o Espírito Santo? Eu já expliquei aqui, ele não é uma entidade, é uma energia que pode ser representada, por qualquer um que tenha muita luz. O Espírito Santo fala? Ele é encarnado? Não, ele não é, ele é uma energia. Então ligar línguas ao Espírito Santo, vamos começar a quebrar essas crenças. As línguas são dos humanos, não dos espíritos. Se vocês falam uma língua que não conhecem, é porque sua alma falou esta língua um dia, e ela está tentando se fazer ouvir. Apenas isso. Não ponham no Espírito Santo nenhum tipo de atuação neste nível, porque isto é uma coisa humana. E não é ele que dá este dom; este dom é da sua alma. Em algum dia ela falou essa língua. É só isso.

Pergunta: Na Quinta Dimensão as várias línguas estrangeiras e dialetos pelo mundo existentes, irão se manter? Se assim for, iremos ter a capacidade de falar em múltiplas línguas?

Arcanjo Miguel: Eu já disse isso aqui e vou repetir: na Quinta Dimensão vocês quase não usarão a voz, usarão a telepatia. E ela sim será Universal. “Ah, mas como nós vamos nos entender?”. Vocês verão. Nada vou dizer agora. Eu já disse isso aqui e vou repetir: Vocês ficam tentando fazer perguntinhas capciosas, para ver se eu caio. Nada em relação à Quinta Dimensão eu vou dizer. Se vocês escutam por aí, que vai ser assim ou assado, muito bem. Eu não direi. Aqui eu não direi. Então não percam seu tempo, em fazer esse tipo de pergunta.

Pergunta: Recentemente escrevi um livro e ao escrevê-lo, senti que me elevei ao amor incondicional. Contudo a minha questão, é que quero muito levar esse amor que senti ao escrever, aos irmãos do planeta. Mas me pergunto se na Quinta Dimensão, estaremos nós a ler livros ou se já teremos de imediato a sabedoria divina? E nesse caso, os livros deixarão de ser existentes?

Arcanjo Miguel: A sua pergunta foi respondida acima.

Pergunta: Como podemos saber, se estamos na situação de auxiliar outra alma? É desse tipo de situação, que surge os contratos de alma? Essa ajuda a outra alma vai até que ponto? No caso dela não querer ajuda, o contrato é desfeito?

Arcanjo Miguel: O que é um contrato de alma? Um contrato de alma é alguma coisa feita entre uma ou mais almas, que se predispõem a voltar em encarnações juntas, para cumprir um determinado propósito. Vocês enquanto encarnados, têm o livre arbítrio e o mais importante, esquecem de tudo. Então aquele contrato que um dia foi feito, a outra alma pode estar do seu lado e você não se lembrar de nada. Como descobrir se existe um contrato? Somente de acordo com a sua caminhada; você for percebendo que aquela alma lhe diz algo; e que você tem alguma coisa a ser cumprida, junto com ela ou junto à ela. Dizer que se ela não quer a sua ajuda, o contrato será desfeito? Não, porque ela está apenas agindo de acordo com a consciência humana. O contrato é de alma, não é de consciência humana. Então o contrato permanecerá até o dia que as duas almas se lembrem e façam valer aquele contrato. Somente assim o contrato será encerrado. Saber se você está na situação de ajudar outra alma? Não há como me responder, a situação lhe dará a resposta.

Pergunta: Se somos atraídos e repelidos pela energia do outro, no caso de sermos almas auxiliares de outra alma menos evoluída, ou de sermos auxiliados por almas mais evoluídas; existe o risco de sermos sugados enquanto auxiliares ou sugarmos a energia da alma auxiliar?

