Arcanjo Miguel - Meditando e Quebrando a Negatividade

Queridos! EU SOU O ARCANJO MIGUEL!

Iniciando uma nova semana. Muitos ainda atordoados, ansiosos, pensativos, a respeito dos acontecimentos. É como eu tenho dito; tudo está acontecendo. Nada, na sua grande maioria, vocês ficam sabendo. Esta é a ideia. Quanto mais sigiloso, quanto menos comentado para nós, é melhor. O importante é que as ações estão sendo tomadas e algumas coisas têm acontecido. Apenas a sua mídia não tem interesse em lhes mostrar, o grande interesse agora é contar mortos. Este é o grande interesse.

Não existe curados; não existe pessoas que estão aí caminhando após o vírus. Não, não, não, só existem mortos! Então vocês ligam os seus televisores e só ouvem falar sobre mortos. E aí muitos estão chorando, porque não podem velar os seus parentes mortos. Eu já disse isso aqui; este é um hábito extremamente mórbido que vocês têm, venerar uma coisa morta. Vocês têm que venerar as pessoas em vida; vocês têm que dizer a elas o quanto as amam em vida; vocês têm que pedirem perdão em vida; vocês têm que perdoar em vida. Não ficar chorando em cima de um corpo, porque ali só tem um corpo, morto. Achando que ali você está jogando fora todos os sentimentos ruins, que você tinha contra aquela pessoa.

Então será que isto também não é um aprendizado? Morreu meus irmãos, acabou! É um prolongamento de um sofrimento desnecessário, vocês ficarem olhando aquele corpo ali sem vida. Muitas vezes, vocês nem podem olhar. Para quê? Só para dizer e para mostrar aos demais, que está sofrendo muito. Aí você se desespera, chora, se ajoelha, grita berra. Você está fazendo o seu papel, todos estão comentando: “Nossa, quanto sofrimento!”. E eu diria, quanta exibição! Porque muitas vezes aquilo ali é um teatro. Não, eu não estou afirmando aqui que todos fazem isso; muitos realmente choram, realmente se desesperam, realmente sofrem; mas tem uma boa maioria, que ali se houvesse uma indicação ao Oscar, ganharia; porque a representação é perfeita. Aí quando sai dali chega em casa, ainda dá graças a Deus que não terá mais aquele ao seu lado.

Interessante. Muito interessante, a forma como vocês têm de encarar a morte. A forma como vocês têm de encarar, que aquele ser não estará mais ao lado de vocês. No entanto aquele ser, se tornou a alma que ele sempre foi. E estará ao seu lado, se você pensar nela com muito amor, com muito carinho, ela estará conectada à você. Sem que precise você ficar chorando, mostrando para ela, que está sofrendo demasiadamente. Porque para ela não é bom, ela também sofrerá. E aquela caminhada de luz que ela estaria pronta para fazer, fica prejudicada, porque ela fica próxima à você, tentando de alguma forma acalentá-lo. E aí a evolução daquela alma atrasa. É isso que vocês fazem meus irmãos. Quando ficam chorando, esperneando, perguntando o por quê, vocês não estão amando aquele ser que se foi, vocês estão prendendo eles perto de vocês. Olha quanto egoísmo? Deixem a alma evoluir; chegou o momento dela, chegou a hora dela se tornar novamente alma. Então entendam, aceitem e deixem-na ir!

É, infelizmente esses conceitos são difíceis de vocês absorverem; porque existe todo um ritual, todo um conceito de que... não, precisa-se chorar, precisa-se demonstrar o amor no momento da morte. A vida inteira vocês foram cão e gato, como vocês costumam dizer; mas na hora da morte você chora, se esperneia. Interessante. Esta posição de vocês, é muito interessante. E olha, vou dizer para vocês que tem horas, que nós temos vontade de rir. Sim, porque nós observamos, estamos à volta daquela alma. Se ela é uma alma de luz, estaremos à volta para conduzi-la no caminho certo; e protegê-la daqueles ávidos, por levá-la para o outro lado.

