Arcanjo Miguel - O Perdoar e o Pedido de Perdão

Queridos! EU SOU O ARCANJO MIGUEL!

Continuando as ideias que iniciei ontem. Ontem falei a respeito do posicionamento, onde cada um de vocês, pode perceber em que ponto da estrada está. Volto a afirmar: vocês estão num grande jogo, em que voltar ao ponto inicial é muito fácil. Mas à medida que vocês vão se observando e vão tomando mais cuidado para não repetirem erros, vocês conseguem caminhar para frente. O máximo que acontece, é voltar ao início daquele nível, mais nada. Então hoje vou falar aqui de um outro assunto, que tenho buscado falar sobre ele já há muito tempo. Que é tudo a respeito do Perdão. Muitos vão dizer: “Ah, esse assunto de novo?”. Pois é meus irmãos, mas eu não sei se vocês têm percebido, que é o assunto que eu mais tenho insistido; e muitos continuam com dificuldade, para entender o que têm que fazer.

Então vou explicar mais uma vez. Talvez essa seja a última. Porque realmente ficar toda hora repetindo a mesma coisa é cansativo, para quem está no caminho certo e eu deixo de aplicar outras ideias. Mas infelizmente, como eu tenho acesso ao coração de todos vocês, eu percebo que minhas palavras estão caindo no vento; vocês ouvem, mas não praticam. Então hoje vou tentar explicar de uma forma mais profunda, para que vocês consigam entender como tudo funciona. Primeiro para iniciar este assunto, eu preciso explicar, voltar a comentar sobre frequência.

Digamos que o exemplo mais clássico, que eu posso dizer para vocês é o pêndulo do relógio. Ele balança em uma determinada frequência, tantos pêndulos, tantas movimentações por um determinado tempo. Então tomem como base este conceito. Tudo no Universo inteiro tem frequência, porque tudo é composto da menor partícula do Universo, que vai se juntando dentro da consciência da sabedoria divina para formar as coisas materiais que vocês têm, inclusive vocês mesmos. Então tudo o que é existente no Universo, cada coisa tem uma frequência. Então se aquela frequência é muito baixa, que praticamente a olho nu, vocês não veem que nada acontece ali, tudo se torna muito sólido. E o extremo oposto também, quanto maior a frequência de vibração, menos vocês conseguem ver. Então da mesma forma, faremos um paralelo com os sentimentos. Existe uma lista de sentimentos por frequência, que podemos chamar também de vibração.

Meus irmãos, não estou aqui muito preocupado, com conceitos da sua Física. Eu faço a analogia que eu quiser, para que a grande maioria consiga entender. Então os sentimentos também possuem vibração, frequência. O amor é o sentimento de maior vibração existente. E aí podemos até dividir um pouco esse sentimento; o amor incondicional é o primeiro da lista. Então sim, o amor se divide de várias formas. Porque vocês amam de várias maneiras, mas não é este o foco. Vamos entender que o amor é um dos sentimentos de maior vibração. Então aquele ser que ama muito, que respeita o próximo, que está sempre pronto para ajudar, ou seja, procura praticar sempre o amor, ele está sempre vibrando alto, porque é o sentimento que ele vibra todo tempo.

Então agora vamos falar de uma lista de sentimentos, extremamente baixos. Onde podemos dizer que o oposto desse sentimento do amor, é o ódio e que tem uma vibração baixíssima. E aí também podemos colocar nessa lista, raiva, inveja, mágoa, sentimento de vingança. todos os sentimentos que se assemelham a esses que comentei; todos têm vibração baixíssima. Então se vocês são pessoas que ficam vibrando esses sentimentos, vocês vibram baixo. Volto a mencionar a balança. Todos vocês têm uma balança. Onde os sentimentos que vocês vibram alto, vão para um lado e os que vibram baixo, vão para o outro. Então é importante frisar, que não é uma única vez que vocês falam uma coisa errada, que irá tornar vocês seres vibrantes de baixa frequência. É preciso o contexto da balança, porque vocês não são máquinas, vocês não são robôs, vocês têm sentimentos. Então se alguém lhe diz algo que você não gosta, você fica triste, você sofre e naquele momento a sua vibração baixa. Mas e o contexto geral? Você no contexto é uma pessoa que vibra alto. Então aquele sentimento veio, foi embora e a sua balança continua vibrando positivamente. Então esse é o contexto geral. Espero que tenham entendido.

