Arcanjo Miguel - O Peso dos Sentimentos

Queridos! EU SOU O ARCANJO MIGUEL!


Hoje, espero que vocês tenham se lembrado de serem gratos, por todo o dia. Como vocês podem perceber, isto é uma tarefa eterna, em que vocês deverão criar este hábito, de serem gratos por tudo. Muitas vezes vocês se perguntam o porquê que determinados sentimentos, têm conotação positiva e alguns conotação negativa. Então esse será o tema do nosso ensinamento de hoje. Mas antes disso, vamos a tarefa do dia de amanhã.


Sim vou passar mais uma tarefa. Será tão simples quanto a de ontem; nada que vocês tenham que se preocupar. Estaa vocês não farão o dia inteiro, será uma tarefa imagino eu, que nos dias de hoje, muito agradável, porque ela será executada durante o banho, coisa que vocês fazem com frequência, devido ao intenso calor.


Muito bem então qual será a tarefa? A tarefa é muito simples: é vocês se colocarem baixo do chuveiro, e imaginarem que vocês estão em uma cachoeira, e que aquela água é totalmente pura, que aquela água vem diretamente de Gaia. Então ela está cheia de energia, está cheia de bons fluidos. Então vocês vão se imaginar embaixo dessa água e vão mentalizar que todos esses fluidos bons que aquela água, daquela cachoeira, está trazendo; estão colando, a princípio, nas suas peles, é como se o monte de pequenas bolinhas fossem se agregando no seu corpo. Não , não têm uma cor específica, pode ser qualquer cor, pode ser bolinhas transparentes, não tem problema, cada um imagina do jeito que quiser; o importante é que com o passar do tempo,essas bolinhas irão estourar, e emanar em vocês muita luz, muita calma, muito amor.


Então percebam que é uma tarefa agradável e uma tarefa muito fácil. Não, não precisam ficar horas e horas embaixo do chuveiro; é uma mentalização rápida, enquanto vocês se enxaguam, por exemplo, após a sua higiene. Então vocês farão as duas coisas ao mesmo tempo, se enxaguarão e estarão mentalizando que estão em uma cachoeira. Não pensem que isso é bobagem meus irmãos, porque não é; esta mentalização é muito forte, e quem fizer com toda crença e toda fé, sentirá. Posso garantir.


Então voltando ao assunto que comentei: por que alguns sentimentos são tão bons e outros não tão bons? O que podemos dizer que é um sentimento bom? É aquele sentimento que traz alegria, bem-estar, felicidade. Então se o sentimento traz isso em vocês, aquele é um sentimento bom, é um sentimento de alta vibração, é um sentimento que merece ser repetido a todo instante; ou caso contrário, é um sentimento que deve ser evitado a qualquer custo. É claro, que os sentimentos variam de pessoa para pessoa, em questão de intensidade. Posso dar um exemplo, daquele ser que fica muito feliz após ter assaltado alguém, porque conseguiu a energia do dinheiro necessária, para cumprir a sua tarefa do dia ou para se drogar. Aí muitos poderão dizer: “Sim ele está feliz, e como fica isso?”

O sentimento é o mesmo, realmente é um sentimento de felicidade, só que com referências diferentes. Então vocês têm que perceber o seguinte, nada existe isolado, é óbvio que não existe o mesmo peso, deste tipo de felicidade que ele sente, com a felicidade de alguém que fez o bem ao outro, e se sentiu extremamente feliz por esta ação. Qual é o contexto? Um tem um contexto ruim, o outro tem um contexto benigno. Então aquele sentimento de felicidade do primeiro exemplo, acaba se perdendo; ele não tem, digamos assim, nenhum poder de elevar a luz daquela alma, porque aquele foi um gesto ilícito, ele fez mal para alguém, ele provocou o medo, provocou o pavor em alguém, ele tirou de alguém algo que não lhe pertence, pertence ao outro. Então como que todos esses sentimentos pesarão naquela felicidade? Com muita intensidade, e praticamente anularão esse sentimento, porque é uma felicidade negativa, não positiva.