Arcanjo Miguel: Em primeiro lugar, quem suga a energia de quem? Vamos lá, vamos pensar um pouco. Se você é uma alma de luz, você jamais vai sugar a energia de alguém. Se você pode até por equilíbrio da própria existência, equilibrar a sua energia com uma outra alma, isto não é maldade; isto é a lei do Universo. As energias se aproximam, e se equilibram com o passar do tempo. Não há maldade nisso. Este é outro ponto. Então não existe essa história de porque você está auxiliando uma outra alma, ela sugar a sua energia. Não entendi muito bem aonde você quis chegar. Todos vocês se equilibram entre si. Se você se refere às almas vampíricas, que sugam a energia de outras, aí é outro assunto. Porque existe esse tipo de alma, não como vocês veem no cinema; mas existem. Agora o fato de você ajudar uma alma e achar que ela está lhe sugando; então você tem que perceber se ela é uma alma vampírica, ou se simplesmente você está se equilibrando com ela. E aí o que fazer nesses casos? Se vocês estão protegidos, com todas as armas que eu já lhes dei, nada lhes acontece. Então vocês têm apenas que se cuidar

Pergunta: Só auxiliamos, somos auxiliares, de almas encarnadas?

Arcanjo Miguel: Não, você pode através de alguma técnica, auxiliar uma alma que já não está nesse mundo. Desde que você tenha consciência do que está fazendo. Não existe essa limitação.

Pergunta: Hoje com tantas ferramentas e informações que chegam pela Internet, é fácil ficar o dia todo ocupado com assuntos sobre espiritualidade. Algumas pessoas, podem dedicar o dia à todas essas informações. E os familiares podem não concordar com isso e achar que a pessoa está ficando maluca, com tanta devoção à esse tipo de assunto. O que você diria para quem está tendo esse tipo de comportamento, e começando a ter problemas em casa por causa disso?

Arcanjo Miguel: Então vou lhe fazer uma outra pergunta: quando você fica 100% do seu dia, com este aparelhinho nas mãos, você também não causa problema com a sua família? Quando você fica ligado na televisão, vendo novela, fofoca, crime, violência, todo tempo, sem dar vazão ao restante da sua família, você também não cria problema? Então parem de colocar nas costas da espiritualidade, os problemas que vocês estão atraindo. Tudo tem que ter equilíbrio. Então não é a espiritualidade que está lhe trazendo problema, o problema é o seu desequilíbrio. Você mesma acabou de dizer, que fica o dia inteiro buscando na Internet os assuntos. E o resto? Então não culpe a espiritualidade, culpe o seu próprio desequilíbrio, que não sabe limitar as suas ações. E isto vale para qualquer coisa, para quem fica no aparelho dia inteiro, para quem fica colado na televisão o dia inteiro, para quem joga o dia inteiro. É a mesma coisa.

Pergunta: Por que Jesus veio como homem? Ele poderia ter vindo como mulher, se assim fosse melhor para época e para a missão dele?

Arcanjo Miguel: Pergunte diretamente à ele. Sananda já foi muito claro nas Cartas de Cristo; que qualquer dúvida que vocês tenham, perguntem à ele. Então esta resposta quem vai lhes dar é ele, não eu.

Pergunta: Você pode falar um pouco, sobre a preparação do planeta, para receber ele aqui?

Arcanjo Miguel: Pergunte à ele também.

Pergunta: Lembro que em uma pergunta sobre Maria Madalena, você disse que se Sananda não falou nada, por que você falaria! Mas sem querer desrespeitar você, e correndo risco de ter a mesma resposta; eu gostaria de saber se você poderia falar da ligação dela com mãe Maria. Elas devem ter passado muito tempo juntas. Por um acaso, elas ainda estão próximas? Maria Madalena é Mestra Ascensa?

Arcanjo Miguel: A verdade de Maria Madalena, ainda será revelada. Não é o momento ainda. E não, eu não vou lhe responder.

Pergunta: Quando alguém me conta um problema, ou expõe uma situação, para eu falar sobre ou refletir sobre, eu acabo julgando a situação. Para saber como me colocar ou para saber o que posso falar para a pessoa. Mas agora pensando em não julgar, eu fico me perguntando: é melhor ficar quieto, só me manifestar quando tiver algo positivo para dizer? Mesmo que para isso eu precise julgar? Ou minha preocupação precisa estar em equilibrar a energia do que sai da minha boca, independente de como eu penso?