Então vamos falar agora do que é o perdão. Entender o que é o perdão, não existe aqui uma definição. Cada um interpreta o que o outro diz, o que o outro faz, à sua maneira. Alguém pode dizer para o outro: “Ah, você é muito chato!”. E esse outro entender, que aquilo foi uma brincadeira e não ligar para o que foi dito. Já vai haver outra pessoa, que ouvirá isso e se sentirá extremamente magoado, porque não concorda que seja chato. Então a forma que cada um interpreta o que o outro faz, é diferente. Então desta forma não há regra, cada um vai sentir aquilo que está preparado para sentir. Então vamos sempre insistir, naquele que processa o que lhe é feito, da forma mais extrema possível. Porque assim eu consigo englobar todos os outros.

Então alguém, a pessoa A, recebeu uma maldade, uma injustiça; não importa o que seja. Aquilo magoou ela profundamente e aí ela pode dizer: “Não quero nunca mais ver a pessoa B, que foi quem provocou a situação na minha vida; para mim ela morreu!”. E aquele sentimento fica guardado, aquela mágoa, aquela raiva, fica armazenada no coração e na sua mente. Então essa situação pode ter muitas variantes. Aquela pessoa infelizmente, você é obrigado a vê-la todos os dias. Porque é um vizinho, é um colega de trabalho, é alguém na sua casa, não importa. Você a vê todo dia. Então aquela mágoa, aquele ressentimento, todos os dias vai ganhando mais uma pitadinha. Porque cada vez que você olha para pessoa, aquilo tudo volta na mente, e você carrega um pouco mais aquele ódio. Então aquilo vai crescendo ao longo do tempo.

Caso seja uma pessoa que lhe fez algo e sumiu da sua vida, você pode até esquecer. Porque aquele sentimento, não será alimentado. Aconteceu, você guardou, mas não alimentou. Então como vocês podem perceber, existem diversos graus de um mesmo sentimento. Então percebam, eu tenho uma pessoa A que tem aquele sentimento de ódio, alimentado diariamente. E tem uma pessoa C, que também teve o sentimento de ódio, mas que não é alimentado. O alimentar desse sentimento; relembrando, o ódio é um sentimento de baixíssima vibração; então o relembrar vai fazendo com que a cada dia, mais carga de energia negativa chegue ao seu coração e à sua mente. Posso dizer que as consequências disso são inúmeras: depressão, tristeza, doenças. Porque a sua vibração está cada vez mais baixa, porque você não consegue perdoar. E pelo contrário, você alimenta a cada dia aquele ódio.

Então seu corpo como um todo, começa a vibrar sempre aquilo. Porque você olha a pessoa e relembra tudo, volta tudo à sua mente, aquela raiva só aumenta. Você alimenta aquela doença, dentro do seu coração. Muito bem. Se digo para vocês, que a Quinta Dimensão é uma dimensão aonde só existe o amor, esse sentimento que tá aí dentro, sendo alimentado feito um bichinho, um monstrinho, não pode ir para lá. Porque esse sentimento é incompatível com a Quinta Dimensão. Aí é aonde vem o problema. Quando eu falo aqui: perdoem. A grande maioria imediatamente responde: “Ah, eu não vou fazer isso não, eu não vou me rebaixar a isso!”. Realmente, pedir perdão não é fácil, perdoar mais ainda. Então quando você escuta, eu aqui dizendo, perdoe; imediatamente aquela pessoa A pensa assim: “Ah, não pode, aquela pessoa me magoou demais, me feriu demais, eu não tenho como perdoá-la!”. Muito bem. Então se você já está tomando esta decisão, você está colaborando para ter uma passagem muito difícil, para a Quinta Dimensão.

Não, eu não estou dizendo que você não vai passar. Mas não será uma passagem fácil. Porque você terá que se livrar disso tudo, em algum momento vai. Porque esse sentimento não vai chegar lá, ele vai ficar aqui na Terceira Dimensão. Então o que isso pode acarretar? Que a sua própria caminhada, fará com que você fique frente a frente, com quem você tem que perdoar? E você terá que tomar uma atitude. Espere por isso. Porque a própria vida, vai voltar a colocar aquela pessoa na sua frente. Para que você tenha o entendimento, de que chegou o momento, é agora – perdoe! Aí você continua dizendo: “Não, não vou perdoar, ela que se dane!”. Mais umas vezes ela virá ao seu caminho, até que você entenda que não tem saída, você terá que perdoar.