Então muitas vezes temos vontade de rir, tamanho é o teatro. Porque vemos os corações de vocês, por dentro vocês estão rindo, dando graças a Deus: “Eu me livrei disso!”. Mas ali perante os outros, você é aquele esposo ou esposa, ou parente não importa, que sofre, que está ali se acabando de sofrer, temos vontade de rir. E nossa vontade na verdade seria desmascará-lo, seria mostrar realmente à todos quem você é. Porque aquilo é muito injusto, é muita falsidade com aquele que está indo embora e para com os demais.

E aí tem aqueles que entendem, que não é dando show que vão demonstrar o amor. Ficam recolhidos, pensativos. E aí sempre terá aquele: “Olha lá! Não derramou uma lágrima. Totalmente insensível!”. É, aquela que não derramou uma lágrima, talvez seja a que mais esteja sofrendo a falta daquele que se foi. Aí meus irmãos, olha que ambiente próprio para julgamentos, falsidades.

E aí aquelas famílias que não se falam; cada uma num canto; mas quando morre, todos aparecem; e se encontram! Alguns: “Poxa quanto tempo! Ah, vamos passar a partir de agora, a se ver!”. Outros continuam até brigando durante o velório, brigam, discutem. Aí acabou ali, todos voltam a ser o que eram. Nada muda! Então infelizmente aquele corpo estendido ali, aquela massa morta; porque ali é uma massa morta; ali não é nada, ali foi uma roupa velha descartada. Não é nada. Não foi nem capaz de unir a família, mas todos tinham que estar ali presentes, mostrando que amavam. Sim, anos e anos sem estar juntos, mas na hora da morte, todos aparecem. Quanta hipocrisia!

Então meus irmãos, não, o assunto hoje aqui não é morte. Eu apenas fiz um pequeno apêndice, ao que eu iria falar hoje. Em função das novas modalidades de enterros; que estão acontecendo agora e que vocês nem veem. Isso seria o correto. Morreu acabou. Enterrou! Ah, mas não podemos esquecer também, que tem todo um ritual né. Tem que ter os pagamentos, tem que ter algumas coisas, para fazer valer alguma coisa né? Porque até para enterrar os seus mortos, vocês têm que pagar! Interessante. Onde o certo seria os seus governos, cremarem todos os corpos. Isto sim deveria ser uma grande campanha de cremação, para que aquela energia, que ainda existe ali, seja liberada muito mais rapidamente. E não através da podridão daquela massa morta.

E aí vocês percebem que vocês estão enterrando seus mortos doentes. Eu nem vou continuar o assunto, porque é muito sério. Ninguém deveria estar sendo enterrado doente. Vocês teriam que cremar todos esses corpos, para que efetivamente, vocês erradicassem este microorganismo do seu planeta. Não, vocês estão guardando, estão plantando ele na terra. Ai daqui a um tempo, a primeira chuva que tiver, houver alguma enchente no cemitério, o que irá acontecer?

Não, eu não estou apavorando vocês; eu estou falando a verdade. Vocês estão fazendo tudo errado. Porque pelas suas crenças, vocês não admitem cremar o corpo porque ele vai sofrer. Sem palavras. A massa disforme vai sofrer? A massa morta vai sofrer? Mas isso lhes foi ensinado, então vocês têm que ficar venerando uma massa morta. É, realmente, as suas crenças fazem com que vocês façam tudo errado.

