Arcanjo Miguel - Os Desequilíbrios do Meio

Atualizado: 31 de mai.

Queridos! EU SOU O ARCANJO MIGUEL!

Vamos dar sequência ao assunto que eu estava abordando no vídeo anterior. Vamos falar da dupla: doença e cura. Então eu terminei no último vídeo, falando que as doenças vinham do desequilíbrio, que vocês causavam aos seus corpos. Vale ressaltar aqui, que a maior parte do desequilíbrio energético que os seus corpos carregam, não vêm apenas dos seus sentimentos. Vamos entender, que os sentimentos são responsáveis por uma grande maioria, por um percentual maior, porque eles têm mais potência. Porque tudo aquilo que vem do seu coração, da sua mente, da sua boca, tem muita energia. E tudo isso somado, a energia se multiplica. Mas não posso de jeito algum, esquecer que o meio provoca muito desequilíbrio em vocês. O que que causa esses desequilíbrios?

Muita coisa aqui já foi falada. Então vamos iniciar pela alimentação; por tudo aquilo que atinge o seu corpo de alguma forma. Aí muitos daqui a um tempo, vão dizer assim: “Então estamos completamente destruídos; porque tudo é para nos destruir, tudo é para nos prejudicar. Será que é tanto assim ou está havendo um certo exagero?”. A resposta a essa pergunta, eu vou deixar a cargo de cada um. Vocês tirarão as conclusões, se eu estou exagerando ou não. Agora vale também lembrar, que eu já disse isso algumas vezes; o ladrão entra aonde a porta está aberta. Ele adentra aonde é mais fácil, ele entrar. Da mesma forma o que você come, o que você ingere, o que você se vicia; ninguém colocou na sua boca.

Posso até fazer uma ressalva – que muita coisa vocês colocaram na boca de suas crianças, e elas foram viciadas desde pequenas. Então aí sim, eu posso dizer, que vocês têm uma parcela de culpa, nos problemas que seus filhos carregam hoje. Mas também não posso esquecer, que muita coisa vocês não sabiam. Será? Será que suas mentes sempre foram tão manipuladas, que vocês nunca perceberam, que dar um suco à uma criança dentro de uma caixinha, era muito melhor do que tirar o suco fresco? Será que vocês nunca perceberam, que bebidas construídas pelo homem, não eram boas para a saúde? Será que em nenhum momento, vocês questionaram nada? Vocês foram aqueles bonequinhos de presépio, como vocês costumam chamar, vaquinhas de presépio; que ficam ali balançando a cabeça sem se importar com nada?

Vocês são os coitadinhos, que foram enganados a vida inteira? Nunca tiveram a chance de tomar uma decisão, por conta própria? Alguém enfiou um cigarro na sua boca e o obrigou a fumar? Ou você fumou, porque o seu grupinho de amigos falou para você: “Olha, nós todos fumamos, você não será diferente.”. E você para ser aceito embarcou naquilo. Da mesma forma, todos os amigos se reúnem para beber, sem limites; e acham isso bonito. Contar no dia seguinte... Bebi tantas, bebi tantas... É a competição de quem bebeu mais; não importa que no dia seguinte, a cabeça está explodindo, corpo gritando que não aguenta mais aquilo. Mas para vocês está tudo certo. Toma um remedinho e fica tudo bem.

Então vocês nunca pensaram, vocês são todos marionetes! Então por favor, não me venham aqui dizer que vocês foram envolvidos nisso tudo. Eu posso afirmar sim, que vocês se deixaram envolver; porque era interessante vocês serem aceitos, vocês fazerem parte das turminhas, vocês serem como todos os outros. Porque ser o diferente é ruim. Todos aqueles que há muito tempo, sempre se privaram de tudo isso, em função de uma alimentação saudável, em função de escolher adequadamente o que come, sempre foram tidos como malucos; como fora da casinha, como vocês chamam. Mas esses nunca se deixaram levar pela sociedade. Eles escolhiam o que comer e como comer, e os outros não os importava. Então, estão aí cheios de saúde, altamente equilibrados, os corpos saudáveis; nunca ou praticamente nunca, ficaram doentes, porque não havia desequilíbrio em seus corpos. E vocês apontavam o dedo: “Ah, aqueles ali são fora do mundo. Estão pregando uma coisa que não existe.” É, hoje vocês estão vendo, que aqueles anteriormente malucos, eram os que estavam certos.

Então hoje vocês têm uma série de doenças, decorrentes da alimentação mal feita que vocês fizeram ao longo do tempo. Não tentem colocar toda a culpa nos escuros: “Ah, eles nos envolveram”. Volto a perguntar: todo mundo aí é marionete? Todo mundo é vaquinha de presépio, que faz o que mandam? Ou vocês se deixam levar, pelas propagandas que vocês assistem nas suas televisões? Que nada mais são, do que lavagem cerebral, com mensagens subliminares, que induzem vocês a fazer exatamente o que eles querem: consumir? E as suas crianças, são acostumadas desde pequenas, a consumirem exatamente o que está lá.

De um tempo para cá, as suas escolas melhoraram muito. Hoje as crianças comem comida na merenda, não mais lanchinhos, com biscoitos extremamente não saudáveis, refrigerantes totalmente não recomendáveis. Pois é, e estas crianças estão crescendo e mudando um pouco, a mentalidade dos seus pais. Mas infelizmente os vícios já estão aí. A bebida alcoólica é o câncer da sociedade, porque vocês se viciam. Ninguém consegue estar numa roda de amigos, sem ter um copo na mão com uma bebida alcoólica. Para que vocês possam falar bobagens à vontade e depois, virem com aquela máxima: “Não me lembro de nada que fiz!”. Interessante. Jogam a culpa toda na bebida. E aí vocês violentam, vocês maltratam, vocês assediam, saem completamente do ritmo normal da sociedade, ultrapassam os limites e colocam a culpa na bebida.

Realmente, vou lhes dizer, que a bebida faz isso realmente, porque ela tem esta intenção – o desequilíbrio. De fazer você extremamente bêbado, pegar um carro e dirigir; sem se importar com a sua vida, com a dos outros. E aí você mata e morre. Onde está o erro? Quem é o culpado? A culpa é da bebida? Não, a culpa é sua; que se deixou envolver pela sociedade, pelo que era dito pela sociedade. Aí alguns têm aquela máxima: “Não, eu não sou viciado.”. Bebe todos os dias, não falha um, mas não é viciado. Ou então tem outra mais interessante ainda: “Eu bebo caixas e caixas e não fico bêbado.”. Interessante. Você deve ter um ralo automático, que entra e sai ao mesmo tempo, né? Porque não acumula no seu corpo, o seu cérebro é esplêndido, é fantástico; que você toma quantas quantidades de bebida e não fica bêbado.