Agora eu estou apenas falando aqui, mas as situações que a própria vida vai lhe colocar, não serão nada boas. Não será simplesmente, trazer a pessoa à sua frente e você dizer: “Não, eu não lhe perdoo”; e a pessoa sai e vai embora. As situações ficarão cada vez mais interessantes. Mas como assim? Como assim? Vou explicar. O seu próprio caminhar, fará com que você dependa daquela pessoa para algo. “Ah, isso é impossível!”. Não, não é impossível. Porque aquela lição, você não aprendeu. Então o Universo começa a forçar você a aprender. Então aquela pessoa, terá que lhe trazer algo que você quer muito, mas que exatamente porque você não a perdoou, aquilo não chegará até você. Pense por esse aspecto e se você continuar insistindo, que não vai perdoar, a coisa vai ficando cada vez mais difícil para você, não para ela. “Ah, mas ela me magoou!”.

Estou falando aqui de você, não estou falando dela. Não estou falando dela, estou falando de você. Eu tenho sempre que parar em um lado da história e por enquanto eu estou aqui. Você que foi o magoado, o ferido. Então cada vez mais, você se verá próximo dessa pessoa. E por algum motivo, você vai ter que perdoá-la. Existem “n” formas do Universo fazer isso.

Então meus irmãos, aproveitem a chance hoje! Porque cada vez, ficará mais difícil a situação para vocês. Porque o não perdoar, é o não amor. Vocês estão dizendo não, ao amor incondicional. Vocês já pararam para pensar o que é o amor incondicional? É amar simplesmente! Não importa o que aquela pessoa lhe fez, você a ama. Este é o amor incondicional. Entendo que para vocês aqui. ainda é muito complicado aplicar esse amor. Mas pelo menos não tenham raiva, não nutram, não alimentem aquele sentimento dentro de vocês. Porque no momento que vocês perdoam, o sentimento explode. Desde que o perdão seja de coração.

Neste caso que estou apontando seria o seguinte: seria você perdoar, e no dia seguinte que você visse aquela pessoa, você simplesmente não sentir nada. Pelo contrário, você dizer: “Nossa! Como eu estou leve! Cada um de nós, que siga o seu caminho”. Pronto, você não sentiu nenhum sentimento de baixa vibração, em relação aquela pessoa mais. Aí sim, a sua balança negativa, começa a ter um outro peso.

Então percebam meus irmãos, eu não estou falando aqui perdoem e peçam perdão, como palavras ao vento. É difícil, eu entendo. Pedir perdão ou perdoar cara a cara; nossa esse então, é fora do contexto. Mas posso dizer uma coisa à vocês meus irmãos: existem formas e formas de se pedir perdão. Lembrem-se vocês estão todos conectados. Então se é um uma pessoa que você indiretamente prejudicou; porque muitas vezes você não prejudicou diretamente, você prejudicou indiretamente. Na hora do perdão, do pedido de perdão, mentalize a pessoa, é o bastante. E tenha certeza, que aquela pessoa de repente se lembrará de você; e poderá lhe perdoar ou não, mas aí o problema já não é seu, o problema passou para o outro lado. Eu ainda estou do lado de cá.

Então é isso. Vocês podem fazer o pedido de perdão ou perdoar mentalmente, desde que isso seja feito de coração. E tenham certeza que a pessoa do outro lado, vai receber isso. De alguma forma, você aparecerá na mente dela, e ela sentirá vontade de lhe perdoar ou aceitar o seu perdão. Então façam isso, peçam perdão à quem vocês magoaram, perdoem quem magoou vocês. Não adianta alimentar esses sentimentos de mágoa, ódio, raiva, vingança. A vingança então; a vingança é uma atração para a sua própria caminhada, de tudo aquilo que você está desejando ao outro. Exatamente isso, quando você planeja uma vingança contra alguém; você planeja, você arquiteta, você monta uma vingança e aquela pessoa cai; tenha certeza que no futuro, vocês receberão exatamente igual, eu nem diria, você vai receber de uma forma muito pior o que você fez. Porque assim é a vida. Vocês plantam e vocês colhem. Você plantou a vingança, você vai colher. Não é castigo, é semeadura e colheita.