Então, voltando ao início do nosso assunto, as coisas estão acontecendo. Vocês apenas não ficam sabendo, e estão sendo bombardeados apenas com números, de mortos. Não existe mais nada acontecendo na Terra. A Terra só tem gente doente e morrendo. Apenas isso. Não tem mais nada de interessante. Todo o resto do mundo parou. Ninguém faz mais nada. Todos só contam mortos. Nada acontece mais no seu planeta. Ótimo! Fiquem focados apenas nos números dos mortos. Continuem absorvendo todo esse medo. Continuem, este é um bom exercício de geração de medo. Porque a cada um que morre, centenas se salvam. Mas isso não é dito. Vocês só escutam que morreu, mais um morreu. Então continuem absorvendo os números. Tomem café da manhã, almoçem e jantem números de mortos. Isto é bom! É bom, para baixar as suas vibrações lá no pé. Depois vocês não reclamem, que não entendem porque que não estão subindo na pirâmide.

É meus irmãos, e de vez em quando eu ainda pego alguns de vocês, preocupados com as notícias que leem; notícias que só exalam medo. Por que leram? Será que vocês ainda não entenderam, que a maior arma que os escuros têm, é o medo? Vocês ainda não aprenderam isso. Vou dar um exemplo: vocês podem estar com uma frequência vibratória na faixa de 1000. Não estou preocupado aqui com unidades; na faixa de 1000. Aí vocês sentem medo, sabe o que acontece com essa frequência? Vocês vão chegar a menos de 100! Então percebam a força que o medo faz em cada um de vocês. Então realmente, continuem lendo notícias e principalmente compartilhando notícias que trazem o medo.

E aí, vocês ficam se perguntando, até onde isto que está sendo dito é verdade? Meus irmãos, realmente, eu nunca disse para vocês que seria fácil. Isso eu repito sempre. Tenho dito para vocês que muito ainda está por vir. Que muitas provas ainda virão, que esta não será a última. Vocês ainda passarão por mais provas. Mas eu também sempre digo, que quem estiver com a vibração boa, quem estiver confiante, quem estiver vibrando alto, nem perceberá que foi uma grande onda. Vai apenas molhar o pé, como uma pequena marola.

Então não há o que temer. Não há o quê ter medo. Basta que vocês mantenham-se vibrando alto, praticando o amor incondicional em qualquer questão. Vocês ainda não aprenderam, que tudo que vocês leem que traz o medo, é exatamente para isso, para baixar a frequência de vocês e emanar o medo no planeta?

Então vamos lá, vamos fazer um exercício: Vocês fizeram uma grande meditação naquele dia 4. Vocês mudaram a linha do tempo do planeta, vocês elevaram Gaia, vocês tiveram um poder enorme. Isto deixou aqueles que não querem isto, a qualquer custo, desnorteados; porque eles não esperavam tamanha força de vocês; eles não esperavam que vocês conseguissem. Então eles precisam fazer algo, e como eles dominam a mídia; mortos, mortos, mortos, mortos, pessoas morrendo nas portas dos hospitais, pessoas morrendo em casa, pessoas morrendo na rua, pessoas morrendo em todo lugar. Ou seja, o planeta todo está morrendo. Isto causa o quê? O medo em vocês. E aí a vibração do planeta acontece o quê? Porque vocês se deixam levar por essas notícias; a grande maioria sim. E aí vocês ficam esperando que as coisas aconteçam rapidamente. Como? Se a própria massa crítica que fez aquela meditação do dia 4, cai nessas armadilhas.

Muitos de vocês estão, dentro desta armadilha, caíram nela. Continuam achando que eu não devo estar falando a verdade, porque a realidade está aí, nua e crua. Sim, não vou negar que as pessoas estão morrendo; não, não vou negar. Agora as pessoas também estão se curando. E vou lhes dizer, rapidamente, vocês conhecem o número daqueles que se curam? Não, vocês não conhecem. Porque se começa a dizer: “Em cada um milhão de pessoas, 999.500 se recuperaram, apenas 500 morreram”. Vocês vão pensar:

“Poxa, ah então tá bom, a taxa tá razoável! E é isto que está acontecendo, mas não vocês só ficam sabendo que 500 morreram. Então o planeta todo está morrendo.