Então meus irmãos, os sentimentos existem, eles têm o poder deles, porém tudo tem que estar num contexto; tudo tem que estar no que levou você a sentir aquilo. Por exemplo: você tem raiva de alguém, e vê essa pessoa levar um tombo; aí muitos falam: ”Bem feito!”. Neste momento aquilo lhe deu um prazer, foi uma felicidade para você, nver aquela pessoa cair. Aí eu lhe pergunto: em que contexto você sentiu essa felicidade? Num contexto de raiva, num contexto de vingança. Então isto não lhe fará bem. Então muitos não entendem... “Ah eu sou uma pessoa boa, eu faço o bem ao outro todo tempo, e minha vida não anda para frente”.


Então vamos lá! Realmente você é uma pessoa caridosa, que está sempre doando alguma coisa, que está sempre se doando para ajudar o outro, e aí quando chega de volta na sua casa, você começa a pensar: “Será que aquilo que eu doei aquela pessoa vai fazer algo bom com aquilo? Ah, eu acho que não, eu acho que ela vai pegar o que eu doei, e vai vender para ganhar dinheiro, em cima do que eu doei. Que absurdo”, “Pois é me doei o dia inteiro, e ninguém me agradeceu!”. Ou seja, o que você fez com todo aquele gestos bonitos, que você praticou durante um tempo? Você jogou tudo fora, porque você criticou, você julgou, você condenou, você reclamou, você não se doou sem esperar nada; você se doou achando que alguém ia lá de colocar no pedestal e lhe dar o primeiro lugar.


Então meus irmãos, os sentimentos não são apenas coisas isoladas. ”Ah, eu sou uma pessoa feliz, então eu atraio a luz”. Correto, mas como são as suas ações? Quando você diz que é uma pessoa feliz, é feliz pelo quê? É feliz porque você tem mais do que o outro?


É feliz porque você tem um carro do ano? É feliz porque você humilha o outro? Não, eu não estou colocando aqui, que quem tem carro do ano é errado; eu estou colocando aqui, no sentido da soberba, de se mostrar melhor que o outro, só porque tem um carro do ano. É a forma como as coisas são feitas.


Então meus irmãos, não basta vocês acharem que vocês são perfeitos. “Ah, eu sou uma pessoa perfeita”, “Eu sou boa, eu amo todo mundo”, “Eu faço o bem do outro”. Muito bem, você pode até fazer isso tudo, mas e nos intervalos, onde você não está fazendo isso, o que você faz? Você continua emanando sentimentos bons, ou você reclama de todo mundo, você aponta todo mundo, você julga todo mundo, você condena, você faz fofoca, você faz intrigas. Então todo aquele sentimento, que você supostamente diz que é feliz, e que faz o bem o dia inteiro, foi consumido, por todos esses sentimentos aí que você propagou, junto com eles. Então meus irmãos, o que eu quero que vocês entendam com isso tudo? Vocês estão o dia inteiro em uma balança, todos os seus sentimentos são pesados durante o dia.


Então vamos lá, você ficou feliz, vai para o positivo; ah, mas você criticou uma pessoa, vai para o negativo. Então o que vai sobressaindo naquele momento, é o que você está emanando; o que mais sobressai na sua vida, é o que você emana. Não basta você ser bonzinho, ser alegre, ser feliz durante um dia do ano, e nos outros dias você ser exatamente o contrário. Isto não faz de você uma pessoa que emana luz.


É meus irmãos, o entendimento de vocês, de quem é do bem, quem é do mal, é um pouquinho errado. “Ah eu sou uma pessoa do bem”. Tá você é uma pessoa do bem por quê? Porque nunca matou ninguém, porque nunca roubou, porque nunca fez nada de ilícito. Por esse aspecto sim, você é uma pessoa do bem, mas você não faz nada pelo outro, você só critica, você só julga. Você continua sendo uma pessoa do bem? Então perceba o que você está emanando, você não está emanando luz, com toda certeza não.


