Anjos

Anjos são seres compostos de espírito. A palavra anjo deriva de "angelos", que em grego significa “mensageiro”. Eles são como um canal entre Deus e o mundo material. A forma mais comum de aparecerem é como um ser belo, com mantos, auréola e asas, mas eles podem aparecer do jeito que desejarem. São energias em uma vibração mais elevada que a nossa. Embora a grande maioria não possa vê-los através da visão e audição, alguns podem senti-los. Todos são repletos de compaixão e amor incondicional. A forma como os primeiros contatos com os anjos acontece são variadas. Alguns tem o dom da clarividência e podem vê-los na forma humana ou na forma de luz. Outros não podem vê-los mas podem senti-los como uma sensação de bem-estar enorme e uma alegria que não se sabe explicar. Eles podem se comunicar conosco através de sonhos, da intuição e de pequenos recados que muitas vezes passam despercebidos. A tarefa dos anjos consiste, então, em nos fazer despertar para a luz interna e para as potencialidades divinas que existem em cada um de nós.

Mas qual a função dos anjos no nosso mundo? Os anjos tratam a humanidade como um todo e zelam por nações inteiras, porém estão dispostos a ajudar a cada um que solicitar a sua ajuda. Eles querem nos ajudar a sermos felizes, a encontrar a essência da nossa existência, a evoluirmos espiritualmente. Estão sempre ao nosso lado tomando conta de nós e aguardando que peçamos ajuda. Eles estão sempre prontos. O fascínio pelos anjos aumenta a cada dia. São muito frequentes as histórias sobre intervenções angélicas. O interesse por anjos ultrapassa as línguas, culturas e fronteiras. Porque tantas pessoas, como você e eu, querem que os anjos façam parte de nossas vidas? O número de histórias de contato angelicais tem aumentado muito, devido à um grande número de pessoas estarem se desapegando da vida material e se aproximando mais de Deus. A ligação com os anjos oferece a oportunidade de adquirir sabedoria, aumentar o autoconhecimento e superar obstáculos por meio do contato com a sua luz interior, o caminho direto para Deus. Integrar corpo, mente e espirito numa entidade coesa, eleva a nossa frequência vibratória e nos permite evoluir espiritualmente, cada vez mais.

 

Como estabelecer o contato com os anjos? Para que se possa iniciar o contato com esses seres iluminados, é preciso limpar o ambiente onde você vive. Doe tudo aquilo que você não usa mais. Deixe a luz do Sol penetrar em sua casa, iluminando e purificando cada pedacinho. Procure ouvir músicas suaves para elevar as vibrações da casa. Não precisa ter grandes dons para que os anjos se comuniquem conosco. A assistência dos anjos está sempre ao nosso alcance, tudo o que temos de fazer é pedir ajuda. A percepção da presença dos anjos, pode ser de várias formas: uma doce fragrância que se espalha no ar; uma sensação de imensa paz; irradiações de luzes; percepção de uma luz enquanto se medita, mesmo de olhos fechados. Os anjos também podem demonstrar a sua presença através de nuvens com formato de asas, penas brancas, a palavra “anjo” através de uma música no rádio ou televisão, e presentes com formato de anjos. Dentre os instrumentos mais poderosos que se pode usar para atrair a ajuda dos anjos estão as fragrâncias delicadas na forma de óleos essenciais. O aroma é uma forma sutil de comunicação, que eleva nossa consciência, pois contem a alma da planta. Apelando para o nosso olfato, as plantas se comunicam conosco num nível profundo.

 

Existem várias formas de usar os óleos essenciais:

Massagem – relaxa o físico, aliviando o estresse e a tensão.

Banho – aguça os sentidos e nos ajuda a entrar em sintonia com energias sutis.

Difusores – aquece os óleos essências e liberar moléculas de aroma na atmosfera.

