Arcanjo Miguel - Mais Sobre a Meditação dos Raios

Queridos! EU SOU O ARCANJO MIGUEL!

Hoje vou falar um pouco, sobre a meditação dos Raios. Sei que muitos já estão fazendo a segunda volta e terminando, ou já terminaram e estão fazendo a terceira. Meus irmãos, percebo que muitos de vocês, estão tendo algumas dificuldades em passar por estas meditações. Muitas dores, dores há muito já resolvidas estão voltando. Por que isso? Porque uma meditação tão profunda, tão iluminada, causa tanto desconforto. Aí muitos já estão pensando, que ali tem algo que não é bom, que ali tem algo errado. Não, eu não vou tentar convencer ninguém, cada um fará aquilo que o seu coração mandar. Agora vale dizer, que vocês estão sendo transmutados também. Não basta apenas vocês transmutarem os sentimentos, as ações, tudo aquilo de errado que vocês fizeram; e que vocês enumeraram numa folha de papel, que os seus corpos também sejam transmutados.

Então o que acontece? Vocês fazem a meditação e durante a meditação, existe algum tipo de desconforto; seja ele qual for. Dor, um incômodo de estar naquele processo, qualquer coisa. O que isto significa: significa que você tomou a decisão, de se livrar de muita coisa, mas a sua alma está dizendo não. A sua alma está gritando dizendo para você: “Não, eu não quero me livrar disso.” Vocês têm que pensar o seguinte: suas almas têm uma caminhada muito longa, a grande maioria aqui; muita coisa vivida, muitas experiências vividas boas e ruins. Então neste momento, a sua alma não consegue compreender, que aquilo tem que sair dela; que ela também tem que se livrar daqueles sentimentos, não apenas a sua consciência humana. Porque a sua consciência humana, está mais focada em transmutar o que vocês têm consciência, que viveram, provocaram. O que está corretíssimo; vocês estão limpando a carga desta vida, porque é o que vocês se lembram.

Orientei à vocês, que durante o Raio Violeta, vocês transmutem as mortes que vocês têm nas costas. Não dessa vida, de outras vidas; porque é a reta final do círculo. Então ali é para arrancar de vocês, definitivamente este saco que vocês carregam. Mas pelo meio do caminho, muita coisa está ficando aí, e aí vocês se sentem mal, vocês sentem dores. Uma série de acontecimentos estranhos voltam a acontecer ou começam a acontecer. O que dizer para vocês, não está na hora de parar ainda.

Eu havia dito aqui, que vocês deveriam dar 3 voltas no círculo. Mas vale aqui uma ressalva, que eu acho que muitos não entenderam. Por exemplo: vocês estavam no primeiro círculo, na primeira volta; esqueceram algum dia, não pode fazer, pulou... não importa. Recomeçou. Aquele círculo que foi pulado, deixou de existir. Não conte ele. Vocês têm que cumprir três ciclos completos. Falhou? Tem que recomeçar o ciclo. Não tem jeito, porque vocês quebram a unidade da volta inteira. Então não é: “Ah eu fiz até o sexto raio, aí no sétimo dia eu esqueci. Comecei de novo, estou contando como a segunda volta.” Não, não, não, esta será sua primeira volta. A regra é: vocês têm que cumprir três ciclos inteiros. Quanto tempo vocês vão levar para fazer isso? Não estou preocupado. Nem um pouco preocupado.

Então refaçam suas contas. Porque muitos estão achando, que porque interrompeu e recomeçou aquele que foi interrompido, valeu. Não, não valeu. Vocês têm que dar três voltas no círculo. Sempre iniciando do Raio Azul. A essa altura, ninguém vai começar no raio do dia. Se é para recomeçar, é sempre no Raio Azul. Então este é um aviso que eu estou dando, porque tem muitos de vocês, achando que já estão no fim, mesmo tendo parado algum dos ciclos no meio. Então não. Quem parou, recomeçou e passa a contar cada ciclo, quando efetivamente terminar, as sete cores.