Então lembrem-se sempre do que eu já falei aqui muitas vezes, ninguém é 100%

bom, ninguém é 100% ruim. Vocês são o conjunto de sentimentos que vocês emanam a todo instante; vocês agora estão rindo, felizes, daqui a pouco, vocês estão com raiva, porque alguma coisa deu errado. Então aquela raiva também vai para a balança, não que foi um momento pequeno e rápido, ela é desconsiderada. Não, não é, porque o grande ensinamento, é vocês saberem transmutar o que vem de ruim em amor e luz.


É meus irmãos, a caminhada não é fácil, vou terminar o bordão, eu nunca disse que seria! Então pensem muito o que vocês emanam a cada instante. Eu já disse para vocês, eu não quero ninguém perfeito, porque vocês não conseguirão ser perfeitos na Terceira Dimensão, a menos que vocês estejam num grau de elevação muito alto, morem numa caverna, totalmente isolados do mundo, e entrem em meditação 24 horas por dia, para que o seu ego não fale em momento algum.


Então ninguém, ninguém será perfeito. O que vocês têm que fazer, é o melhor; é fazer com que aquele prato da balança dos sentimentos positivos seja muito mais, muito, muito, muito mais pesado, do que os sentimentos negativos, porque eles existirão; não adianta vocês dizerem que não, os problemas vêm à tona a todo instante, e vocês se aborrecem, vocês se irritam, vocês brigam, vocês discutem, depois se arrependem. Mas aquilo já foi para balança.” Ah, mas o arrependimento, não tira uma parte desse peso desse sentimento?”. Depende do arrependimento. Que tipo de arrependimento? Você fez mal a alguém e foi lá e imediatamente pediu perdão aquela pessoa? Aí podemos considerar que você não colocou em prato nenhum, você simplesmente criou o sentimento, mas você consumiu ele na mesma hora. Mas se você leva esse sentimento, e fica remoendo, e muito tempo depois, você vai lá e pede perdão, não adianta; o sentimento já foi para balança.


È meus irmãos. Então vou voltar a falar aqui desse sentimento que tanto nós falamos, comentamos e pedimos que vocês o usem o maior tempo possível, que é a gratidão. Cada sentimento tem um peso, eles não são colocados na balança todos com o mesmo peso. Existem aqueles sentimentos que são mais pesados, a gratidão é um deles. Então quando vocês são gratos, mas é como sempre digo, não é ficar (falando de forma desanimada): “Eu sou grato por isso; sou grato por aquilo; sou grato por aquilo outro…”. O que você disse? Você não disse nada! Você falou apenas. Você não bradou ao Universo, que você era grato, você disse qualquer coisa, aí que nem eu entendi. Agora quando você fala: “Eu sou grato!”, “Eu sou grato por tudo que eu tenho!”, “Eu sou grato pela vida que eu tenho!”, “Eu sou grato pelas lições que passo!”. Aí você está colocando o sentimento de alegria, e aí aquele sentimento da gratidão, que é mais pesado que os outros, vai para sua balança do lado bom, e ela fica muito pesada.


Então, começa aí a mudar um pouco, o que você está emanando; você começa a emanar mais coisas boas, porque o peso está mais do lado positivo. Meus irmãos, quando falamos da gratidão, não é uma coisa da boca para fora, tem que ser algo que vem de dentro, em que vocês acreditem, em que vocês dêem valor aquilo que vocês têm.


Gratidão por ter um prato de comida à sua frente,enquanto outros tem que pegar do lixo para comer; gratidão por ter um teto para morar, por mais simples que seja, enquanto muitos estão na rua, por não terem onde morar; gratidão por ter uma roupa para se vestir, mesmo que seja velha e furada, enquanto muitos sofrem de frio na rua; ter uma família, que mesmo que brigue o dia inteiro, é uma família, enquanto muitos são abandonados, são sozinhos.