Arcanjo Miguel: Meus irmãos, realmente vocês têm esse péssimo hábito. A pessoa está lhe contando uma história e vocês já estão julgando: “Ah, eu não faria assim! Ah, por que que ela fez isso? Ah, não, ela tá errada!”. Então se vocês não têm a capacidade de ouvir, sem julgar, digam apenas: “Olha, olha, não vou lhe ouvir, porque eu não sou isento para não lhe julgar. Então eu prefiro não lhe ouvir. Eu não vou ter condições de lhe ajudar”. Pronto, acabou. Se vocês julgam internamente, criticam, nem escutem o que a pessoa irá dizer. Vocês não estão prontos para ouvir ninguém. O dia que você ouvir uma pessoa, ela contar uma história e ficar isento; e dizer apenas para ela: “Busque no seu coração a sua resposta”. Conselho? O que é dar um conselho? É dar a sua opinião: “Olha, eu vou lhe dar um conselho: faça assim, assim, assim”.; O que você está fazendo? Dando a sua opinião, que você faria naquela situação. Então não existe conselho, existe você mostrar um caminho: “Olha, ouça o seu coração, procure se apegar aos seres de luz. Encontre um que você confie e peça ajuda dele”. Acabou. Isto não é conselho. Isto é um caminho. Então se vocês não são capazes de ouvir sem julgar, e de dar opinião sem ser um conselho, não façam nada. Apenas digam: “Não tenho condições de lhe ajudar”. Pronto, acabou; “porque eu não sei ser isento”. Se a pessoa pedir. “Não, mas eu quero a sua opinião!” Ah, aí você pode até dar a sua opinião, mas tenha certeza que você já estará julgando.

Pergunta: Sei que você vê com carinho, o apego emocional que temos com pessoas próximas. Esse tipo de sentimento, pode prejudicar muito, alguém que chegue à Quinta Dimensão? Em resumo a falta de alguém, ou um apego emocional criado com alguém aqui na Terceira, pode prejudicar alguém que chegue até a Quinta? Ou alguém que possui muito apego aos familiares amigos e bens materiais, nem conseguiria fazer a transição da Terceira para a Quinta?

Arcanjo Miguel: Este assunto já foi muito repetido aqui. Convido à você, a ouvir novamente o que eu já disse a respeito. Cada alma é uma alma. Não existe alma, desdobramento de outra alma, porque é filho. Então eu só posso dizer a vocês o seguinte: eu já ensinei à vocês, colocarem todos os seus familiares, amigos, bichos, quem vocês amam, dentro de uma bolha de luz. Para que estas pessoas, recebam a onda de despertar mais facilmente. E possam escolher pela caminhada da ascensão. Agora aquelas que não escolherem, não adiantará você fazer nada. Então se isso é uma coisa, que ainda está pesando em seu coração, procure resolver. Porque não é porque você a ama, que ela vai. Agora se você a ama, e este apego é tão grande, a ponto de você abrir mão da sua ascensão para ficar com ela; eu volto a repetir e é bom lembrar: vocês não irão juntos, cada um irá para um ponto. Porque as caminhadas terão que ser diferentes. Então de que adiantará você abrir mão da sua ascensão, por alguém que não ficará ao seu lado? Pensem muito a respeito. Aí muitos poderão dizer: “Mas isso é ser egoísta!”. Não, cada alma está pensando na sua própria evolução, isso não é egoísmo, é evolução. Se eu dissesse para vocês assim: bom, vocês terão uma grande nave, em que vocês poderão entrar e ir para outro orbe, mas continuando em Terceira e vocês deixassem a pessoa amada aqui, aí eu diria que é egoísmo, porque você está indo embora e largando ela aqui. Mas vocês não estão fazendo isso, vocês estão ascendendo para uma outra dimensão. Que se aquela outra alma não quer ir, não é problema seu, é dela. Então volto a afirmar e quero que muitos de vocês pensem isso: se vocês abrirem mão das suas evoluções, por almas que permanecerão em Terceira, não aqui, fora do planeta, vocês não permanecerão junto à elas! Vocês reencarnarão em outros orbes, um completamente distante do outro. E vocês não vão saber aonde eles estão. Então pensem. Vale a pena? Então comecem a trabalhar esse sentimento. Vocês estão fazendo tudo que é possível; que é colocá-los na luz, para que eles tenham oportunidade de entender e de ascender junto com vocês. Perfeito! Agora se eles escolhem outro caminho, também a decisão será de vocês.