Então voltando a falar sobre o mal-estar, sobre as dores que vocês estão sentindo. É sinal de que aquele ponto do seu corpo tem algo ali muito forte. Tem uma cicatriz de alma, muito intensa e é esta cicatriz, que a sua alma não quer perder. Aí vocês se perguntam: “Mas por que, que ela não quer perder?” A sua alma também está evoluindo; este fractal aí que vocês estão aqui agora na Terceira, também está evoluindo. Este fractal de alma, não é tão evoluído quanto os seus outros fractais superiores. Ele também está aprendendo muita coisa; o sentimento de que tem que voltar para casa e tem que ir embora, isto está na alma, porque o Eu Superior está passando isso para esse fractal.

Agora o restante, esse fractal aqui não tem a sabedoria de um fractal de Quinta, Sexta, Sétima, Oitava e superiores. Ele tem a inteligência de um fractal de Terceira, porque este fractal só viveu isso.

Então eles ainda têm aquela mesma ideia que vocês tinham, que o sofrimento tem que ser guardado, para que ele possa ser aprendido. Então é aquela marca que a sua alma quer ficar para sempre, não quer se desfazer dela. Então pensem nisso. Ali tem algo que a sua alma não quer que vá embora. Então ela faz o quê? Ela cria situações, para que você desista. As dores nada mais são, que uma forma da alma dizer: “Para aí. Eu não quero isso não, para!” Como você não pára, ela manda dor naquele ponto, onde tem a cicatriz que ela não quer se livrar.

Então o mais importante, é vocês entenderem, que não há nada de errado com a meditação. Não há nada de errado, no que vocês estão fazendo. Apenas existe algo aí que você não sabe. Você consciência humana hoje, não sabe o que é. Então não está naquele rol de coisas que vocês vão transmutar, você não sabe o que é. Só que quando vocês penetram cada raio, a sua alma como um todo, também é tratada. Também é transmutada e muita coisa, muitos sentimentos, inclusive sentimentos semelhantes aos que vocês transmutaram, são retirados da alma. E ela está percebendo isso, que ela está perdendo aquelas muletas que ela vinha carregando ao longo do tempo. É como se ela se sentisse coitadinha, é a famosa alma coitadinha.

Então o que vocês têm que fazer: como eu disse, tenho certeza de que ninguém aqui terminou as três voltas, o tempo não deu para isso. Então mesmo que vocês tenham já completado duas voltas ou não, não importa. Ninguém terminou ainda a tarefa, a tarefa são três voltas. “Ah, mas eu já transmutei tudo.” Não interessa, não importa. Você vai passar pelos raios mais algumas vezes, até completar três vezes. Você vai ficar apenas sentado na cadeira, brincando com os animais, recebendo o raio. Ainda há muito o que fazer em vocês. Então não achem que vocês são tão superiores assim, que não precisem dar as três voltas.

Agora é como sempre digo meus irmãos, é decisão de cada um. Se vocês fizeram uma volta; “Ah, eu não vou fazer mais não, para mim chega.” Perfeito. Não mudarei com você em decidir isso. O meu amor é incondicional, não vou lhe castigar, nada irá lhe acontecer. Apenas a sua alma não será limpa, como todas as outras serão. Porque você acha que terminou tudo, mas não terminou. Sabemos que três vezes, é a quantidade ideal para a limpeza da alma. Se você não quer o presente por completo, muito bem. Pare aonde vocês quiserem, só não me culpem por nada depois. Quando vocês sentirem, que ainda tem alguns sentimentos aí, que parece que vocês não transmutaram, não digam que não funcionou. O meu intuito aqui é ajudar cada um de vocês, não obrigá-los a nada; faz quem quer.

Mas voltando as dores. Então vocês estão sentindo desconforto em algum ponto do corpo. Dores de cabeça, dores no pescoço, dores nas costas, na frente, nos braços, nas pernas, no corpo todo, não importa. Vocês estão sentindo a reação da sua alma. Então o que vocês vão fazer? Vou deixar aqui... Eu não quero mais chamar de oração, vou chamar aqui de um pequeno contato com a sua alma. Em que você dirá:

“Minha alma, respeito todas as suas decisões. Respeito a sua soberania, pois sou uma pequena parte de ti. Mas neste momento lhe peço, que se liberte de todos esses sentimentos, que não fazem bem, nem para você, nem para mim. Arranque eles de dentro de você; solte-os para que eles sejam transmutados. Não há mais sentido neste sofrimento, acabou. Então se liberte e consequentemente, você estará me libertando também.”

