Arcanjo Miguel - O Conhecimento e a Sabedoria

Queridos! EU SOU ARCANJO MIGUEL!

Vamos iniciar mais uma semana. Espero que a caminhada dos raios, esteja fazendo bem à cada um de vocês. Esteja trazendo uma leveza, uma paz Interior, após vocês se libertarem de todos esses sentimentos, guardados ao longo do tempo. Sim é para remexer tudo, é para ir lá naquela caixinha, escondida no meio de um monte de quinquilharias, dentro de um baú empoeirado, atrás de um monte de móveis no sótão da casa. Sim, é para revirar tudo, é para como se vocês estivessem, com um casaco com grandes bolsos e vocês o virassem ao contrário e caísse tudo. Essa é a ideia, é trabalhar aquele sentimento mais guardado, aquele que vocês fizeram questão de esquecer. Mas que agora tem que vir à tona, para que vocês possam transmutá-lo, porque ele está lá, ele não foi perdido, ele só está esquecido.

Então muitos de vocês, vão até sofrer por muita coisa que vão se lembrar. Mas isto faz parte da caminhada. Exatamente é se libertar destes movimentos, desses sentimentos, dessas ações que vocês praticaram há muito tempo atrás. É como eu já disse aqui, deixem para o último dia, aqueles mais complexos. Mas se vocês já tiverem terminado toda a sua lista, podem começar a fazer, não tem problema. Mas que eles sejam os últimos, que é o perdão, pelas almas que vocês não permitiram vir à esse mundo. Então este será um dos últimos pedidos, as últimas transmutações. E tenham certeza, que se vocês estão fazendo com fé, confiança, acreditando no que estão fazendo, tudo vai dar certo, e vocês vão se livrar disso tudo. Vocês verão que muitas vezes, aparecerão coisas que vocês nem mais tinham conta daquilo ali. Não importa. Não é para reviver o sofrimento, é apenas trazê-lo à tona e transmutá-lo. E ele se vai, aquela caixinha não conterá mais nada.

Então espero que vocês continuem esta caminhada, até o sétimo raio. Não deu para terminar, comece de novo. E uma coisa importante: faltou pouco para terminar, mas não deu para terminar nos sete raios, vocês vão reiniciar e no primeiro raio acabou tudo. Vocês não vão parar aí, vocês vão cumprir a linha até o final. Não vão parar só porque terminou. Vocês vão continuar. E a cada dia vão permanecer ali, durante aquele tempo, recebendo aquele raio, intensamente.

Então, quem não conseguir terminar na primeira volta da roda, reinicie, mas faça ela até o final, mesmo não tendo nada a transmutar. Neste momento, conversem com os Mestres, peçam à eles que oriente vocês, a não repetir aqueles erros; que lhes ajude a serem conscientes e não cometerem mais erros. Peçam isso. Aproveitem este momento para fazer um “mea culpa”; e procurar se modificar; procurar mudar a forma como vocês percebem as coisas. Então peçam ajuda aos Mestres, para que vocês consigam isso.

Hoje será o raio Branco. Seraphis Bey. Mas como eu iniciei na sexta-feira, falando um pouco do raio Azul, comentei com vocês que era o raio da criação; então hoje vou dar sequência ao Segundo Raio, que é o raio da Sabedoria. E vou falar um pouco mais, sobre a sabedoria. O saber, o saber nato que cada um de vocês tem.

Vou começar dizendo, que muitos aqui se consideram em relação à conhecimento, extremamente prejudicados. São pessoas que foram pouco a escola, não têm muita facilidade em aprender; e se colocam como extremamente prejudicados na inteligência. Então eu vou começar falando para vocês. Posso dizer à vocês, que nenhuma alma gosta de ficar parada no lugar. Todas gostam de aprender, todas gostam de evoluir, todas gostam de adquirir conhecimento, porque isto também é a evolução da alma. Por isso vocês encarnam em culturas diferentes, em línguas diferentes, para que vocês acumulem conhecimento e desta forma evoluam também.