Pergunta: Em alguns momentos nas Cartas, o entendimento parece de fácil compreensão, mas em outros, já não é tão fácil assim. Isso abre formas de entendimento e compreensão sobre o mesmo assunto. Estudar as Cartas de Cristo em grupo, expor nossa opinião ou fazer uma reflexão, de acordo com que a gente entendeu, ajuda? Ou complica mais esse entendimento para algumas pessoas? Na sua opinião, como seria uma forma adequada dos estudos das Cartas? Para quem está tendo dificuldade de entender alguns pontos ou assuntos, o que você diria para essas pessoas?

Arcanjo Miguel: Eu diria o seguinte: qual é o propósito das Cartas? É cada um de vocês, trilhar aquele caminho, junto com Sananda para a evolução. Colocar a sua própria opinião é bom e ruim. É bom, porque muitas vezes, pode ajudar aquela pessoa, a ver um aspecto que ela não havia visto. E é ruim, porque, vamos dizer, fazer com que a pessoa, seja influenciada pelo que você disse, e não necessariamente você tem a razão.

Então eu diria para cada pessoa, que tem muita dúvida do que leu: não é ninguém que ela irá buscar resposta. Isto Sananda diz nas cartas: “Quem não entender, busque a mim!”. É claro que se vocês estão estudando em grupo, vocês podem colocar opinião. Claro, sem induzir ninguém à nada, é a sua perspectiva sobre aquele assunto. Agora se a pessoa realmente não entende, é a Sananda que ela tem que perguntar. Aí a maioria diz assim: “Ah, mas eu não consigo ouvir Sananda”. Não é dizendo, que Sananda irá lhe mostrar a resposta. Será um pensamento, será uma ação na sua vida real, para que você possa entender aquilo. Então apenas pergunte à Sananda, e aguarde viver a resposta.

O problema é que vocês perguntam e ficam com ouvido assim, tentando escutar. Não é desta forma que Sananda fala, ele vai mostrar à cada um, dentro da sua capacidade de entendimento e dentro da sua vida, a resposta. O grupo serve exatamente para um apoiar o outro, para aquele que diz assim: “Ah, eu não entendo nada!”. Não, você entende assim, busque e seu coração, busque Sananda!”. E faça aquela pessoa caminhar. Não é forçando ninguém, que vocês vão manter as pessoas no grupo. Cada um tem o seu momento, cada um tem a sua vontade. Agora o que não pode, é um tentar influenciar o outro. Quando colocar uma opinião, dizer sempre: “Esta é a minha opinião. Ninguém tem que concordar com ela. É a minha forma de ver”.

Então ali as pessoas entenderão, que você não está falando para que ninguém lhe siga. Você está dando a sua opinião, é diferente. Do que você colocar simplesmente uma frase e todo mundo entender que tem que seguir aquilo. Então isto, vocês têm que ter cuidado. Vocês têm que ter cuidado com a dificuldade das pessoas, porque nem todos entendem de primeira. Mas volto a repetir; essas pessoas têm que buscar o entendimento junto à Sananda, não junto ao grupo.

Estudar as Cartas, não é simplesmente ler. Estudar as Cartas é um modo de vida, é uma mudança de paradigma de vida. Então não é apenas ler. É ouvir um comentário, é escutar uma opinião. se aquele comentário e aquela opinião, não ressoou com seu coração, problema. O que vale é o seu coração. “Ah, mas e se ele estiver errado?”. Você um dia encontrará a verdade. Então não é achando que tudo que você pensa está errado em relação ao outro, e que o outro está sempre certo e você sempre errado. Não, se o seu coração está lhe dizendo aquilo, é o que você está pronto para entender naquele momento. Mais a frente você poderá entender: “Ih, não, eu estava errado”. Ótimo, foi a sua caminhada, não a caminhada do outro, que fez você entender.

Não sejam marionetes. Não sejam aquele boneco que balança a cabeça, concordando com que o outro está falando. Cada um tem que ter as suas próprias conclusões, mesmo que ela seja diferente das do grupo, não importa. É o que você entendeu naquele momento. Então pronto. Não existe discutir as cartas. Ninguém está discutindo o que Sananda falou. Ninguém vai mudar o que Sananda falou. Então é colocar a opinião, colocar o seu entendimento; não discutir o assunto.

