Arcanjo Miguel - As Religiões - III

Queridos! EU SOU O ARCANJO MIGUEL!

Vamos finalizar hoje a parte principal deste assunto, relacionado às religiões. Eu diria que este é um assunto que eu poderia ficar aqui falando semanas e semanas. Mas não é esta a minha ideia. Eu quero apenas plantar dúvidas, plantar questionamentos a respeito daquilo tudo que vocês já ouviram e que vocês praticam nas suas religiões. Este é o meu intuito. Eu quero fazer vocês pensarem. Eu quero fazer vocês perceberem os pontos que causam a separação. Para que vocês entendam que quando nós dizemos que as religiões vieram para separar e não para unir, vocês percebam exatamente o ponto aonde isso acontece. Como eu disse ontem, ir para um canal de TV ou para a Internet, todos juntos dizendo que não existe discriminação, é um grande teatro. Isto não existe. Ao sair daquele encontro cada um volta para suas religiões e continua aplicando as mesmas coisas que sempre aplicaram, porque não sabem fazer diferente.

Então aqui também eu quero deixar uma coisa muito clara: aqueles que vão lá para frente, e que se dizem representantes do Alto, foram ensinados à isso; na sua grande maioria. Apenas aqueles que resolvem criar as religiões, por achar que o seu entendimento é diferente dos outros, e que ele é mais inteligente, ele é mais importante, e afinal ele foi um escolhido para passar a mensagem divina; estes são os piores. Então o que eu quero com isso, que vocês parem para pensar.

Vou falar aqui hoje de algumas outras religiões. O que foi feito com as palavras de Maomé? Maomé surgiu no Oriente; então lá a partir daí das suas palavras, surgiu a religião muçulmana. E o que foi feito das palavras de Maomé? Uma total distorção. Maomé jamais tratou as mulheres, como os muçulmanos tratam. Ali houve uma inversão de valores onde a mulher virou objeto de prateleira, em que tem que ser guardado numa caixa e ninguém pode ter os olhos ali. Apenas o dono daquela mulher.

Então foi criado que às mulheres não há direito. Não é dado o direito de fazer nada. Porque elas têm que ser apenas submissas e mulheres, no amplo sentido da palavra. Sofrendo assim toda sorte de violência e de maus tratos. As mulheres que se rebelaram contra esta religião, sofreram as consequências; porque é inadmissível uma mulher ter voz. E aí vocês podem perceber que existem os ortodoxos, aqueles que seguem fielmente aquilo que alguém o descreveu, como o correto. Então não admitem nenhum dedinho fora da linha, quanto mais um pé.

Já existem aqueles mais liberais, que entendem que não é necessário tanto aprisionamento, tanta submissão por parte das mulheres. Mas são combatidos, porque estão indo contra as palavras de Maomé. Alá, para eles ao qual eles se referem ao nosso Deus Pai/Mãe, continua sendo aquele deus punitivo. E sim aquele deus extremamente corrupto, porque ele se acha no direito de matar um outro irmão, ou milhares de irmãos, em nome da sua crença. Em nome de uma crença de que Alá está condenando aqueles irmãos.

Então Alá, ao invés de ser um Deus amoroso, ele é juiz, ele condena, ele executa, ele dá ordens. Ele manda matar todos aqueles que não seguem o que eles acreditam. Todos os que não seguem o que eles acreditam, são terroristas. Eles não. Os extremistas não são terroristas, são a representação exemplar daqueles que vocês chamam de malignos. Porque nenhum ser humano, com a alma de luz, é capaz de fazer aquilo. Cada um daqueles terroristas, é uma alma encarnada, pronta exatamente para fazer o que tem que ser feito.