Então meus irmãos, deem a força à esse sentimento de gratidão, que ele realmente precisa ter. Percebam o quanto vocês são especiais, porque se vocês têm isso tudo, é porque sua alma, caminhou para isso. Por que vocês têm tudo que vocês têm? Porque vocês fizeram por onde, porque a sua alma caminhou desta forma. Vocês emanaram e colheram prosperidade e abundância, mesmo aqueles que não têm muito, e que ainda passam dificuldades, faz parte da caminhada. Então sejam gratos, por estarem aprendendo, porque faz parte da evolução.


Então meus irmãos, a gratidão é um sentimento, posso dizer, que é um dos mais fortes, que vocês têm para colocar naquela balança, o mais forte de todos, é o amor incondicional. É aquele amor que nada pede em troca, é o amor doação; doação total, em que não se espera nem um obrigado, apenas você se doa, e para você isso basta. Não importa a quem, não importa como, você se doa. Então este é o que tem o maior peso.


Então eu quero que vocês fiquem, e analisem exatamente aonde vocês colocam os seus sentimentos. Não é o sentimento que faz o peso na balança, é o sentimento dentro do contexto. Ele isoladamente não funciona, porque ele tem que estar atrelado a uma ação. Então dependendo da ação, aí sim, ele vai para um lado, ou para o outro. É, percebam que vocês podem ter muita gratidão, por algo, mas naquele contexto que vocês o usaram, aquele sentimento ir para balança negativa. Vou dar um exemplo: vocês bradam ao Universo: “Ah, eu sou grata por tudo que eu tenho!”. “Ah, mas fulano, poxa vida, tem tudo hein, e eu tenho que penar para ter as coisas. Por que que fulano tem tudo tão fácil, e eu não tenho?”. O que adiantou a sua gratidão? De nada, porque você não foi grato. Se você fosse grato, você não estaria falando do fulano, não estaria invejando o que o fulano tem.


Então esse é o foco. Pois muitos de vocês acham, que bastam fazer, bastao sentir, não importa o contexto. Interessante. Muito interessante. Pois eu lhes digo que não, é o contexto que faz a separação do sentimento, entre bom e mau, não aquele mal de fazer mal ao outro, essa palavra, ela tem uma capacidade de atrair só pensamentos ruins, pela própria palavra, então eu prefiro chamar de positivo e negativo, fica mais correto.


Então é isso, o sentimento atrelado a uma ação, à um contexto, determina para que lado da balança ele vai, para o positivo ou para negativo, e isto com o passar do tempo, vai mostrando que tipo de alma você é, se você emana luz, e em qual intensidade você emana. Porque se a balança estiver praticamente nivelada, você, é como se você estivesse apagado, não está nem emanando luz e nem está emanando escuridão, você está neutro. E qual é o objetivo de uma alma, é emanar cada vez mais luz, para que ela possa ser vista no Universo, e receber mais do mesmo, mais luz.


Então meus irmãos, mudem suas percepções, a respeito do que é bom e mau. Vamos mudar um pouco essas palavras, vamos chamá-las de positivo e negativo. Pensem a respeito, e vocês terão muita coisa que vocês verão, que vocês podem mudar. É o que eu canso de falar, se não tem o que falar, cale-se; se não tem o que pensar, cante; porque ao cantar, você preenche a sua mente com a letra da música, com a melodia, não enche a cabeça com coisas fúteis; não tem o que fazer, medite, vá correr, vá caminhar, ponha uma música, e vá caminhar, vá fazer pelo seu corpo, mas não fique sentado, pensando bobagens, porque é o que vocês mais fazem durante o dia; ou então não tem o que fazer e se senta à frente dos televisores; péssima escolha, porque ali você será bombardeado com todo tipo de pensamentos, que encherão a sua cabeça de bobagens, de um monte de mentiras.