 

Invocando os anjos – os anjos respondem ao chamado de Deus e não podem interferir no nosso livre-arbítrio. Ao invocá-los precisamos ter amor e humildade no coração. Peça o que quiser, desde que não interfira no livre-arbítrio de ninguém, e os anjos lhe atenderão. A meditação é a forma mais comum para nos transportar para o mundo angelical. Antes de se comunicar com os anjos é necessário conhecer o que é afirmação. Durante nosso dia, fazemos uma série de afirmações positivas e negativas. Lembre-se, o universo não conhece a palavra NÃO. Tudo o que você pede com a palavra NÃO na frase, o universo interpreta a frase sem o NÃO. Nunca subestime o poder das palavras. Conheça duas afirmações angélicas: “Eu deixo que estados mais elevados de consciência angélica se manifestem na minha vida” e “Numa feliz comunhão, meus anjos me orientam diariamente”.

Monte um altar para os anjos – crie um ambiente para que possa estabelecer a conexão com os anjos. Será um lugar onde você poderá acalmar sua mente e abrir o coração para os anjos. Através da meditação, peça ajuda aos anjos para que eles te ajudem a montar seu altar. Não desconfie da sua intuição. Os objetos escolhidos deverão te deixar cheio de amor e aberto para as virtudes angelicais. Você poderá optar por: incensos, velas, sinos, imagens de anjos, etc. Cuidado: apesar de serem oferecidas aos anjos nunca deixe velas acesas em locais que não estejam sob sua atenção.

 

Anjos no dia a dia – os anjos podem nos ajudar em várias esferas da nossa vida, porém devemos sempre pedir coisas positivas, caso contrário, os anjos não atenderão.

Problemas no amor – Arcanjo Chamuel, tornará seu dia mais harmonioso.

Cura – Arcanjo Rafael. Invoque-o para guiar as mãos dos médicos ou profissionais de saúde.

Viagens – Arcanjo Miguel protege dos perigos físicos.

Estacionamento – peça aos anjos para te ajudar a encontrar vagas nos locais seguros.

Cozinha – os anjos terão prazer em ajudá-lo em experiências criativas. O anjo Isda abençoará a sua comida.

Objetos perdidos – peça ajuda ao anjo Rochel para encontrar o objeto perdido.

Exames – chame pelo Arcanjo Jophiel para que ele lhe ilumine para que você consiga passar nos exames.

 

Seres angélicos – no céu existem várias ordens de seres angélicos. O Antigo Testamento referia-se à Anjos, Arcanjos, Serafins e Querubins. São Paulo no Novo Testamento fala em Principalidades, Tronos, Forças, Dominações e Poderes. Depois o Papa Gregório declarou que existem nove ordens de anjos no céu – as cinco da lista de São Paulo mais os Anjos, os Arcanjos, os Querubins e os Serafins. Dionísio, um erudito do séc. V, já tinha descrito essas ordens. Entre o Céu e a Terra existem três níveis ou esferas de influência angélica.

 

Primeira esfera – contém as três ordens mais próximas de Deus. Aqui estão os Serafins, os Querubins e os Tronos.

 

Serafins – a ordem mais elevada de anjos. Eles têm o poder de nos purificar com o raio e a chama. Depois de Deus são os seres mais cheios de luz da criação. Regido pelo Arcanjo Seraphiel – Príncipe da Paz – e pelo Arcanjo Metatron.

Querubins – são os seres mais próximos de Deus depois dos Serafins. Eles carregam a energia do Sol, da Lua e das estrelas. Regidos por: Zophiel, Ophaniel, Rikhiel, Cherubiel, Rafael e Gabriel.

Tronos – estão sempre na presença de Deus. Eles detêm a energia de Deus em forma de justiça divina – repassam a vontade de Deus aos anjos da guarda. Regidos por: Tzaphzkiel, Zadkiel, Raziel, Jophiel e Oriphiel.

 

Segunda esfera – contém as três ordens seguintes:

 

Domínios – essa ordem supervisiona a hierarquia angélica mais inferior e serve de canal para o amor de Deus por meio da energia da misericórdia, o poder de governar sem oprimir. Regidos por: Zadkiel, Muriel, Yahariel e Hashmal.