E naquele momento em que o atentado é cometido, uma “orde” de seres malignos ficam ali só esperando pelo sangue e pelas almas que supostamente ainda vacilam, para qual caminho deveriam seguir, para cooptá-las para os seus exércitos. Isso é coisa de Alá? Não não é, o nome de Alá é usado indevidamente, para justificar os atos malignos que eles provocam. Não preciso aqui falar muito. Também não posso afirmar aqui que todos os muçulmanos têm o mesmo pensamento. Não, muitos reverenciam Alá, com o coração, com amor; mas continuam subjugando suas mulheres, seguindo os mesmos preconceitos que sempre foram ensinados.

Isto está certo? Mulher não tem vez, mulher é um bicho que tem que andar todo coberto? Porque não pode despertar o desejo dos outros homens, nem o desejo dela própria? Mas isto também teve um fundamento. Quem lê as Cartas de Cristo, observa que em muitos pontos, Sananda comenta o equilíbrio entre o homem e a mulher. Ou vocês acham que Deus Pai/Mãe iria criar o homem e a mulher, apenas por que deu vontade de criar dois seres diferentes? Ali existia um equilíbrio. Um representando a força; a outra representando a amorosidade. E os dois em conjunto se equilibram.

Eu já falei sobre isso aqui. O caminhar da humanidade forçou as mulheres hoje, serem homens. Hoje as mulheres são chefes de família, são as que trazem o sustento; coisa que a princípio era a função do homem. Foi sempre do homem a atribuição de sair para caçar, de sair para trazer o provento para dentro de casa. Mas as mulheres foram tão atacadas, tão diminuídas, tão inferiorizadas, tão violentadas; que elas se cansaram. E aí está hoje; a mulher além de exercer toda a função que ela tem por ser mulher, ela ainda é dona da sua própria família. Ela tem que ir à rua colher o provento para sustentar a sua família. E muitos homens continuam apenas com que eles sempre fizeram, trabalhar. Acham que todo o resto é função da mulher, mesmo que ela também trabalhe.

Então percebam meus irmãos, que o desequilíbrio já vem de muito tempo. A inferiorização da mulher, é eliminar o lado amoroso. Porque uma mulher triste, uma mulher submissa, uma mulher violentada, não consegue manter amor em seu coração. Ela se revolta, ela não entende porque daquele sofrimento. E aí está o mundo que está hoje, totalmente fora do lugar, totalmente fora do equilíbrio quando falamos de homem e mulher.

Então as próprias religiões; esta foi uma delas, que fizeram essa inferiorização da mulher. Por quê? Para que o amor fosse combatido; para que aquela amorosidade própria do ser feminino, fosse diminuída. E aí todo aquele processo de Terceira Dimensão, aconteceria mais facilmente, porque quase não haveria amor, porque não é próprio do ser homem; ter esta amorosidade. Não estou dizendo aqui meus irmãos, que os homens não amam. Amam e muito; quando são homens equilibrados; quando são homens que foram criados com muito amor. Não foram homens criados, para submeter as mulheres. Porque muitos passam isso de pai para filho, então fazem e copiam, exatamente o que seus pais faziam e continuam sendo ditadores das suas mulheres.

Então aqueles que foram criados por mulheres, apenas, muitas vezes são homens extremamente amorosos. Porque eles só receberam isso: amor. E souberam valorizar o amor daquela mulher, que foi pai e mãe o tempo todo na vida dele. E ele passa isso para sua esposa, para suas filhas; e não admite que elas sejam submissas.


Então meus irmãos, volto ao que estava falando. Eu não estou dizendo que o homem não tem amor, ele tem. Mas o equilíbrio não seria da parte dele, essa amorosidade. O homem tem outra função. É a força, a fortaleza, o provento; para isto ele foi criado. E a mulher com sua sabedoria infinita, manter a estrutura em equilíbrio, porque ela consegue manter tudo em equilíbrio. É raro um homem que mantenha tudo em equilíbrio, porque isto é nato da mulher. Ela tem milhares de funções, milhares de atividades e consegue dar conta de todas. E se fosse um homem a fazer, iria se enrolar porque eles não foram feitos para isso.