E aí vocês reclamam que as coisas atrasam, é, não tem como. É como se vocês enchessem Gaia como um grande balão e de repente, ela começasse a esvaziar. E aí o que que acontece quando o balão esvazia? Ele desce. Vocês percebem meus irmãos, a armadilha que vocês caem? Então procurem ver os números. Procurem, porque os números existem. Eles só não são divulgados. Em cada país, os números existem, procurem e vocês verão como a coisa não é tão, quanto estão falando.

Não existe desesperança. Não existe escuridão no fim do túnel. Existe luz e muita luz no fim do túnel. Porque este vírus não veio para exterminar o planeta Terra, se fosse, ninguém se recuperaria, todos estariam morrendo; seria uma sentença de mortes. “Peguei o vírus, vou morrer!”. Não é isto que acontece. Então este vírus não veio para exterminar o planeta Terra. Ele veio para gerar o medo, para que a frequência do planeta baixasse. Vocês souberam, dar a volta por cima, mas caíram de novo; caíram na mesma armadilha.

Então o que eu posso dizer para vocês? O que digo sempre: não ouçam nada disso. Busquem por notícias boas, busquem por coisas boas acontecendo no seu planeta. Parem de contar os mortos. Todos ali fizeram uma escolha e esta escolha está sendo respeitada. Respeitem também. Eu entendo que não é fácil aceitar, mas será que esse não é o momento de vocês entenderem, que a morte não é o fim? Será que não chegou o momento de entender, que é apenas a tirada de uma roupa, a alma continua lá. Então ,mudem suas vibrações!

O que disse aqui no final da semana passada, em que eu estava muito preocupado com o fato de tantas formigas no açúcar. Continua de pé! Eu quero que cada um de vocês siga o seu caminho, não o caminho do Fulano do lado que fez e ficou bom. Cada um tem que fazer aquilo que ressoar em seu coração. Não fazer porque o Fulano do lado fez. Não existe obrigatoriedade na luz. As coisas na luz têm que ser feitas de coração aberto, não porque o outro fez. “Ah, se ele fez e se deu bem, eu vou fazer também!”. Olha o sentimento aí da inveja! “Ah, se ele se deu bem, eu também vou fazer!”. Isso é o quê? É inveja, porque o outro se deu bem, então você vai e vai fazer igual. Não vai adiantar de nada, porque você não fez porque aquilo seria bom para você; mas não porque você irá ganhar o que o outro ganhou, você iria ganhar o que for do seu merecimento ou não.

Então meus irmãos, volto a repetir: Cada um faz aquilo que o seu coração ressoar. Tem um monte de coisas boas que vocês podem fazer, mas não tudo ao mesmo tempo. Se não vocês não fazem nada certo, vocês se embolam. Façam aquilo que os seus corações mandarem. Alternem, mudem os procedimentos a cada semana, não precisam ser diários. É o que eu tenho dito aqui meus irmãos, a grande preocupação de todos vocês neste momento, é a ascensão; é preparar suas almas para a evolução.

Então a grande preocupação, é vocês terem aquele momento diariamente, onde vocês se conectam com os seres de luz; mostram à eles que vocês querem esta conexão. E aí a cada dia eles vão banhando vocês, mais e mais em luz. É isto que vocês têm que ter preocupação; se ligarem aos seres que os protegem; se ligarem aos seus mentores, aos seus guias, aos seus anjos. Porque são eles que vão lhes ajudar na caminhada. Não estou dizendo aqui que fazer uma meditação, de um determinado ser de luz é errado, não, não é; mas ela sempre tem um propósito. Agora a conexão com os seus seres de luz, tem que ser diário; é um aprendizado diário!