Ninguém evolui sentado parado no mesmo lugar. Vocês a cada dia podem aprender coisas novas, e isto faz parte da evolução da alma. Então para vocês que se acham prejudicados, que sentam e choram dizendo que a vida não os ajudou; eu posso dizer, que isso é uma característica da sua alma. Vocês se lembram quando comentei sobre fractais, que existem aquelas almas que não gostam de desafios? Não gostam de coisas novas, gostam somente daquilo que elas conhecem. E se ficarem ali a vida inteira, aí tá tudo perfeito, está tudo ótimo.

Então vocês são a representação física dessas almas, que não gostam de nada. Gostam daquilo que tem. “Se é aquilo que a vida me deu, é aqui que eu vou viver para sempre!”. Pronto, aquilo é bom? Não, não é. Você tem consciência que não é, mas cadê a vontade de andar para frente? Cadê a vontade de tentar modificar isso? Cadê a vontade de acreditar que tudo pode ser melhor? Não, essa vontade não existe, porque você desde lá do seu nascimento, a sua alma sempre foi assim. É preciso que tenha alguém que lhe pegue pela mão e lhe puxe. Senão você não anda.

Tem como mudar isso? Tem, basta que você queira. Você tem a sua consciência humana, que sobrepõe a consciência da sua alma, já que você está encarnado. Então aja; aja diferente da sua alma. Vou lhe dizer que não será fácil, porque a sua alma todo tempo vai ficar lhe dizendo: “Ah, para com isso, fica onde você tá, fica quieto!”. Então você terá que ter muita força de vontade para ir adiante e não escutar a sua alma; e se você fizer isso, você conseguirá. E depois a sua alma vai ver o quanto você a fez crescer, o quanto você a fez evoluir.

Então a sabedoria não está apenas em ler muitos livros. Por que ler muitos livros é bom? É. Você se lembra de todos? Você tirou algum ensinamento, em cada livro que você leu? Se você conseguiu tirar algum ensinamento, ótimo, maravilhoso. Agora se você leu, acabou, fechou o livro, esqueceu tudo que leu; de que adiantou você ler aquele livro? Então ser sábio, é saber tirar proveito das informações, é saber usá-las de forma adequada. É ler tentando compreender o que está ali, não ler apenas por ler. Ler que nem uma máquina e não entender nada; não adianta. “Ah, eu li 500 livros em toda minha vida!”. Muito bem. Você aplicou algo do que leu na sua vida? Você aprendeu algo ou apenas gosta de se exibir, com uma estante imensa cheia de livros: “Ah, eu já li todos!”. A me fale sobre aquele ali? É... Hum... Ah...Eu não estou me lembrando no momento”. Claro porque aquele livro não lhe trouxe nada. Agora quem lê realmente o livro e aquele livro ele passa alguma informação; se alguém perguntar: “Aquele livro foi bom? Foi maravilhoso, eu não me lembro bem a história toda, mas eu sei que o enredo tem isso, assim, assim, assim, que é interessante”. Então você guardou o que o livro quis lhe dizer, aquilo está na sua alma, está gravado na sua alma. Então você nunca irá esquecer, você aprendeu algo. Agora ler e quando alguém me perguntar o que aquele livro que dizer “Ah, não me lembro!”; então você não leu, você apenas folheou o livro.

É meus irmãos, vocês têm uma impressão errada do que é ser sábio. Ser sábio é aprender com cada lição. E vou dizer à vocês, têm muitos aqui que são mais sábios em vida, não de viver, mais sábios em situações de vida; de saber saírem de situações de vida, sem ter nenhum estudo, do que muitos de vocês, que chegam até aos mais altos níveis de estudo e quando chega uma situação de vida complexa, empaca, não sabe sair.

Então ser sábio, é saber compreender o que a vida está lhe mostrando. É saber planejar como sair daquilo ali, com a lição aprendida. Isto é ser sábio. Então não se nivelem, pelo grau de estudo que vocês têm; porque muitos aqui não têm estudo algum, mas na academia da vida, estão dando nota 10. Porque sabem sair das situações e não têm estudo algum; tem talvez o básico, mas conseguem, tem a força, a crença de entender cada lição e dar um passo à frente.

No entanto muitos de vocês, ficam empacados, às vezes, um bom tempo da vida. Então ser sábio não é ter títulos, ser sábio não é falar muitas línguas. Ser sábio é saber chegar numa terra estranha, e se virar, falar com os olhos. Esta é a linguagem mais perfeita que existe no seu planeta. Porque o falar com os olhos, vem do coração. Então não precisa palavras, vocês demonstram e com o olhar, vocês dizem o que vocês querem. Este é ser sábio.