Então meus irmãos, tudo foi mudando ao longo do tempo, com o objetivo de inferiorizar a mulher, lhe tirar o poder. Este poder do equilíbrio, este poder do amor. Quanto mais amor, mais luz! E o que acontece com o negativo? Fica pequeno, fica sem força. Agora se você tira a força daquele ser que emana luz, o que acontece com o negativo? Ele se sobressai. E aí está a Terceira Dimensão que vocês vivem hoje.

Então algumas religiões abusaram desse direito de inferiorizar a mulher, tornaram isso no extremo; que são as religiões islâmicas. E aí vocês ainda vêm me dizer, que os livros foram escritos pelos seres de luz? E aí vamos lá, vamos ouvir o que os terroristas falam quando vão matar alguém. Que lhes é prometido um harém com 21 virgens, quando eles chegarem no céu. Interessante. Aquela alma terá milhares de mortos nas suas costas, mas ela vai para o céu, e terá 21 virgens lhe esperando. Ou seja, mais submissão, as mulheres viraram moeda de troca. E aí vamos ter os haréns, em que muitos acham bonito um homem ter várias mulheres. Para que? Para dizer que é mais poderoso que os outros ou mais ditador que os outros. Porque ele somente, subjuga as mulheres, mais nada.

Então meus irmãos cada uma das religiões, teve um propósito. Atuou de uma determinada forma. E também vou falar de uma outra religião, em que muitos aqui já leram a respeito nas Cartas de Cristo. Que são os Judeus. Separativismo ao extremo. Hoje podemos dizer; que muitos vão comentar: “Não, são seres inteligentes, eles já construíram muitas coisas boas no mundo!”. Interessante. Para o bem de quem? O que eles realmente fazem é para o bem? Ou os seus representantes, já assumiram seus postos dentro da Cabala Escura? É meus irmãos, existe amor no Judaísmo? Existe. Todas as religiões pregam o amor em algumas linhas. Mas não é essa a meta principal, porque se fosse o seu mundo não estaria como está.

E aí vocês vão se perguntar; muitos têm essa curiosidade, por que aconteceu o que aconteceu com os Judeus? Por quê? Vou só dizer uma frase: muitos colhem o que plantam. Por que que eu disse muitos e não todos? Porque ali infelizmente muitos morreram sem colheita, não era colheita. Foi colheita de alguns; que provocou a colheita para outros, que não tinham nada a ver com o que estava sendo feito. Não houve derramamento de sangue. Não, não houve.

Vamos pensar da seguinte forma: o que acontece numa guerra? O mundo todo se volta para aquele evento; as notícias brotam a todo minuto. Passa a imperar no planeta o medo. Então qual é a melhor forma de gerar o medo, a nível global? Exatamente muito parecido com que está acontecendo agora; o planeta inteiro está com medo. Não estivesse Gaia aonde já está, o processo atrasaria bastante. Só que praticamente, não afetou em nada. Então vamos provocar guerras, vamos provocar conflitos, vamos provocar perseguição à algumas religiões. Como existe também nas religiões islâmicas, em que um não concorda do jeito que o outro pensa; e existem as guerras santas até hoje.

Então o grande intuito é perseguir. E quando você persegue o que acontece com quem é perseguido, o medo impera ali. E todo o mundo fica com medo. “Porque se eles hoje estão perseguindo aquela religião, amanhã poderão perseguir a minha!”. Esta é a ideia. Então vamos criar algo bem chocante para o mundo, para mostrar a todos quem é que manda aqui neste planeta. Muitos se perguntam por que nós não impedimos? Vou responder, o que eu disse no começo da história: colheita; colheita com o que foi feito há milênios atrás. Voltem as Cartas de Cristo. Voltem.