Então emanem sentimentos, mas com razão para tal. Não precisa ficar pensando, porque o pensamento também é um sentimento. O sentimento não é contabilizado apenas quando ele é feito, não quando ele é pensado também. Aí vocês se pegam sentados no sofá pensando: Poxa vida, fulana tem tanta coisa e eu não tenho nada”. Pronto aquele sentimento de inveja já foi para o prato negativo, já está lá, não adianta. E você não fez nada, você nem falou, você só pensou. Então não pensem, não pensem bobagens, pensem coisas boas; não têm o que pensar, sonhem, imaginem que vocês estão, vamos lá, agora é o momento de vocês imaginarem que estão na varanda, sentados, balançando numa rede tomando suco, escutando as ondas do mar batarem, sim, este é o momento de vocês pensarem nisso. E aí sintam, como é bom, aquela sensação de não ter nada para fazer, e ficar ali balançando ao sabor do vento, tomando um suco gelado mas sem pensar em nada; apenas sintam aquela sensação, isso é bom, porque traz alegria, traz felicidade, e quem sabe se esse seu desejo, se ele for tão intenso, a ponto de se realizar, a ponto de que naquele momento, você colocou tanta, mas tanta vontade de passar por aquilo, tanta alegria, que você cocriou o momento.


Ah, isso vocês não pensam, porque tudo o que é pensado com sentimento, em que vocês sentem como se estivessem lá, e botam toda aquela alegria, todo aquele sentimento para fora, vocês correm o risco de cocriar e aquilo se tornar realidade. Olha que maravilha! Então vamos aprender a sonhar, vamos aprender a criar as imagens, mas sem expectativas: ”Ah eu vou ficar aqui, criando um monte de imagens, para ver se acontece!”.

Acabou, não vai acontecer nada, porque você já colocou uma condição para fazer aquilo. Acabou, você quebrou o encanto.


Agora você sentou ali, e começou a pensar, a sonhar numa grande viagem, visitando lugares maravilhosos, por que não? Peguem fotografias de lugares bonitos. Imaginem-se estando ali. Aí logo imediatamente vocês pensam: “Mas eu não tenho dinheiro para isso”. Pronto acabou. Vocês quebraram o encanto todo. Eu já disse para vocês, quem tem que se preocupar no como, é o Universo, não vocês. Vocês têm que sonhar, vocês têm que cocriar. Então olhe para aquele lugar... “Nossa, seria maravilhoso eu estar ali, olhando aquilo de perto”; mas ponha sentimento, ponha amor, ponha alegria. Imagine como se já tivesse acontecido, e quem sabe você não consegue cocriar, e muito em breve, você ter uma surpresa, de uma viagem de presente. Por que não? Por que não?


Meus irmãos, eu já disse isso aqui, vocês criam as suas próprias realidades. Se vocês acreditam, vocês conseguem; se vocês duvidam, nada acontece. Então ponham os sentimentos dentro de um contexto, porque aí este contexto do sonhar, vai para aquela balança positiva. Porque você está sendo feliz ali, mas num contexto real de felicidade.


E aí pensem que ao fazer uma viagem, vocês vão fazer a energia do dinheiro circular, porque muitos vão receber o que você vai gastar, e você está fazendo o bem para o Todo.


Percebem como fazer pelo Todo é simples? Não é complexo, nem complicado. Fazer pelo Todo é fazer a energia circular, a energia do dinheiro, a energia do amor, a energia da alegria, porque você estando lá alegre, você estará contaminando aquele local com a sua alegria, e ela vai contaminar o Todo. É isso meus irmãos, parem e pensem. Mas pensem muito, pensem bastante a respeito.


EU SOU O ARCANJO MIGUEL! Estou aqui pronto, sempre pronto, para ajudá-los nesses momentos. Me chamem! Não, não fiquem imaginando: “Ah, eu não vou chamar o Arcanjo Miguel por bobagem”. Isso não é bobagem. Simplesmente peça: “Meu Arcanjo, me ajude a sonhar alto, me ajude a criar uma cena que me traga felicidade e alegria, e que seja bom para o Todo”. Ah, estejam prontos, para ver o que vou mandar para vocês. Façam o teste e depois vocês me dirão.




412 visualizações
  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook Social Icon

CNPJ - 29.898.085/0001-59 - Anjos e Luz Terapias - RJ

Copyright 2016 - Anjos e Luz Terapias - Todos os Direitos Reservados à www.anjoseluz.com