Então antes da meditação, vocês farão este pequeno contato com a sua alma. E como sempre digo aqui, não é apenas ler as palavras. Falem com fé; falem como se a sua alma estivesse à sua frente. Como se fosse um amigo muito querido, em que vocês querem ajudá-lo. Então vocês vão dizer, como se a alma estivesse sentada à sua frente. Ela vai espernear. E o que fazer? “Ah, eu fiz mas as dores continuam.” Repita, quantas vezes forem necessárias, até que você faça a meditação e não sinta mais nada. Posso dizer para vocês, que muitas dores também não estão vindo durante a meditação. Estão vindo após, como se fosse uma consequência daquilo que vocês estão fazendo. É a mesma coisa.

Então antes das meditações que vocês ainda vão fazer, façam este contato com suas almas. “Ah, temos que fazer até o final?” Não, até que a dor suma. Até que vocês não sintam mais nada de desconforto nenhum. Aí vocês poderão passar pelos raios, apenas recebendo cada um desses raios. E aí o seu corpo como um todo, a sua alma como um todo, estarão sendo transmutados. Estarão sendo limpos dessa sujeira toda que ficou aí. O saco, efetivamente para quem terminou, se foi. Mas e a sujeira dos sentimentos que foram transmutados dentro de vocês? Ficou aí, e tem que ser posto para fora. Então não se surpreendam, se muitas vezes vocês terminam a meditação e são induzidos, a colocar algo para fora. Não estranhem, é a limpeza que está sendo feita dentro de vocês. E isto tem que sair de alguma forma. Então vai pelo corpo físico.

Bom meus irmãos, eu espero que eu tenha ajudado à muitos de vocês entenderem o que estão passando; e como se livrarem destes desconfortos. Nada é simples. Nada é fácil. Muitos aqui fizeram 3 ou 4 linhas e acharam que terminaram tudo. Realmente o ego falou muito alto. E posso garantir à vocês, que mesmo aqueles que terminaram a lista, nas voltas seguintes vão se lembrar de algo. “E aí eu poderei transmutar?” Sim, o sentimento que vocês ainda se lembrarem, que vier às suas mentes, transmutem; sem problema algum. Mesmo que não esteja nem o saco mais ali. Apenas transmutem. Esse é o ensinamento desta caminhada dos raios.

Continuando os ensinamentos que eu vinha falando, sobre cada um dos raios. Hoje eu vou falar do raio Vermelho, da Mestre Nada. Este raio traz a energia, a preparação. É como se... no raio Verde, vocês escolheram o que curar. Nesse raio Vermelho é como se ele fizesse uma limpeza, de tudo que ficou aí. É como uma vassoura, que vai lá naqueles cantinhos e vai limpando toda sujeira e juntando num lugar só; para que no próximo raio Violeta, isto tudo seja transmutado e finalizado. Então esta é a função do raio Vermelho, é como se fosse um grande vendaval, passando por cada cantinho; limpando tudo aquilo que vocês transmutaram; arrancando literalmente de vocês, tudo o que foi transmutado. Para que no próximo raio, no Violeta, tudo seja eliminado efetivamente.

Porque o raio Violeta transmuta tudo em amor e luz. Mas o lixo fica e esse lixo vai para fora, fisicamente. O que é a cor Vermelha? A cor vermelha é a cor do seu sangue; é a cor que faz o seu organismo todo funcionar. Porque é através do sangue, que suas células são abastecidas de comida, de ar, de tudo que elas precisam. O seu sangue é uma grande mistura de coisas boas e de coisas ruins. Porque ele também passa pelo corpo, carregando tudo aquilo que é para ser jogado fora. Então da mesma forma, que o seu sangue vermelho atua, este raio faz a mesma coisa. Leva energia para o seu corpo e pega o que tem de sujeira, para ser jogado fora. É como se vocês sentissem, um grande aparelho limpando tudo dentro de vocês.