Tentem refazer aquele período que já era daquele jeito ha muito tempo. Então muitas daquelas almas, já na época de Cristo, tinham colheitas a serem feitas. Calaram a voz de um ser de luz! “Ah, mas ali não eram só judeus!”. Não, realmente não eram. Mas as mesmas almas vieram todas ali. A alma não tem religião. A alma volta aonde tem que voltar para receber a sua colheita. Então muitas almas voltaram ali, e receberam a colheita.

Podemos dizer que muitos estavam no lugar errado, na hora errada, e foram envolvidos em todo o processo. Mas por que será? Meus irmãos, é preciso que vocês compreendam, que vocês veem aquilo que é mostrado para vocês. É preciso que vocês vejam, que por trás do véu existe muita coisa. O que aconteceu é um grande interrogação na cabeça de todos vocês. Por que que nós não fizemos nada? Permitimos a matança de milhares e milhares e milhares de judeus? Aquele sofrimento. Por que isto foi permitido? Então eu volto a repetir: a alma não tem religião. Aquelas almas, a grande maioria veio ali para receber a sua colheita. Não importa de quando. Elas receberam aquilo que elas plantaram, milênios atrás, anos atrás. Não importa.

No meio haviam almas de luz, que deram as suas vidas para equilibrar o processo. Então quando eu digo que, tinham almas na hora errada, no lugar errado, é porque essas almas não estavam colhendo nada; elas estavam ali apenas para equilíbrio, Porque nós já sabíamos o que ia acontecer, mas aquilo era necessário para a colheita daquelas almas. E muitos dos que morreram ali, e que não era colheita, eram equilíbrio da luz.

Então meus irmãos, antes de vocês julgarem, antes de vocês criticarem muita coisa; ou melhor, de vocês nos criticarem por permitirmos muita coisa, não o façam; porque vocês não sabem o que está por trás daquilo ali. Sempre digo isso aqui, e continuo repetindo: o mal nunca imperou neste planeta; o mal nunca esteve em superioridade neste planeta, sempre houve o equilíbrio. O problema é que vocês só olham o lado negativo, o positivo é sem graça. Então vocês não percebem.

Então o que dizer sobre os judeus? Não há muito que dizer. Extremamente formadores de castas, não podem se misturar, não se misturam. Aquele que sai do caminho é mal visto, porque tem que seguir o que a religião manda. Almas dominadoras, usurpadoras. Ouçam bem o que eu acabei de dizer, almas. Eu não disse povo; eu disse almas. Que sempre se mantêm no mesmo lugar, para fazer valer o seu império.

Então meus irmãos, existem outras religiões menores. Não vale nem a pena falar a respeito. Sim, tem uma outra religião grande, o Budismo. Também com separativismo, não muda. Então o que posso dizer para fechar esse assunto? Cada alma quando encarna, eu já expliquei isso aqui, mas vou lembrar: cada alma antes de encarnar escolhe local, escolhe cultura, escolhe os caminhos que vai seguir, as crenças limitantes que terá ou não, para que aprenda a lição. E aí a alma encarna, e teoricamente ela vai seguir aquele caminho que ela planejou para ela.

Então se ela é uma alma evoluída, ela vai escolher uma religião? Nenhuma, porque ela sabe que não é na religião que ela vai encontrar o caminho até o Alto. Ela apenas acredita nos seres de luz, acredita em Deus Pai/Mãe, admira todos os avatares que aqui já estiveram, e segue o seu caminho. Muito bem. Mas aí você pega aquele atalho. Você tem um pai, uma mãe extremamente rigorosos, que forçam esta alma que estava naquela caminhada livre, a seguir uma determinada religião. E aí aquela criança começa a ser moldada com tantas crenças limitantes, que acaba esquecendo aquele caminho de alma.

Mas chegará um ponto, em que ela vai se lembrar que não era aquele caminho que ela tinha escolhido. Era a liberdade, porque as religiões não levam ninguém totalmente à evolução. Porque enquanto as religiões existirem, existirá a separação, existirá o preconceito, existirá a discriminação. E estes não são sentimentos da luz, são sentimentos exatamente para afastar todos vocês. Por que se todos vocês pregassem somente o amor, como estaria o seu planeta? Vocês já teriam ascendido há muito tempo, porque vocês já teriam expulsado, esses que os manipularam há muito tempo. Porque reinaria apenas o amor.