Então é isto que vocês têm que estar sempre preocupados, em ter os seres de luz que são seus, que são os seus parceiros, que estão sempre à sua volta, ali, conectados à você! Sananda lhes orienta muito bem nas cartas, que a meditação é necessária, pois é o momento em que vocês se abrem e dizem para o alto: “Quero receber esta conexão. Eu quero receber tudo aquilo que eu tenho direito. Eu quero aprender a me conectar. Eu quero ter vocês ao meu lado!”. E é isto que vocês farão; e é isto que vocês conseguirão. Então esta tem que ser a preocupação. Não ficar seguindo roteiros. Façam de vez em quando, uma coisa, outra, participem em grupo. Perfeito! Mas isso não é caminhada obrigatória. A caminhada obrigatória é a meditação diária. Onde vocês pouco a pouco, vão aprendendo a se conectar com os seres de luz.

Muitos de vocês estão tendo surpresas; estão ouvindo coisas. E sentem medo. Então volto a repetir aqui: quando vocês se propõem a meditar e chamam pelo seus seres de luz, quem vocês acham que estão falando com vocês? Então por que o medo? “Ah, mas eu nunca recebi mensagem nenhuma, nunca falei com ser nenhum”. Muito bem. Os véus não estão caindo? Meus irmãos o primeiro dom que todas as almas têm é a telepatia; todas as almas têm esse dom. Então é desta forma que os seres falam com vocês. Vocês escutam as frases em sua mente. Agora, se vocês se sentam. “Vou meditar. Estou aberta para me conectar, com qualquer ser que quiser”. Aí você tem um problema, porque você abriu as portas para receber qualquer coisa; e tenha certeza, que não serão seres de luz que se aproximaram dali. Agora se você senta para meditar, e diz: “Eu quero me conectar com os meus seres de luz”, o que você acha que eles estão fazendo ali à sua volta? Exatamente, criando uma grande aura de luz, para que as conexões aconteçam. E jamais vão permitir que um ser de não luz interrompa isso.

Então vocês precisam parar de duvidar; vocês precisam parar e acreditar. Muitos estão perdendo grandes oportunidades de conversarem com os seres de luz, porque têm medo. Continuam com aquela bobagem: “Ah, como saber com quem estou falando?”. Eu já disse e acabei de explicar aqui agora, depende do que você está pedindo. Se você pede eu quero me conectar com os meus seres de luz, é com eles que você irá se conectar. Quer saber quem é? Pergunte o nome: “Com quem estou falando, quem é você?”. E ele dirá o nome, dirá exatamente quem é; ele não tem porque se esconder. Pelo contrário, ele quer se fazer presente na sua vida; então ele se exporá.

Então meus irmãos, coragem. Até para isso vocês têm que ter medo? Vamos superar esses medos bobos que vocês têm. Vocês querem ou não querem evoluir? Então primeiro passo é esse, estar em contato com os seus seres de luz; este é o caminho agora. Este é o caminho, que cada um de vocês tem que trilhar nesse momento. Não por favor, não comecem com a enxurrada de perguntas: “Como vou me conectar?”. Não será respondido, porque não tem receita. Se tivesse uma receita, eu já teria dado.

Cada um se conecta ao seu jeito. Encontre o seu jeito. Isso também é muito particular. Não é porque o fulaninho medita de cabeça para baixo, porque ele faz yoga, que você também tem que meditar de cabeça para baixo. Cada um de vocês encontra o seu ponto; cada um de vocês encontra a sua forma. Então não perguntem como vocês vão fazer isso. Busquem, dentro de vocês. Peça ajuda à eles. Se sente ou se deite: “Meus seres de luz me ajudem, me ensine a meditar!”. Se vocês pedirem isso com muito amor, com muita vontade, aguardem e vocês verão os resultados.

Então é com isto meus irmãos, que vocês têm que se preocupar agora. Com as suas próprias ascensões. Não existe nenhuma outra preocupação neste momento. A preocupação é esta. Vocês estão colocando aqueles que amam, na bola de luz. Vocês não sabem o que vocês estão fazendo por eles. Vocês não têm ideia. Então façam diariamente. Muito bem. Este exercício tem que ser diário, a todo instante. Quando vocês virem um ser, de sua família, muito querido, que você percebe que está indo num caminho errado, olhe para ele e veja-o dentro de uma bola de luz. Façam isso a todo instante. Vocês querem ajudá-los? É desta forma.