Então sempre que vocês quiserem se limpar de algo, quiserem se livrar de algo, vejam-se envolvidos pelo raio Vermelho, porque a energia contida nele, faz tudo se mexer. É como... Vamos pensar naquele sótão empoeirado, cheio de caixas, cheio de coisas velhas, que vocês por puro apego, continuam guardando. Ah, mas também tem coisas, que vocês usam de vez em quando, certo. Mas tudo ali é uma energia parada, vocês não ficam passeando no sótão todos os dias. Aí muitos já estão aqui pensando: “Mas eu não tenho sótão.” Mas vocês guardam quinquilharias. Você guarda muita coisa que você não usa. E o que a sua alma guarda? Vocês costumam pensar só no físico, e a alma? Então, vamos pensar no sótão da alma. Aquele monte de coisas guardadas, que não serve para nada. Então a energia do raio Vermelho, é como se fosse um pequeno furacão que passa sobre aquele sótão e tira tudo do lugar; faz uma grande bagunça. Com isto a alma vai ter que ter um pequeno trabalho, de começar a ver e colocar tudo no lugar. E aí ela começa... “Ah, realmente, isso aqui eu não preciso mais.” E começa a fazer uma limpeza.

Então é um raio que provoca a limpeza, provoca a ação. Ele remexe com tudo, para que tudo fique exposto. E mesmo aquele objeto, bem pequenino, que estava lá no cantinho jogado, ele vai aparecer, para que vocês atuem e decidam, se é um sentimento que vocês querem manter ou não. Se é um sentimento positivo ou não. Então sempre que vocês quiserem se limpar de algo, algo que vocês absorveram, mas que não está bom... “Não quero guardar isso.” Vistam-se de raio Vermelho. E aquilo será mexido, arrancado e pronto para ser transmutado. E aí o que vocês têm que fazer, depois de se vestirem de raio Vermelho? Vistam-se de raio Violeta, para limpar efetivamente tudo o que foi separado e arrancado. Senão vocês fazem o quê? Vocês fazem a limpeza e fica com o lixo dentro de casa, dentro da sua alma. Então o raio Violeta, será como aquele caminhão de lixo, que vai pegar toda essa lixarada que foi separada e vai levar embora; transmutando em amor e luz.


É meus irmãos, tudo tem um sentido, tudo tem um porquê. A caminhada, é criação, elaboração, preparação. O equilíbrio que é o raio Branco, que podemos representar como a ação em si, o acontecimento em si. O raio Verde sendo a cura, daquilo que não ficou bom. O raio Vermelho limpando toda a sujeira do que não ficou bom. E o Violeta transmutando tudo em amor e luz, para que não fique resquícios daquilo que não prestou.


Então vocês entendem que não podem parar a caminhada no meio. É um conjunto de etapas, é uma caminhada de Sete Raios. Então parou no meio, aquela caminhada não conta. Reinicie, e passe a contar. Eu havia dito que ao final das três caminhadas, vocês ganhariam presentes. Isto está de pé. Mas eu ainda vou dar tempo, porque tem muita gente que não fez ainda as três; e muita gente que está iniciando agora. Então mais à frente, eu darei os presentes.


Meus irmãos, vocês estão numa fase de transmutação. É mais um passo que vocês estão dando, para se tornarem mais leves; e possam fazer a caminhada, mais rapidamente, para a Quinta Dimensão. Porque não haverá fardo nas suas costas, para ser carregado. Andar puxando um saco imenso, pesado, é cansativo, é ruim. Agora andar leve, sem nada para ser puxado, vocês conseguem rapidamente trilhar distâncias maiores. E é isto que vocês estão fazendo. E muitos de vocês, ao final das três voltas, terão muitas surpresas.

Não adianta aqui, eu dizer o que será, porque para cada um será uma coisa. Será como uma recompensa, pelo trabalho bem feito. Uma recompensa pela vontade, que cada um de vocês teve de transmutar, o que não era bom para vocês. Agora o que nunca pode ser esquecido, é que vocês fizeram decretos; principalmente de não repetir o mesmo erro. Então cuidado, observem suas caminhadas, não se deixem pegar novamente nos mesmos erros, pois aí aquele saco começa a encher de novo. Isto aqui é uma preparação, para uma mudança; posso até afirmar, uma mudança radical em cada um de vocês, pois muitas vezes, caminhar sem mágoa, caminhar sem desprezo, caminhar sem ódio; faz de vocês seres humanos muito melhores. E isso começa a atrair do Universo, muita coisa boa.