Quem discute um assunto, é porque não concorda com ele. Então para quê que está ali? Cada um tem que respeitar a opinião do outro. Não discutir em cima da opinião do outro. Cada um coloque a sua opinião. Se o seu entendimento, é diferente do irmão, muito bem. Fique para você e com o tempo, a sua caminhada nas Cartas mostrará que você está errado, ou que ele está errado. Não é você brigando com ele, que você vai mostrar que você está certa ou que ele está errado.

Então é desta forma que vocês têm que caminhar, com muita segurança, com muito amor no que vocês estão fazendo. Não se sentindo inferiores perante ninguém. Cada um tem uma caminhada, cada um tem um tempo, cada um tem um caminho. E uma outra coisa que é muito importante dizer aqui e que tem acontecido bastante. Eu também já falei sobre isso aqui, mas vou repetir: aqueles que quiserem comparar as Cartas de Sananda, com o que está escrito nos seus livros religiosos, por favor, não deem continuação ao que está sendo dito. Aquele irmão não está preparado para entender, nem aceitar as Cartas. Ele continua preso às crenças limitantes. Então apenas ignorem o que ele escrever. Não adianta vocês ficarem: “Não, você tem que esquecer a Bíblia!”. Não, não adiantará, porque ele não está pronto para isso. Apenas respondam: “Aqui comentamos apenas as Cartas de Cristo”.

Não entrem naquela discussão desnecessária. Aquele irmão não está pronto. Ou ele se adapta e comenta sobre as Cartas de Cristo, e aos poucos, se ele não conseguir, ele vai sair do grupo. Apenas não alimentem e nem entrem em discussão, porque ele falou algo em relação ao seu livro religioso. Apenas respondam: “Aqui a gente comenta só Cartas de Cristo”. E acabou. Não adianta vocês entrarem em discussão. Os grupos das Cartas não podem ter discussão. Pode ter colocação de entendimento, e cada um aceitar o que o outro entendeu. São formas diferentes de ver o mesmo assunto, e isso traz riqueza, porque faz vocês pensarem: “É não havia visto por esse ângulo!”. Então pronto, é um aprendizado, é uma outra forma de ver aquilo.

Se o que aquele irmão disse, ressoou no seu coração, é sinal de que você não havia percebido aquele ponto e ele percebeu. Então esta é a construção dos grupos, é cada um colocar a sua opinião, não discutir, ninguém aqui está discutindo. “Ah, você está errado!”. Não, não, não. Parem na hora. Não existe errado e certo. Existe o que cada um entende naquele momento. Ele pode estar 100% errado, todo mundo está vendo isso, apenas digam: “Olha, sugerimos que você leia novamente”. Pronto acabou a discussão, não tem que todo mundo ir em cima dele, porque ele falou uma bobagem. foi o que ele entendeu.

Então respeitem. Sigam adiante. É assim que vocês vão crescer nas Cartas. Porque muitas vezes, vocês param em pontos, porque existe uma divergência; e vocês não gostam de serem contrariados. Vocês gostam de fazer valer aquilo que vocês acreditam. Não, não é assim. Cada um tem a sua opinião, cada um tem o seu entendimento naquele momento. Pode ser que dali a um mês, aquela opinião que você deu, esteja totalmente errada. Porque você entendeu que estava errada. Então é expor opiniões, não discutir a respeito. É desta forma que vocês vão crescer e vão conseguir caminhar, dentro dessa jornada nas Cartas de Cristo.

Bom, meus irmãos por hoje, está tá tudo respondido. Quase zeramos, e espero que vocês tenham entendido a respeito do Mestre. Pulei inclusive perguntas, que estavam na lista para serem respondidas. Não vou responder mais. Se vocês têm dúvidas, perguntem ao seus próprios Mestres. Esta caminhada é de vocês, não minha. Se vocês estão com dúvida é porque o seu coração não está aceitando, o que lhe está sendo mostrado. Apenas isso.

EU SOU O ARCANJO MIGUEL! Estou aqui para orientá-los, como já disse, não para dar a mão à ninguém.


0 visualização
  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook Social Icon

CNPJ - 29.898.085/0001-59 - Anjos e Luz Terapias - RJ

Copyright 2016 - Anjos e Luz Terapias - Todos os Direitos Reservados à www.anjoseluz.com