Virtudes – suspendem as leis da natureza e operam milagres na Terra. Conferem graça e bravura aos mortais que precisam de inspiração e coragem. Regidos por: Uriel, Cassiel e Gabriel.

Poderes – também são conhecidos como Autoridades, Potestades e Dínamos – protegem a nossa alma e são os guardiões dos registros akáshicos. Mantem os demônios sobre controle. Regidos por: Chamuel, Sammael, Camael, Ertosi e Verchiel.

 

Terceira esfera – contém as últimas ordens:

 

Principalidades ou Principados – são os guardiões das nações e os supervisores dos trabalhos dos anjos. Supervisionam os países, as cidades e os locais sagrados. Guiam as religiões e os líderes religiosos no caminho da verdade. Trabalham com os anjos da guarda para nos inspirar. Regidos por: Haniel, Anael, Cerviel e Requel.

Arcanjos – também conhecidos como Anjos Regentes. O Livro de Enoque nomeia os sete como Uriel, Raguel, Gabriel, Miguel, Seraqael, Haniel e Rafael. Controlam e harmonizam toda a criação de Deus. Controlam o movimento das estrelas, as estações e as águas da Terra, assim como as plantas e a vida animal. Mantem o registro de todas as encarnações dos seres humanos. São mensageiros dos decretos divinos. Fazem com que se cumpra a vontade de Deus.

Anjos – existem milhões de anjos nos ajudando em nossas tarefas. São guardiões de todas as coisas físicas e pessoas. Tudo fica sob o cuidado dos anjos, que irradiam harmonia e belezas cósmicas para a nossa vida. Existem anjos do amor, da alegria, da coragem, da paz, da esperança, da fé, da liberdade e da harmonia.

Anjos da guarda

 

Esses anjos nos protegem, guiam e fortalecem contra as forças do mal. Todos nós temos um anjo da guarda que está sempre conosco. Ele nos acompanha desde a primeira encarnação e nos acompanha ao longo de todas as encarnações. A maioria das pessoas entram em contato pela primeira vez com o reino angélico por meio do anjo da guarda. Essa experiência na maioria das vezes acontece em momentos de extremo perigo, de pesar, desespero ou doença. Nosso anjo da guarda nunca interfere no nosso livre-arbítrio. O livre-arbítrio é o dom mais sagrado da vida; é o que nos permite escolher a cada instante se queremos sintonizar a nossa consciência com o bem ou com o mal. A função dos anjos é nos inspirar a tomar uma atitude e outras vezes nos dá uma força sobre-humana ou uma intuição que nos guia em segurança e evita possíveis desastres.

 

Reino dos elementais

 

São os espíritos mágicos da natureza e criam abundância e harmonia na Terra quando são respeitados e reconhecidos. O planeta Terra é um ser vivo que também evolui por meio da vida das criaturas que nutre. Os elementais atuam junto com os anjos dos locais sagrados, ajudando-nos a entender a importância da correlação entre as fases da Lua, as marés e as estações.

Elementais da terra – fadas, elfos, gnomos e duendes são espíritos da Terra que regem as flores, as plantas, as árvores, o solo, a areia e os cristais. Mostram como podemos nos nutrir e viver em abundância em equilíbrio e harmonia. Isto significa viver de modo responsável com relação a toda a vida do planeta.

Elementais da água – sereias e ondinas são espíritos da água que a regem e cuidam das criaturas que habitam neste reino. Nos ajudam a purificar e equilibrar nossas emoções.

Elementais do fogo – salamandras são espíritos do fogo que guardam os segredos da energia do fogo. Nos ensinam sobre a energia dinâmica da nossa força vital. O fogo purifica, queima e destrói o obsoleto, de modo que o novo pode emergir. Elementais do ar – sílfides levam nossos corações até os anjos. Elas aguçam nossa mente, intuição, comunicação e imaginação criativa, além dos momentos de inspiração.

  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook Social Icon

CNPJ - 29.898.085/0001-59 - Anjos e Luz Terapias - RJ

Copyright 2016 - Anjos e Luz Terapias - Todos os Direitos Reservados à www.anjoseluz.com