Não custa repetir: fará as três voltas quem quiser; quem não quiser, não há problema algum. Continuem carregando o seu saco, porque com certeza, ele não foi esvaziado. Você pensa que esvaziou; porque se você não acha necessário, o seu ego está aí infladíssimo, quase dizendo: “Somos perfeitos. Não precisamos disso!” Ótimo. A decisão é sua, a mim nada acontecerá. Aí muitos se perguntam: “E o que acontece com a gente que não fizer as três voltas?” A alma não será limpa. Qual é o objetivo disso tudo? Aumentar cada vez mais a frequência de vocês, porque quando vocês se despem destes problemas, a frequência de vocês sobe. E aí aquela passagem para o trem, se torna cada vez mais real. É como se vocês já estivessem rumo a plataforma. Pensem da seguinte forma: quem fizer as três caminhadas, ao final receberá um crédito, para pegar um veículo até a plataforma, para esperar o trem. Agora quem achar que não é necessário, não tem veículo para a plataforma; você terá que ir a pé. Pode ser que dê tempo de você chegar lá, porque a sua frequência, não estará como a dos outros. Estará aonde o seu ego determinou.


Então escolha o seu ego, depois não reclame. Isto não é uma ameaça, isto é uma constatação do que irá acontecer, para quem não fizer as três voltas, só isso. Estamos dando uma chance de ouro, para cada um de vocês. Mesmo assim vocês não querem? Ótimo. É decisão de vocês. Perfeito. Mas tudo tem consequência, e cada vez mais aqui faremos coisas, para que vocês se elevem. Eu não estou aqui, apenas para dar broncas em vocês; eu também tenho dado muita coisa. E muitos de vocês, reconhecem o quanto mudaram as suas vidas, mesmo com as minhas broncas.


Quem está no meu exército, eu cuido de cada soldado. Sou exigente; extremamente exigente. Mas aqueles que têm seguido as minhas regras, a grande maioria percebe o quanto evoluiu. Alguns, ainda não estão suficientemente seguros, para seguir o que falo; não tem problema algum. Exatamente como disse ontem, para estar no meu exército são precisos alguns pré-requisitos. Entre eles: confiar, confiar, confiar e estar disposto a fazer tudo o que eu passo, como um treinamento para a grande batalha. Estes estão no meu exército. Agora aqueles que duvidam, ou que fazem as coisas pela metade, não podem participar do meu exército, porque não seria justo com os outros.

Então os outros estão fazendo tudo, estão sofrendo, sentindo dores e estão lá na caminhada, e chegando até o final. Aí eu coloco você que não faz quase nada, não acredita, não confia, no mesmo lugar? É injusto, então não. Quem quer ser meu guerreiro, confia e faz tudo para permanecer no meu exército. Porque quem permanece no meu exército, só tem a ganhar. Isso eu posso garantir. E muitos tem ganhado muita coisa. Mas vocês têm o livre arbítrio, é a decisão de cada um. Qual a diferença de estar ou não no exército? Ter algumas regalias, ir no trem de primeira classe; ser levado até a plataforma; estar sempre com a sua frequência alta, ganhando cada vez mais os seus dons; perdendo cada vez mais rápido os seus véus. Esses são os presentes de quem está no meu exército.

Agora quem não cumprir as tarefas, está de fora; e aí tem que esperar o tempo para que tudo isso também aconteça. Não é que não vai acontecer, vai. Mas numa outra escala de tempo, muito mais lenta do que aqueles que estão no meu exército. Eu já disse aqui: meu objetivo é ajudá-los, prepará-los; e é isto que tenho feito. Mas quem não concorda, sem problema algum, continue a sua caminhada, porque mesmo a pé, você poderá chegar lá, nada impedirá.

Então meus irmãos. Pensem a respeito, do que vocês realmente querem.


EU SOU O ARCANJO MIGUEL! Estou sempre, preparando cada um dos meus guerreiros, para serem efetivamente, meus guerreiros.



1,481 visualizações3 comentários

CNPJ - 29.898.085/0001-59 - Anjos e Luz Terapias - RJ

Copyright 2020 - Anjos e Luz Terapias - Todos os Direitos Reservados à www.anjoseluz.com