Cristais

Todo mundo sente atração por pedras preciosas. Diamantes, rubis, esmeraldas e safiras são apreciadas no mundo todo. Elas são de fato preciosas; elevam o nosso espírito e têm sido usadas como ornamento ou símbolo de poder há milhares de anos.

 

Os cristais nascem no interior da Mãe Terra, que lhes dá uma aura de mistério e magia. Nunca perdem a cor, o brilho, a beleza e o valor, e para muitas civilizações lhes conferia uma ligação com o mundo espiritual e celestial.

 

Esses cristais, porém, eram valorizados não só pela beleza — cada um deles tinha um significado sagrado. Nas culturas antigas, as propriedades terapêuticas dessas pedras eram tão importantes quanto a sua função ornamental.

A maioria das pessoas conhece cristais que existem há muitos anos no mercado, como a ametista, mas novidades como o larimar, a petalita e afenacita só agora estão começando a aparecer nas lojas. Essas são as "pedras da Nova Era", que se fizeram conhecer para facilitar a evolução da Terra e de todos que nela habitam. Esses cristais têm uma vibração altíssima que eleva a consciência e abre os chakras superiores, possibilitando a comunicação com outras dimensões. Para aproveitar as dádivas que essas pedras oferecem, é fundamental saber usá-las.

 

A proteção oferecida pelos cristais

 

Certos cristais, como o quartzo enfumaçado e a turmalina negra, têm a capacidade de absorver negatividade e a neblina eletromagnética e irradiar uma energia pura e limpa. A turmalina negra pendurada no pescoço protege contra emanações eletromagnéticas irradiadas por telefones celulares e computadores, além de repelir ataques psíquicos. Joias com pedras de âmbar e azeviche também protegem as nossas energias.

 

Cura

 

Os primeiros relatos escritos de cura com cristal procedam dos antigos egípcios, que tinham receitas detalhadas de como usar as gemas, como a malaquita, para a cura.

 

Ainda temos o conhecimento escrito dos estudiosos do Ayurveda do Tantra, originários da Índia, que conheciam o potencial impressionante das pedras preciosas. Elas eram “prescritas” para proteger contra influências planetárias negativas, e eram usadas em jóias ou ingeridas na forma de pastas ou óxidos, para influenciar a aura ou tratar os nervos, o sistema linfático e os "nadis" (canais por meio dos quais flui o prana).

 

Os cristais são mencionados muitas vezes na Bíblia, e nos círculos metafisicos acredita-se que certos cristais tenham uma sintonia natural com o reino angélico. Essa sintonia é devida à sua cor, aparência angélica ou nomes como angelita ou celetista.

 

Os cristais curam holisticamente. Isso quer dizer que atuam nos níveis físico, emocional, mental e espiritual do ser. Reequilibram energias sutis e dissipam indisposições, atuando sobre a causa principal. Os cristais agem por meio da vibração, restabelecendo a harmonia do invólucro biomagnético que cerca e interpenetra o corpo físico e ativando pontos de ligação entre os chakras, que regulam o estado vibracional do corpo. O restabelecimento do equilíbrio desses centros energéticos pode amenizar muitos problemas físicos e psicológicos.

A maioria das doenças é resultado de uma combinação de fatores. Existem indisposições que se encontram em níveis sutis. Elas podem manifestar-se no nível emocional ou mental, ou ser uma indicação de desconexão ou desequilíbrio espiritual.

  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook Social Icon

CNPJ - 29.898.085/0001-59 - Anjos e Luz Terapias - RJ

Copyright 2016 - Anjos e Luz Terapias - Todos os Direitos Reservados à www.anjoseluz.com