Então vocês costumam ridicularizar, costumam humilhar aqueles que não têm estudo. Aqueles que tiveram uma vida difícil. Não, diria que são aquelas almas, que não querem sair do lugar, até querem. Mas muito cedo, os pais não aceitam que os filhos percam tempo com estudo. Os filhos têm que trabalhar para sustentar a casa. Então aqueles perdem uma boa oportunidade de crescerem em conhecimento, não em sabedoria. Conhecimento é uma coisa, sabedoria é outra. Ter conhecimento e não saber usar aquele conhecimento, é não ter sabedoria. E muitas vezes, aquele interiorano, que pouco estudo tem, que mal sabe assinar o nome, tem mais coisas a lhe ensinar do que você, que tem um grau altíssimo de conhecimento. Você pode ter conhecimento, mas sabedoria de vida, você não tem nada. Quem tem é ele. Porque ele sabe tirar de onde não tem, o que ele precisa. Você não.

É claro meus irmãos, que eu não estou aqui generalizando nada. É claro que muitos que estudam, têm uma sabedoria compatível com o conhecimento; é óbvio. Mas em linhas gerais, podemos dividir em três partes: aqueles que não querem, ter nem conhecimento e nem sabedoria; ficam lá embaixo. A parte mais superior, aqueles que têm conhecimento e têm sabedoria. E a parte do meio, que se mistura todo o resto. E nesta parte do meio, você vai ter todo tipo de desnível entre conhecimento e sabedoria.

Então meus irmãos, comecem a perceber como tudo no seu mundo é focado, na não sabedoria. Vocês são levados a crer, exatamente aqueles que têm mais dificuldades para chegar lá em cima, são levados a crer que: “Olha, vocês podem até tentar, mas vocês não vão chegar a lugar nenhum!”. E eles acreditam tanto nisso, que realmente não chegam a lugar nenhum. Agora têm aqueles que dizem: “Não, eu não concordo com isso, eu vou fazer o meu papel!”. E chegam lá.

É meus irmãos, vocês também se deixam levar pelo que os outros falam. Se existisse uma intenção, de que todos, TODOS, tivessem o mesmo conhecimento, vocês teriam a educação igual para todos. Não importa, se mora num bairro pobre ou se mora num bairro rico, todos teriam o mesmo conhecimento. Aí sim, eu diria que todos chegariam à algum lugar. É claro que sempre haveria aqueles que não querem sair do lugar, isto já está entendido. Mas para aqueles que querem, eles não seriam forçados a acreditar, que eles não teriam chance. Porque eles estavam nivelados com todos. O filhinho de papai estaria estudando o mesmo que aquele pobre estaria estudando. Então todos teriam o mesmo conhecimento; a sabedoria seria de cada um. Cada um ultrapassaria o seu conhecimento para subir um pouco mais, mas todos estariam nivelados. Mas não é isso que existe no seu mundo.

A desagregação já começa por aí. Aquele que tem mais condições, estuda com muito mais conhecimento, com muito mais carinho pelos professores, com muito mais condições; do que aquele pobre que vive lá, naquele canto. É. E aí quem são aqueles que mais os políticos gostam de acenar? Eu não vou responder aqui, vocês sabem quem são. Então eles podem ir até lá e prometer um monte de coisa, inclusive dizer: “Olha a partir de agora, no meu governo, vocês vão ter escolas exatamente iguais as outras escolas lá!”. E aí todo mundo... “Ah é o nosso salvador!”. E aí passa a eleição, e o que aquele político faz? Nada. Já tá eleito acabou. “Vou fazer para quê? Eles têm que ficar lá mesmo!”. E assim é o seu mundo.

É meus irmãos, tudo é muito bem planejado, tudo é muito bem orquestrado, para que a grande maioria; porque é a grande maioria, não tenha conhecimento. E tudo é tão claro para eles, que eles não têm conhecimento, que eles acabam se convencendo que também não têm sabedoria. Então eles nascem pobres, vivem pobres, morrem pobres. E isto é perpetuado pelas outras gerações, porque eles foram incentivados a acreditar nisso. Não há nada a ser feito por eles.