Então de que adianta vingança. Você poderá até te sentir realizado: “Ah, me vinguei!”. Muito bem, então espere o retorno, porque ele virá. Tudo que vocês fazem contra o outro, volta contra vocês. Não tem jeito, não existe outra forma de vocês aprenderem a dor do que vocês fizeram. Não estou falando aqui de dor física, eu estou falando de uma dor no sentimento, para que vocês sintam o que vocês provocaram. Nada passa em branco. Já disse isso aqui.

Muitos, extremamente pensativos. Então é o que eu tenho dito para vocês, peçam perdão à todos que vocês magoaram. Não dá para lembrar de todos? Acredito também que não. Mas se vocês estão pedindo do fundo do coração, o seu Mestre Akáshico fará com que aquele pedido de perdão, varra a sua caminhada de alma. E vá entregando uma cartinha de pedido de perdão à cada um dos que você magoou. E todos vão receber. Todos! Porque no seu Akasha, está marcado à quem você magoou, à quem você prejudicou, à quem você feriu, à quem você matou. Está tudo lá. Então o seu Mestre Akáshico irá entregar uma cartinha para cada um, do seu pedido de perdão. E se esse pedido de perdão foi feito com muito amor, com muito sentimento, com arrependimento, a cada um que for entregue, será menos um pesinho na sua balança do negativo. Porque você aprendeu a lição, você entendeu o que você fez.

Não entendam com isso que tudo é perdoado pelo Universo. Mas posso dizer à vocês, que o que vocês fizeram nas vidas passadas, já foi sendo atenuado ao longo do tempo. Vocês não estão pagando agora por coisas que fizeram há milênios atrás. E isso já foi sendo eliminado ao longo do tempo, mas falta o sentimento do perdão. Então esse sentimento, quando é feito com coragem do fundo do coração, funciona. e vocês se livram de uma carga imensa. Muito bem. Da mesma forma o perdoar. Será entregue uma cartinha com o seu perdão, para cada um daqueles que lhe magoou.

Então meus irmãos, façam isso, façam várias vezes. “Ah, mas quantas vezes?”. Vocês querem sempre ter uma coisa exata. Não tem. Eu não posso dizer aqui, acendam 10 vezes, acendam 20, 30, 40; isso vai depender de vocês. Se vocês acenderam e no dia seguinte ainda ficou aquilo: “Hum! Eu acho que eu tenho que acender outra!” Acenda quantas o seu coração pedir. Porque cada vez que você pede perdão e você perdoa, mais limpezas são feitas em seu coração; mais limpezas são feitas na sua caminhada.

E aqui vai agora uma grande instrução. Eu perdoei. Como fica a pessoa do outro lado? Ela pode aceitar o seu perdão ou não. Ela pode entender... ”O que eu lhe fiz, não era motivo para você ter ficado tão magoado. Então vamos deixar tudo como está”; e não aceitar o seu perdão. Entende? Agora vamos pensar do lado dessa pessoa; O que ela lhe fez? Realmente teve toda a intenção que você percebeu? Porque se teve ela lhe magoou, e ela vai receber também tudo o que ela provocou em você. Então depende se há um mau entendimento ou uma coisa real. Mas voltando. Se esta pessoa aceita, que você entendeu que ela não tinha aquele motivo de lhe fazer mal, ou que ela também reconheceu que não agiu bem, e vocês dois se entendem; se perdoam mutuamente, bom para o mundo, bom para vocês, bom para o Universo.

Porque aquelas duas almas zeraram às suas questões. Agora você pode ter perdoado e a outra alma dizer: “Não, agora quem não quer sou eu!”. E aí? Problema dela, você está fazendo a sua parte; você está perdoando ela por aquilo que ela lhe fez. Agora se ela não aceita, se ela continua insistindo naquilo que lhe magoou, então o problema aí agora é com ela. Não é mais com você. Você perdoou, acabou, o problema para você, encerrou. E aí eu vou colocar uma situaçãozinha mais complicada. Você perdoou, para você aquilo morreu, mas no dia seguinte, ela vai começar a te instigar novamente. O que você faz? Aí é que está meus irmãos, toda aquela carga de ódio volta de novo, ou você simplesmente diz: “Eu não quero mais saber disso, para mim acabou!”. E pronto, dá as costas e vai embora. Ela poderá até insistir, mas vai chegar um dia, que ela vai cansar e aquela passa a ser a sua lição diária. Passa a ser aquela lição que você viverá a cada dia, tendo que escutar ela falando no seu ouvido, lhe provocando e você simplesmente dando as costas e indo embora.