A grande onda de despertar, a última, pode chegar a qualquer momento. Então deixem eles prontos. Quanto mais iluminados, mas eles serão atingidos por esta onda de luz e despertarão. Alguns, já viram pessoas se levantando da bola; já viram pessoas se contorcendo para saírem da bola. Eu avisei que isso poderia acontecer. Não insistam. “Ah, mas aquela pessoa não pode mudar de ideia?”. Pode, mas neste momento não adianta você insistir. Ela terá a chance dela no momento da grande onda.

Então meus irmãos, essas são as preocupações que vocês têm que ter hoje. Diariamente. A conexão com os seres de luz, que estão à sua volta; que lhes protegem, que lhes ajudam; que estão com vocês todo tempo. E emanar luz, para os que estão à sua volta, ou para os amigos, os animais. não importa. Quem vocês queiram, não tem restrição de ninguém. Coloquem quem vocês quiserem nesta bola de luz. Se vocês acham que uma pessoa está seguindo um caminho errado, coloque-a na bola de luz. É o que você pode fazer por ela, porque colocá-la na bola de luz, é uma representação do seu amor incondicional por ela. Você não está preocupado no que ela está fazendo, com os caminhos errados que ela está tomando. Você está colocando ela lá; está dando a oportunidade à ela de receber luz. E ela estará recebendo luz. Então você estará fazendo valer o seu amor incondicional E isto é perfeito.

Então meus irmãos, façam isso. Usem e abusem da bola de luz, todo o tempo, todo o tempo; não tem restrição alguma. Quanto mais luz, mais vocês estão ajudando aquela alma perceber e encontrar o caminho certo. Agora, se depois disso tudo, no grande momento aquela alma não despertar, você terá no teu coração a certeza: “Eu fiz o que eu podia. Eu tentei. Eu fiz tudo que eu podia fazer. Mas ela não quis”. Então, este é o momento de vocês ajudarem à todos. Façam isso. E se mantenham equilibrados. Sempre que vocês ouvirem os números de mortos, multipliquem o número que vocês ouviram por 1000, e vocês saberão quantas pessoas foram curadas. Quantas pessoas tiveram a doença e se curaram! Façam sempre isso. Tantos morreram; multipliquem por 1000 e digam internamente: “E tantos viveram”. Pronto. Vocês quebraram aquela corrente de negatividade. Simples não? Mas com um efeito imenso. Se quiserem falar em voz alta, falem. Ninguém vai entender nada. Vão dizer: “Ah você tá doido, ninguém disse isso!” É mas eu estou dizendo, morreu 50; mas 50 mil se curaram, se salvaram, ou tiveram a doença e não tiveram nada! Pronto você quebrou aquela corrente. Você quebrou aquela malignidade que veio naquela notícia, com uma coisa positiva; com uma coisa boa.

Como prometi, nesta semana começaremos um novo assunto. Amanhã teremos as nossas perguntas e respostas. E na Quarta-feira, vou começar a comentar sobre cada um dos Mestres Ascensos. Eu acho que será um assunto bem agradável, em que muitos têm muita curiosidade de entender, de conhecer. Ouvem falar, mas não sabem quem são, o porquê que são. Então este será o nosso próximo grupo de ensinamentos. Vamos falar de cada um dos Mestres Ascensos.

EU SOU O ARCANJO MIGUEL! Estou aqui, pronto, sempre, para ajudar cada um de vocês. Basta que pensem em mim e peçam a minha ajuda, e, imediatamente, ela lhes será dada.


420 visualizações

CNPJ - 29.898.085/0001-59 - Anjos e Luz Terapias - RJ

Copyright 2020 - Anjos e Luz Terapias - Todos os Direitos Reservados à www.anjoseluz.com