Mas eles foram muito espertos, dividiram vocês, separaram vocês. E as regras são sempre muito claras: o outro é inimigo, porque não segue o que você acredita, então ele é um inimigo. E muitos de vocês ainda veem os outros desta forma. Vocês não aceitam a opinião alheia. Vocês querem que o irmão sempre pense igual à vocês. Se ele pensa diferente... “Não gosta dele!”. Só por que ele pensa diferente? E aí eu vou falar de tudo. Eu vou falar de religião, eu vou falar de política, eu vou falar de futebol, eu vou falar de comida, eu vou falar de passeios; vocês brigam por tudo. Tudo é motivo para briga, porque o outro é visto sempre como inimigo. Não como um irmão, como um inimigo.

Foi isto que vocês foram ensinados, foi isto que vocês aprenderam. Então está aí o mundo que vocês estão vivendo. Por que que o preconceito está tão escancarado neste mundo? Porque este é o tempo do amor; é o tempo de aceitar o irmão como ele é. É o tempo de vocês olharem para uma outra roupagem humana e verem a alma; não o corpo, não a forma como ele se relaciona sexualmente.

Ali tem uma alma, igualzinha a sua, Centelha Divina igualzinha a sua. Mas você a julga, a discrimina, porque ela não faz o que você faz; ela faz diferente de você. Ah não, não, ela faz diferente das regras que você foi ensinado a acreditar. Então ali tem um inimigo, não uma alma amiga. “Todos são inimigos”. É como eu disse, a ideia aqui, não é julgar religião alguma. É apenas fazer vocês pensarem, no que efetivamente as suas religiões lhe ensinaram.

Aí muitos aqui vão levantar e vão dizer: “Não, mas eu fui ensinado a amar a Deus”; “Eu fui ensinado a amar Alá”, “Eu fui ensinado a amar Buda”, “Eu tenho amor em meu coração”. Muito bem. Vocês praticam este amor 100%? Porque dizer que tem amor no coração é uma coisa. Vocês praticam este amor 100%? Vocês olham um irmão em dificuldade e tentam ajudá-lo? Ou vocês acham que ele é apenas mais um encostado? Ou mais um relaxado que está ali porque ele quer? Ou vocês olham um pobre passando fome, e ainda grita para ele: “Vai trabalhar, vai arrumar dinheiro para comer”.

Ou vocês olham para um homossexual e gritam: “Toma vergonha na cara! Vai ser o que você tinha que ser. Isso não é abençoado por Deus!”. Vocês não fazem isso? Vocês não criticam aquele irmão que toma outro caminho? Vocês não querem ver os bandidos mortos, por que seria bom para vocês que todos morressem? Não, é isso que vocês falam? Não é isso que vocês pensam? Algum de vocês, todos vocês já pensaram isso algum momento de suas vidas! Cadê o amor? Cadê aquele amor 100%? Ah, entendi... vocês foram ensinados a amar à Deus, não ao próximo. Entendi. Amar à Deus, todos vocês amam! Amar à Alá, amar à Buda, amar à Jesus Cristo, todos vocês amam. Mas o amor ao irmão? “Ah, pera aí já é outro departamento. Aí já tá diferente. Aí você está querendo muito da gente!”.

Realmente, estou querendo muito. Mas esta foi a lição que cada um desses avatares, deixaram aqui no planeta. Amar ao próximo como a ti mesmo! Então fica provado que vocês não se amam, que a grande maioria aqui, não se ama! Porque se você não consegue amar o seu irmão, você não se ama. Você o julga; você o coloca no banco dos réus, e você é o advogado de acusação, você é o juiz, você é o jurado e ele já sai dali condenado. Você assume todos os papéis. Realmente você é muito importante, porque você consegue assumir todas as cadeiras de um tribunal ao mesmo tempo. E aí eu lhe pergunto: você nunca fez nada errado? A sua alma lá atrás nunca fez nada errado? E como que você se levanta para julgar o outro? Então sente-se você lá no banco do réu, para ser julgado também, por outras pessoas, não por Deus.