Então sabedoria..., não vou dizer também que não está ligada em nada ao conhecimento, claro que está, mas tem suas exceções. Você pode ter muito conhecimento e não ser nada sábio. Como também, você pode não ter conhecimento algum e ser um sábio da vida; e levar a sua alma lá na frente.

É meus irmãos, então para encerrar eu apenas diria à vocês: sejam sábios nas suas decisões. Antes de vocês tomarem uma decisão difícil, parem, meditem, pensem a respeito. Não tomem decisões precipitadas, porque é aí que vocês mudam o curso das suas vidas, e pegam aqueles atalhos, que atrasam a caminhada da sua alma. Então quando alguém disser: “Qual é a sua decisão?”, “Amanhã eu lhe digo!”. E durante aquele tempo pergunte-se, pergunte ao seu coração, pergunte ao seu Eu Superior: “O que é melhor para minha alma, para minha caminhada? Me orienta, me ajuda a tomar a decisão certa!”. E tenham certeza, que a decisão certa, será mostrada à vocês. Agora, vocês têm que ser muito fortes, porque muitas vezes, o entorno faz vocês tomarem decisões erradas.

Então aquele que tomar uma decisão, terá que brigar contra o entorno, também muitas vezes. Mas tenha certeza, que aquilo está sendo bom para sua caminhada de alma. Senão é bom para quem está à sua volta, sinto muito. Mais um tempo eles verão, que você tomou a decisão certa. Então sejam sábios na hora de tomar uma decisão. Busquem dentro de vocês a resposta. Não no outro. Vocês têm a mania: “Vou tomar uma decisão. Fulano o que que você acha?”. Ele vai dar a opinião dele, como se fosse ele. Ele não está pensando em você, está tomando a decisão como se fosse ele. E aí você se estrepa, porque aquela decisão não era para você, era para ele.

Então não perguntem nada à ninguém. Perguntem à Deus Pai/Mãe, perguntem a Sananda, perguntem ao santo que vocês quiserem: “Me mostre claramente, qual a melhor decisão a tomar!”. Agora quem tomará a decisão é você. Porque muitas vezes nós mostramos a decisão, e vocês dizem: “Não. Eu vou tomar essa decisão aqui!”. E vai pelo caminho errado. Quando vocês pedem, à um ser de luz, que os ajude a tomar uma decisão, o que nós fazemos? Nós mostramos os dois caminhos: você será apresentado a consequência do caminho do sim, e a consequência do caminho do não. Mas a decisão será sua. Nós nunca lhe daremos a solução. Agora se você pergunta ao seu Eu superior, ele é você. Ele é a sua alma. Então ele sabe o que é bom para você. Então ele sim, poderá dizer: “Este caminho é o correto”. Mas também com a sua consciência humana, você poderá aceitar ou não.

Então meus irmãos, sejam sábios nas suas decisões. Sejam sábios na sua caminhada de vida. Sejam sábios como passar pelas lições, porque são elas que evoluem vocês. Conhecimento é bom? Sim, conhecimento é muito bom, porque dá a chance de novos caminhos para a alma. Melhores empregos, melhores colocações, concordo. Mas será que aquela colocação linda e maravilhosa, é o melhor para sua alma? Então pensem a respeito.

Não ouçam apenas à mente. Não vejam apenas o dinheiro que vocês vão ganhar. Procurem saber se aquilo será bom para sua caminhada de alma, para a sua vida. Porque muitas vezes, vocês fazem escolhas que para você é até bom, mas para a sua família que depende de você, foi a sua pior escolha. Então sejam sábios. Saibam colocar na balança todos os prós e contras, antes de tomarem uma decisão. E peçam ajuda, só não esperem, de nós seres de luz, a resposta; mas lhes mostraremos as duas opções e você saberá escolher. Seja sábio ao escolher.

EU SOU O ARCANJO MIGUEL! Estou aqui sempre pronto, para ajudar cada um de vocês, a ver a verdade de cada opção. E desta forma você poderá escolher, a que melhor lhe convier.



394 visualizações1 comentário

CNPJ - 29.898.085/0001-59 - Anjos e Luz Terapias - RJ

Copyright 2020 - Anjos e Luz Terapias - Todos os Direitos Reservados à www.anjoseluz.com