Até que um dia, ela vai perceber que não lhe atinge mais, e aí ela cansa. Ou simplesmente, será que isso não é um bom motivo, para você pensar em mudar de emprego, ou mudar de apartamento, de residência, mudar de amigos, talvez? Lembrem-se, tem sempre um para aplicar as lições. Então este pode ser o momento, em que o Universo está lhe dizendo: você precisa sair desse meio, está na hora de crescer! E você simplesmente vai embora, e arruma algo muito melhor. Muito bem.

Então eu dei o exemplo que você perdoou. Agora você pediu perdão, você magoou, você feriu e efetivamente você percebeu que estava errado e pediu perdão, por tudo que você fez. Mas aquele perdão sincero, do fundo do coração. A outra pessoa pode ou não lhe perdoar. Continua também sendo problema dela. Você fez a sua parte, você pediu perdão, você reconheceu o seu erro e você diz isso tudo, para ela: “Reconheci que errei, errei muito, estou aqui pedindo perdão!”. Ótimo, você também se livrou daquele peso. Agora se ela vai lhe perdoar ou não, o problema passa a ser dela, não mais seu.

Então meus irmãos, para fechar esse assunto e como eu disse, será a última vez que estou falando sobre ele. Perdoar e pedir perdão, não precisa ser cara a cara. Se puder ser, melhor ainda. Mas existem pessoas que estão no seu passado, que vocês não sabem nem mais como encontrá-las. Então fica difícil. Então apenas mentalizem a pessoa. De uma forma generalizada peçam perdão a todos que passaram pela sua vida e perdoem da mesma forma.

Desta forma vocês estão garantindo, que a sua estrada de vida que vocês fazem ao outro, é o mal que o outro lhe fez e você guardou. Então esse seu sentimento. é o grupo de sentimentos que mais pesa na caminhada de uma alma. Então vocês querem vir para o lado de cá, querem evoluir. Então se livrem desses sentimentos. Façam isso. Perdoem e peçam perdão. E vocês verão como parece que um caminhão saiu das costas de vocês. A vida ficará muito mais alegre, muito mais produtiva, muito mais construtiva. Porque dependendo do grau que aquele bichinho que está dentro do seu coração está, você pode estar caminhando a passos de lesma; porque o peso é muito grande. E quando você se livra desse peso, você passa a caminhar normalmente.

Então pensem a respeito, mas pensem muito bem. E não adianta vir me dizer que perdoou, mas continua com raiva. Houve perdão realmente? Claro que não, você perdoou da boca para fora: “Ah, eu te perdoo”. Mas no coração a mágoa continua lá, a mácula continua lá. Então o perdão é pegar tudo aquilo que está no seu coração e jogar fora. E amanhã quando você vir a mesma pessoa, você não sentirá nada. Você não é obrigado à amá-la, mas se você não a rejeita, já é uma forma de amor. Ninguém precisa se apaixonar por quem perdoou. Apenas não ter sentimento nenhum, de baixa vibração em relação à ela. Isto já é uma forma de amor.

Entendam isso. Apenas o sentimento tem que ser retirado do coração de vocês. E passar a ser uma pessoa, que você nunca conheceu; uma pessoa do mundo, que se você passar por ela na rua, nada vai lhe dizer. “Lá vem Fulano, que legal”. E vai embora. Aquilo não vai lhe trazer nenhum sentimento, nenhuma lembrança. Porque enquanto trouxer a lembrança do ato, acabou, você não perdoou totalmente. É isso. Se vocês olham para pessoa e aquela cena, volta toda na sua frente, não foi feito o perdão ainda. Então, refaçam, quantas vezes forem necessárias.

EU SOU O ARCANJO MIGUEL! Estou aqui tentando mostrar à vocês, o como é fácil caminhar para a Quinta Dimensão. Basta que vocês façam os exercícios de casa.


641 visualizações

CNPJ - 29.898.085/0001-59 - Anjos e Luz Terapias - RJ

Copyright 2020 - Anjos e Luz Terapias - Todos os Direitos Reservados à www.anjoseluz.com