Meus irmãos estamos passando por uma fase muito importante no seu planeta. Temos todos nós, seres de luz, falado extremamente do amor, do não julgamento, da não separatividade, da não discriminação. Por quê? Vocês estão indo para uma dimensão, onde nada disso existirá. Então eu pergunto à cada um de vocês: como vocês vão viver lá, se vocês ainda têm todos esses sentimentos aí dentro? Como? Eu gostaria que vocês ficassem com esta pergunta. O meu objetivo aqui foi mostrar a vocês, que religião nenhuma é perfeita. Que todos vocês foram ensinados, errado. Que todos vocês foram manipulados, para existirem da forma que eles sempre quiseram. E vocês aceitaram.

Vocês foram marionetes, de cada um daqueles que estão lá na frente pregando. Vocês foram marionetes. Muitos aqui não aceitaram essa submissão, quebraram o vínculo com tudo. Porque entenderam que ali era tudo errado, era tudo falso. Agora uma grande maioria que está aqui, ainda está presa à essas crenças. E o coração fica extremamente apertado, quando falo essas coisas aqui. Porque acredita em mim, mas não quer largar a sua religião. Porque ela sempre foi boa para ele. Ela sempre foi boa para você. E mesmo após tudo isso que eu disse aqui, você ainda continua achando que tá tudo certo.

Então é isto que eu quero que vocês pensem. E quem chegar à conclusão de que tudo que eu falei aqui está errado, que eu exagerei, que nada disso existe; continue na sua crença. Pode continuar, não tem problema. Se você continuar na sua crença, mas não tiver nenhum dos sentimentos que eu falei aqui, aí eu diria até que você tenha uma chance. Mas lembre-se, você está indo contra a sua crença porque a sua crença não prega isso. Então resolva de que lado você está. É o que eu disse ontem: um pé aqui e um pé do outro lado, não tem como. Ou você vem para o lado da luz e abandona tudo isso, e acredita que só existe um Deus e que ele é puro amor; e que tudo que você passa, é colheita da sua própria caminhada de alma; se você entender isso, venha para o lado de cá e esqueça todo o resto. Não lhe fará falta, lhe garanto. Porque a luz suprirá todas as suas necessidades; sem separativismo, sem condenação, sem julgamento, sem discriminação. Apenas amor!

Agora se algum desses sentimentos, você ainda não consegue jogar na lixeira, então fique por aí mesmo. Enquanto vocês não olharem para um irmão e o virem como um irmão, vocês não estão prontos. Vocês estão fingindo que estão prontos. Não estão.

Meus irmãos, provas profundas virão à frente, onde vocês poderão testar, e efetivamente demonstrar o amor incondicional. Quando os seres de luz se apresentarem aqui no planeta. Esta será a grande prova. E lhes digo, quem conseguir passar por esta prova, vai ganhar muitos pontos; dará um salto na sua caminhada, pois mostrará que o preconceito, o julgamento pela aparência, a discriminação do diferente; não existe mais no seu coração.

Então estejam prontos, mas prontos mesmo; não da boca para fora. Estejam prontos!

EU SOU O ARCANJO MIGUEL! A cada dia, tento fazer vocês, abrirem suas mentes, e principalmente os seus corações. Espero sinceramente que eu consiga.



0 visualização
  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook Social Icon

CNPJ - 29.898.085/0001-59 - Anjos e Luz Terapias - RJ

Copyright 2016 - Anjos e Luz Terapias - Todos os Direitos Reservados à www.anjoseluz.com