Arcanjo Miguel - O Sofrimento Alheio

Atualizado: 6 de mai.

Queridos! EU SOU O ARCANJO MIGUEL!


Iniciando uma nova semana. Tenho observado que muitos de vocês têm feito as tarefas constantemente. Não, não vou dizer que isso não é bom para cada um de vocês, é, mas eu gostaria que vocês fizessem de coração. Não porque seja porque eu passei. Que a tarefa passada se torne um hábito, não uma obrigação. ”Ah, o Arcanjo passou. Então tenho que fazer todos os dias”. Não eu nunca disse isso. As tarefas são para serem feitas no momento que vocês quiserem, estão todas aí. Então não façam disso uma obrigação; isto tem que vir do coração; isto tem que se tornar um hábito, não uma obrigação. Tudo o que é feito obrigado não tem valor, porque no seu íntimo aquele movimento não está bom, não está lhe agradando, você está fazendo para agradar outro, não a você mesmo.


Então não vale. Tudo tem que ser feito de coração. Você entendendo que aquele movimento é bom para você, e você está fazendo porque você quer. ”Ah, eí se eu não tiver vontade de fazer tarefa nenhuma?”. Não tem problema, o que eu expliquei? Isso não são procedimentos. Os procedimentos, podemos dizer, que eram obrigatórios no seu caminhar, as tarefas não; vocês fazem se vocês quiserem; se vocês acharem que é bom, se vocês acharem que aquilo trará algum benefício. É claro que quem cumpre todas as tarefas e faz delas um hábito, é óbvio que estará evoluindo, estará se modificando em relação aqueles que nada fazem. Mas não é obrigatório, não é obrigado, e muito menos que sejam feitas diariamente. Até o final do ano, quantas tarefas eu terei passado? E vocês farão todas diariamente? Impossível. Não queiram também ser perfeitos em tudo. “Ah, porque o Arcanjo passou vou fazer todas”. Não, você não vai, porque vai chegar um ponto, que você não vai conseguir mais fazer todas.


Então sejam equilibrados meus irmãos, saibam exatamente o dia a fazer, e não é questão de dia, é questão do momento. Se naquele momento que você está vivendo, se aplica uma daquelas tarefas que eu passei, ótimo, ponha ela em prática, somente naquele momento, não precisa ser o dia inteiro. É por isso que eu digo para vocês, que essas tarefas, o objetivo é que elas se tornem hábito, não obrigação; para que vocês façam sempre, de vez em quando, mas façam sempre que couber a aplicação daquela tarefa.


Então é equilíbrio meus irmãos, equilíbrio. Vocês continuam sendo extremamente exagerados. Então se equilibrem. Nada em excesso é bom, nem uma adoração, nem um respeito, porque o respeito em excesso acaba virando submissão, acaba virando esquecimento do seu eu, você só pensa no outro. Então meus irmãos, equilíbrio, tudo tem que ser em equilíbrio. Espero que vocês tenham entendido. Como eu disse, para quem está entrando agora, não é obrigado fazer mais nada, porque hoje as energias são outras, as próprias energias que estão chegando estão limpando as pessoas, estão modificando as pessoas.


Então não há mais a necessidade daqueles procedimentos que vocês fizeram. Só tem um procedimento, que muitos têm perguntado, que é o do caderno, o que fazer? Não, não tem que fazer todo aquele processo, que vocês fizeram lá atrás. É o nome de cada família, cada núcleo familiar, em uma folha do caderno. “Não sei o nome inteiro?”, ponha o primeiro nome. “Não sei o nome das outras pessoas?”, ponha o número de pessoas que vivem na casa.


Coloquem animais, coloquem amigos, coloquem vizinhos, coloquem parentes, quem vocês quiserem O objetivo do caderno é reservar um lugar no trem que vai para a Quinta Dimensão, para que vocês possam estar todos juntos no mesmo vagão, para que vocês não se sintam solitários. Esse é o objetivo, para que no momento certo, todos vocês sejam reunidos e possam passar juntos por todo o processo, um dando força ao outro. Este é o objetivo daquele caderno. Não, não precisa colocar copo com água, não precisa nada, basta escrever e colocar o caderno ali num cantinho, num cantinho abençoado. Não é colocar no fundo da gaveta, dentro de um quarto, que você coloca um monte de entulhos. Isto é um caderninho abençoado; é um caderno que contém os nomes das pessoas que vão para a Quinta Dimensão, que estão se propondo a ir para Quinta Dimensão. Não é garantido que todos que estão ali irão, porque dependerá da vibração de cada um. Mas vocês já estão guardando o lugar deles; isso é que é importante. Você está fazendo já alguma coisa por eles, não importa se eles irão acordar hoje ou daqui a um ano, eles já têm um lugar garantido.


Então o caderno basta isso, escrevam os nomes e deixe num altar, num lugar abençoado; num lugar em que ele possa assumir as energias que estão chegando e possa ter a sua função. É claro, que se vocês estão fazendo aquele caderno, eu estou vendo tudo ou vocês esquecem que eu estou conectado a cada um de vocês que está aqui. Então eu sei que tenho que tratar aquele caderno; vocês não precisam fazer nada. Então vocês podem fazer a lista com os 10 desejos, e colocar lá dentro, sem problema algum. “Ah, mas eu não conheço muita gente, terão poucas pessoas no caderno”. Não tem problema, que seja você, você é sozinho no mundo não conhece ninguém, não quer colocar ninguém, você quer ir isolado, muito bem, o caderno terá apenas o seu nome. Pronto. Problema nenhum; ponha a sua lista de desejos lá. Então meus irmãos, as coisas simplificaram; as coisas estão muito mais simples, porque as energias estão chegando com muito mais força. Vocês não têm mais a grade energética que vocês tinham no ano passado. Então as energias passam direto, chegam à todos vocês intensamente.


Hoje não falarei sobre as cartas de Sananda, amanhã sim voltarei a falar, e falarei da Carta número 6. Venho hoje aqui apenas conversar um pouco, trocarmos um pouco de ideias. Lembrem que eu falei para vocês, para vocês pararem de assimilar o sofrimento do outro. Isto é um assunto muito delicado e muitos não conseguem entender. Muitos continuam achando que têm que sofrer, porque o outro está sofrendo, porque senão Deus vai me achar insensível, Deus vai me achar ruim, Deus vai me achar mal, porque eu não estou ligando para o sofrimento alheio. Eu tenho que insistir nesse assunto meus irmãos.