Arcanjo Miguel - As Meditações Globais

Atualizado: 17 de mai.

Queridos! EU SOU O ARCANJO MIGUEL!

Bom, hoje vou comentar um pouco, sobre algumas coisas que vocês leem, e que vocês já me perguntaram e na época, eu não respondi. Vamos lá.

Todos vocês sabem, e quem não sabe, saberá agora, que na superfície deste planeta, existem vários tipos de alma. Existem as almas originais deste planeta, que nasceram aqui, que passaram por todas as dimensões, até chegar à Terceira. Neste momento, nenhuma alma está abaixo da Terceira; nenhuma alma tem um tentáculo abaixo da Terceira Dimensão. Muito bem. Além das almas nascidas aqui, existem aquelas almas, que vieram para este planeta para desenvolvê-lo. Vieram de muitos lugares das Galáxias, como uma grande reunião, para o desenvolvimento de um planeta; para prepará-lo, para aquelas gerações que chegariam aqui, vindas da Segunda, na época. E assim foi feito.

Muita coisa foi estabelecida no seu planeta; foi ancorada energeticamente, para que ele se desenvolvesse; e fosse desenvolvendo aquelas almas que estavam chegando. Aqueles seres que aqui estavam, foram organizando todo este processo. Muito bem. Teoricamente, as almas que estavam chegando, daqui do planeta, chegariam no ambiente já bem propício, e se desenvolveriam, rapidamente para a Quinta Dimensão. É como eu já disse aqui, não custa lembrar que o planeta, tem todas as dimensões como camadas.

Então, já existiam as almas em Segunda e estavam prontas, para chegar à Terceira Dimensão. Mas esta ideia seria rápida, porque aqueles seres que aqui estavam, estavam preparando o planeta, para a Quinta Dimensão, ele já ressoava assim. Então, aquelas almas que estavam, que precisavam passar pela Terceira Dimensão, elas já nasceriam ali e rapidamente, evoluiriam para a Quinta. Levariam o tempo da sua existência carnal, até passar para a Quinta Dimensão. Muito bem. Aí, aconteceu o que aconteceu, e todas aquelas almas, que já eram, de Quinta, de Sexta, de Sétima, de Oitava, caíram na armadilha e um pequeno tentáculo nasceu, para ressoar na Terceira Dimensão.

Então é assim que funciona. Quando a alma precisa descer de dimensão, um novo tentáculo nasce e aquele pedaço, passa a viver dentro desta dimensão, que é a Terceira. É como eu já expliquei: a alma é multidimensional. Por quê? Para que ela não fique estagnada num ponto só. Então, digamos que a alma nasceu, num único local. Muito bem. E ela começa, a passar por todas as dimensões. Quando ela desencarna, tudo aquilo que ela aprendeu (se ela tiver atingido um nível tal de evolução), ela libera um novo tentáculo. E aquele tentáculo, vai para a dimensão mais alta.

Se aquele pedaço, que já estava (vou dar como exemplo: a Terceira), já estava na Terceira, precisa aprender mais algumas lições; ele permanece aqui e aquele outro, vai seguir o seu caminho, e assim sucessivamente. Aquele pedaço que estava em Quinta, quando o ser chega ao limite determinado, ele desencarna e aquela sua alma, pode permanecer, um pedaço aonde estava e o outro pedaço, evolui. Ou simplesmente, a alma vai evoluindo ao longo do tempo.

Então meus irmãos, a geração dos tentáculos, para que a alma vá se desenvolvendo, é uma decisão do Eu Superior. Se ele achar por bem, por exemplo: tem um pedaço da alma, que está em Terceira; tem um pedaço da alma, que está em Quinta; aí, ele pensa: “Bom, agora eu vou pensar, que esta alma que está em Quinta, quando desencarnar, ela irá gerar um pedaço mais alto, com toda aquela evolução, que ela já conseguiu”. Então, mantém aquele pedaço em Quinta, mas já gerou outro que foi embora, foi para a Sexta. E assim, vai acontecendo a subida da alma. Até que chega um ponto que não há encarne, não há mais a sobrevivência, dentro de um corpo físico. As almas passam ser pura luz, mas da mesma forma, não haverá o desencarne do corpo físico, mas haverá um momento, em que até a alma, fará a geração de um novo tentáculo em uma dimensão mais alta.

O quê o Eu Superior entende com isso? Que cada dimensão que a alma passa, é uma oportunidade de aprendizado. Então, mesmo sendo em dimensões superiores, existe aprendizado. E quando a alma chega aquele ponto, que não tem mais nada o que aprender, aí sim, ela evolui; e aquele pedaço, que estava na dimensão inferior, sobe e a alma começa a subir, subir, subir, e ser apenas uma alma, de dimensões mais altas.

Percebo, que isto é meio complicado de vocês entenderem; eu estou tentando simplificar o máximo, para vocês entenderem. Não é muito simples, eu concordo, mas é para que vocês entendam, como que é a evolução de uma alma. Ela não fica simplesmente... Por exemplo: a alma sai da Terceira e vai para a Quinta, de Quinta para Sexta, de Sexta para a Sétima; não, não, não, não; a alma, vai se abrindo e vai sempre deixando, um pedacinho naquela dimensão, para que ela aprenda mais, para que ela compreenda tudo que ainda tem que aprender alí. Então, por isso que aquelas almas tão evoluídas, que aqui chegaram e estão aqui agora em Terceira, este é apenas um pedaço daquelas almas, o restante continua lá, de onde vocês vieram.

É como eu disse, há alguns dias, em um vídeo: de que dimensão a alma é? A alma é da dimensão mais baixa que ela está, não da mais alta. Ela pode ter pedaços até em Oitava, mas se ela tem um pedaço aqui em Terceira, a alma é de Terceira; porque é o pedaço real, mais baixo que ela possui; aquela é a categoria da alma. Ela é uma alma de Terceira, independente de ter pedaços evoluídos, não importa, ela ainda tem que evoluir aquele que está lá embaixo, então ela é uma alma lá de baixo.